Censo Agropecuário vai percorrer 185 mil propriedades rurais em SC - Cidades - O Sol Diário

Estatística01/09/2017 | 20h46Atualizada em 01/09/2017 | 20h46

Censo Agropecuário vai percorrer 185 mil propriedades rurais em SC

IBGE lançou a pesquisa nesta sexta-feira em Balneário Camboriú

Censo Agropecuário vai percorrer 185 mil propriedades rurais em SC Lucas Correia/Jornal de Santa Catarina
Foto: Lucas Correia / Jornal de Santa Catarina

O IBGE lançou nesta sexta-feira, em Balneário Camboriú, o Censo Agropecuário 2017, que vai percorrer 185 mil propriedades rurais em todo o Estado a partir de 1º de outubro. O recenseamento ocorrerá simultaneamente em todo o país e deve terminar em cinco meses. Os dados vão ajudar a compreender o cenário atual do campo e servirão como base para novas políticas públicas.

O último Censo Agropecuário ocorreu há 10 anos. O órgão quer saber, por exemplo, se de lá para cá houve evasão no campo, qual a área de produção, uso de agrotóxicos e de irrigação nas áreas de plantio em Santa Catarina. O recenseamento inclui agricultura, extração vegetal, silvicultura, criação de animais de grande, médio e pequeno porte, aquicultura, criação de abelhas, bicho-da-seda, beneficiamento e transformação de produtos agropecuários.

Servidores do IBGE de todo o Estado passaram por capacitação nos últimos dias. Caberá a eles treinar, nas próximas semanas, os 711 contratados que farão o serviço de campo, visitando os estabelecimentos e aplicando as entrevistas.

— É um desafio grande, porque o setor tem complexidades. Produção de animais, subprodutos, é muito amplo. Mas esses dados são a base para o agronegócio — diz Alceu Vanzella, chefe da unidade do IBGE no Estado.

Os questionamentos do Censo Agropecuário precisaram ser reduzidos e adaptados, porque houve corte de 50% de verbas no governo federal. O número de contratados é menor do que o esperado, e por isso o questionário foi simplificado e o prazo de busca de dados ampliado — a proposta inicial era fazer a coleta em 90 dias.

Em todo o país, o Censo vai trazer informações de 5,3 milhões de estabelecimentos. Mais de 26 mil pessoas participarão da coleta de dados, entre analistas, agentes censitários e recenseadores.

Antônio Florido, diretor do Censo Agropecuário, diz que a ideia é apresentar dados preliminares em maio de 2018, e o resultado definitivo em julho de 2019.

O recenseamento vai embasar a implantação do cadastro de estabelecimentos agropecuários e do Sistema Nacional por Amostra de Estabelecimentos Agropecuários, que passará a ir a campo todos os anos em busca de novos dados sobre custos e técnicas de produção, crédito rural, preservação ambiental e situação social e familiar dos trabalhadores do campo. 

Leia mais notícias sobre agroindústria

Como será o novo censo agro, após 12 anos da última pesquisa


Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioHercílio Luz fica mais próximo do acesso e briga esquenta na outra semi https://t.co/oChe7OqIRrhá 12 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioConcórdia e Hercílio Luz ficam mais próximos do acesso à elite de SC https://t.co/KgVBHKWZmKhá 13 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros