Cruzeiros trarão R$ 40 milhões a Balneário Camboriú neste verão - Cidades - O Sol Diário

Economia26/09/2017 | 09h44Atualizada em 26/09/2017 | 09h44

Cruzeiros trarão R$ 40 milhões a Balneário Camboriú neste verão

Cálculo leva em conta gasto de turistas e tripulantes dos transatlânticos

 Porto Belo - Br SC - transatlântico Preziosa atracado em Porto BeloIndexador: DANIEL CONZI
Foto: Guto Kuerten / Agencia RBS

Uma pesquisa feita pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) revelou que o gasto dos turistas que viajam de transatlântico em cada escala na última temporada foi maior do que o estimado. A média é de R$ 559 por pessoa, cerca de R$ 100 a mais do que a projeção anterior. Os dados foram divulgados ontem em primeira mão pelo presidente da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Clia/Abremar), Marco Ferraz, em reunião com o trade turístico de Balneário Camboriú.

O levantamento completo será divulgado oficialmente pela entidade esta semana. Ferraz veio a Santa Catarina a convite do empresário Júlio Tedesco, dono do Atracadouro Barra Sul, que já tem 20 escalas de transatânticos confirmadas para esta temporada. Segundo os cálculos da Clia/Abremar, passageiros e tripulantes devem incrementar a economia de Balneário Camboriú em R$ 40 milhões nesta temporada.

A região Sul é a segunda mais procurada pelos turistas brasileiros que viajam em cruzeiros, depois do Nordeste. Com a entrada de Balneário Camboriú no mercado e a oferta de minicruzeiros, que também incluem escalas em Porto Belo, a expectativa é que o interesse aumente. Antes mesmo do início desta temporada de cruzeiros, que começa em novembro, já há pelo menos 10 escalas confirmadas para a temporada seguinte, entre o final de 2018 e o início de 2019.

Alfandegamento

A Clia/Abremar está atuando junto ao Grupo Tedesco e à prefeitura de Porto Belo para viabilizar o alfandegamento, que permitirá a escala de navios que voltam do Mercosul nos terminais catarinenses. A entidade tenta convencer o governo federal a emitir uma nota portaria, que autorize o alfandegamento para trânsito, isto é, para terminais que não terão embarque ou desembarque de passageiros _ o que tornaria o processo mais simples. Marco  Ferraz, presidente da Clia, está confiante. Mas acredita que o processo não será oficializado antes do ano que vem.

Acompanhe as publicações de Dagmara Spautz:

Complexo Portuário do Itajaí tem o melhor resultado do ano em agosto

Itajaí quer resgatar circuito de festas de outubro com a Marejada

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioMarquinhos espera desfecho no fim de ano para saber se fica no Figueirense https://t.co/9m8qKDwMdVhá 8 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioInvestidores do Figueirense dizem que vão processar Alex Bourgeois, ex-CEO https://t.co/nBuqVynGoXhá 10 horas Retweet
O Sol Diário
Busca