UFSC aparece entre as 800 melhores universidades do mundo em ranking internacional - Cidades - O Sol Diário

Ensino superior05/09/2017 | 20h50Atualizada em 12/09/2017 | 10h44

UFSC aparece entre as 800 melhores universidades do mundo em ranking internacional

Apesar do destaque, a posição da instituição piorou em relação ao último levantamento da Times Higher Education, referente a 2016 e 2017

UFSC aparece entre as 800 melhores universidades do mundo em ranking internacional Marco Favero/Agencia RBS
Foto: Marco Favero / Agencia RBS
Cristian Edel Weiss
Cristian Edel Weiss

cristian.weiss@diario.com.br

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) aparece na faixa de 800 universidades mais bem conceituadas do mundo no World University Ranking 2018, da Times Higher Education, consultoria britânica na área da educação superior. A instituição aparece empatada com outras 200 na faixa entre 801 e 1000 melhores colocadas.

A federal de Santa Catarina é a única do Estado a aparecer no ranking, que conta ainda com outras 32 universidades brasileiras e outras 10 da Região Sul: as federais do Rio Grande do Sul, de Pelotas, do Paraná; as estaduais de Londrina, Ponta Grossa e Maringá; as Pontifícias Universidades Católicas do Rio Grande do Sul e do Paraná; e a Universidade do Vale dos Sinos.

A lista brasileira é liderada pela Universidade de São Paulo, a única do país a figurar na faixa entre as 251 e as 300 melhores do mundo, conforme o ranking. A UFSC aparece como a 16ª brasileira da lista.

Entre as 10 primeiras colocadas estão universidades britânicas e americanas, além de uma suíça.

Índice é pior em relação ao último levantamento

Apesar do destaque, a posição da UFSC piorou em relação ao último ranking da Times Higher Education, referente aos anos de 2016 e 2017. No levantamento anterior, a instituição aparecia na faixa que compreendia das 601 às 800 melhores e era a 8ª brasileira da lista.

A pontuação geral caiu da faixa de 18,6-27,5 no último ranking para 15,6-21,4 no mais recente levantamento. Houve leve queda no quesito Ensino e importante declínio no indicar de receita. Os pontos em ensino e pesquisa também foram menores no último levantamento, passando de 25,3 para 25 e 12,4 para 10, respectivamente.

A UFSC já havia caído três posições no ranking de universidades da América Latina.

O reitor Luis Carlos Cancellier de Olivo estava nesta terça-feira num evento internacional em Portugal. Mas por meio da assessoria, manifestou a opinião de que o resultado no ranking foi positivo, porque a universidade se mantém entre as 1 mil mais importantes do mundo e está inserida no contexto internacional.

Para o país, no entanto, o levantamento atual incluiu mais instituições. No ranking de 2016-2017, o grupo era mais seleto, com apenas 27 universidades brasileiras.

Queda no número de alunos internacionais

Apesar de registrar aumento no número total de alunos na comparação com o levantamento anterior (de 33,3 mil no ranking 2016-2017 para 34,1 mil no de 2018), a UFSC teve queda na proporção de alunos internacionais. Enquanto no último levantamento eles representavam 3% da universidade, no ranking atual caiu para 2%.

Mas no quesito Visão Internacional, a pontuação subiu de 24,4 para 26,1. Esse é um critério importante para conceituação em rankings internacionais e indica o preparo e envolvimento da universidade em programas em conjunto com instituições estrangeiras.

Aumento de citações e equilíbrio entre homens e mulheres

A boa notícia para a UFSC é o crescimento no número médio de citações de pesquisadores da instituições em papers e artigos internacionais. A pontuação passou de 20,1 no ranking 2016-2017 para 23,6 agora.

A proporção de homens e mulheres entre os alunos da universidade também se igualou. Na listagem do ano passado, havia 44 mulheres para 56 homens. Agora, a taxa passou para 48 a cada 52 homens.

Leia também:
UFSC cai três posições em ranking de universidades da América Latina

Udesc abre inscrições para o Vestibular de Verão 2018

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioClaudinei promete que Avaí vai brigar até o final contra a queda https://t.co/Ow0heLT0Czhá 1 minutoRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioPrefeitura de Balneário Camboriú vai protestar dívidas em cartório https://t.co/BrBkmEwTBLhá 1 horaRetweet
O Sol Diário
Busca