Ministério Público questiona contrato de médicos sem concurso público em Itajaí - Cidades - O Sol Diário
 

Na Justiça22/11/2017 | 12h34Atualizada em 22/11/2017 | 12h34

Ministério Público questiona contrato de médicos sem concurso público em Itajaí

Promotoria chegou a recomendar ao município que evitasse outro tipo de contratação

Ministério Público questiona contrato de médicos sem concurso público em Itajaí Luiz Carlos de Souza / Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
Foto: Luiz Carlos de Souza / Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

O Ministério Público de Santa Catarina questionou na Justiça a contratação de médicos, enfermeiros e técnicos em radiologia que atuam no Centro Integrado de Saúde de Itajaí (CIS) através de processo seletivo, e não concurso público. O promotor Jackson Goldoni, da 9ª Promotoria de Justiça, já havia recomendado à prefeitura que não fizesse o contrato dessa maneira. Para o MPSC, não há previsão legal para a dispensa de concurso público.

A Secretaria de Saúde de Itajaí afirmou, em nota, que o contrato foi feito de maneira emergencial para garantir a abertura do CIS, inaugurado em agosto, diante da “precariedade da estrutura do antigo Pronto Atendimento”. Afirma, ainda, que o mesmo tipo de contratação é feito pelo Governo do Estado. Um concurso público está sendo preparado pela prefeitura.

O processo já passou pela fase de argumentação e agora aguarda decisão da Justiça.


Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioProfissionais do Avaí dão uma mãozinha para a Seleção em busca do Hexa https://t.co/LDRKveRSNGhá 12 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioChapecoense renova com promessa de 17 anos e multa sobe para R$ 120 milhões https://t.co/WjYS4vWIOchá 1 diaRetweet
O Sol Diário
Busca