Itajaí abre mão de fogos no Réveillon e aposta no Natal para atrair turistas - Cidades - O Sol Diário

Natal EnCanto10/12/2017 | 19h12Atualizada em 10/12/2017 | 19h12

Itajaí abre mão de fogos no Réveillon e aposta no Natal para atrair turistas

Atrações como corais prometem fazer a cidade entrar no circuito de turismo natalino

Itajaí abre mão de fogos no Réveillon e aposta no Natal para atrair turistas Marcos Porto / Divulgação/Divulgação
Foto: Marcos Porto / Divulgação / Divulgação

A prefeitura de Itajaí quer transformar o Natal em atração turística. A inspiração são cidades como Gramado (RS) e Blumenau, e a novidade concentrará todos os esforços _ e a verba _ de fim de ano. Para apostar no Natal, a Secretaria de Turismo abriu mão do show de fogos no Réveillon.

O secretário, Evandro Neiva, diz que a proposta é investir em um modelo que possa atrair visitantes e trazer retorno à cidade. Da mesma forma que a virada de ano atrai turistas à vizinha Balneário Camboriú.

A estreia do Natal EnCanto, no fim de semana, levou milhares de pessoas à praça da Igreja Matriz e emocionou o público. A programação de Natal traz à tona a forte representatividade artística de Itajaí. Apresentações de 20 corais da cidade, com mais de 600 integrantes, vão ocorrer até o Natal.

Na abertura, Papai Noel chegou de barco, encontrou as crianças no Mercado Público e seguiu até a Igreja Matriz, com um grupo de patinação artística. Pela primeira vez, a igreja que é cartão-postal de Itajaí tem também projeções mapeadas com efeitos especiais, que além de temas natalinos trazem elementos da cultura local.

A prefeitura inscreveu o projeto do Natal na Lei Rouanet. Mas conseguiu captar apenas R$ 100 mil, de um total de gastos de cerca de R$ 1 milhão_ contando a iluminação. A expectativa é reforçar o montante de arrecadação da iniciativa privada para o ano que vem.

Descarte

Quatro caçambas de lixo com material usado na iluminação de Natal em anos anteriores foram descartadas pela Secretaria de Obras de Itajaí. Segundo o secretário, Márcio Gonçalves, a maioria eram mangueiras com led. Foram vítimas do tempo e do acondicionamento, que acabou danificando boa parte do material.

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioLazaroni avalia Figueirense bem entrosado neste começo de Catarinense 2018 https://t.co/5F9WcsuzUthá 2 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioPronto para estreia pelo Avaí em 2018, Marquinhos projeta "aguentar o ano e ser útil" https://t.co/zeg2ii3NoDhá 2 horas Retweet
O Sol Diário
Busca