Saiba como vai funcionar o Documento Nacional de Identificação - Cidades - O Sol Diário
 

Cidadania digital06/02/2018 | 14h58Atualizada em 06/02/2018 | 15h14

Saiba como vai funcionar o Documento Nacional de Identificação

 Previsão é que documento que reúne CPF, título de eleitor e certidão de nascimento esteja disponível a partir de julho deste ano

Saiba como vai funcionar o Documento Nacional de Identificação Divulgação/
Foto: Divulgação
Diário Catarinense
Diário Catarinense

O governo federal lançou na segunda-feira o Documento Nacional de Identificação (DNI), que reúne diferentes registros civis em um único documento com validade em todo território nacional. A nova identificação dispensa a apresentação de outros papéis como CPF, certidão de nascimento, casamento ou título de eleitor. A previsão é que a população possa solicitar o DNI no início do segundo semestre deste ano.

A versão piloto começa a funcionar nesta semana, com a participação de servidores do Ministério do Planejamento,Desenvolvimento e Gestão e do Tribunal Superior Eleitoral, para que se possam sugerir eventuais ajustes, caso sejam necessários. 

Após a instalação do aplicativo gratuito em smartphones ou tablets nas plataformas Android e iOS, o servidor deverá comparecer ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para concluir o cadastro, que exige registro de identificação biométrica e validação de dados para dar início à geração do DNI.

Confira as perguntas e respostas sobre o tema:

O que é o Documento Nacional de Identificação?
O DNI vai reunir em um único documento CPF, título de eleitor, certidão de nascimento… E isso será feito de forma totalmente digital. Todos os seus dados ficarão reunidos em um aplicativo.

Quem pode solicitar o DNI?
A partir de julho, todos os cidadãos brasileiros já deverão ter acesso ao Documento Nacional de Identificação. Por enquanto, o DNI está em fase de testes e apenas servidores do Ministério do Planejamento e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) terão acesso ao documento.

Como solicitar o DNI?
O primeiro passo é baixar o aplicativo DNI, disponível para celulares e tablets com sistemas operacionais Android ou iOs. Depois, é só fornecer os dados solicitados para fazer um pré-cadastro no sistema. O aplicativo vai indicar os pontos de atendimento mais próximos onde o servidor deve ir para validar os dados cadastrais e a biometria.

E se meu celular for perdido ou roubado?
Não precisa se preocupar, ninguém poderá se passar por você. Depois de criar sua DNI, você vai cadastrar uma senha de acesso ao documento. Mesmo que alguém esteja na posse do seu celular, não vai conseguir abrir a sua DNI. Além disso, por motivos de segurança, o documento só pode ser cadastrado em um aparelho por vez.

Leia também:

Falso anúncio de aluguel de temporada: como se prevenir e o que fazer se for vítima

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioBrusque, Inter de Lages e Tubarão conhecem grupos da Série D 2018 https://t.co/Yy7slRxrnjhá 8 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioFigueirense tem reforços de Felipe Amorim e Jorge Henrique contra o Oeste https://t.co/ZfAXyKCC7Yhá 9 horas Retweet
O Sol Diário
Busca