Vista para o mar encanta clientes seletos no The Roof, em Florianópolis - Diversão & Estilo - O Sol Diário
 
 

Boates de luxo24/04/2014 | 15h05

Vista para o mar encanta clientes seletos no The Roof, em Florianópolis

Dinheiro não basta para ter acesso à casa, que foi inaugurada há seis meses. Listas são feitas durante a semana, e a preferência é dada para clientes e pessoas indicadas por eles

Vista para o mar encanta clientes seletos no The Roof, em Florianópolis Lio Simas/Divulgação
Anexo ao The Roof, o restaurante Black Sheep possui lustre e poltronas de couro Foto: Lio Simas / Divulgação

Uma vista estonteante para o mar a partir da cobertura do Hotel Majestic, na Capital. Assim é o The Roof, lounge bar com capacidade reduzida de 300 seletas pessoas. Inspirado nos roof tops da cidade de Nova York, sua localização é a primeira sensação impactante de glamour.

>> Veja a galeria de fotos e conheça as casas noturnas premium por dentro

Grandes atrações ou divulgação por promoters não fazem parte da estratégia de comunicação. E a discrição é incorporada até no projeto de decoração, assinado pelo arquiteto João Armentano. Em um espaço de 300 metros quadrados, ele criou 11 lounges que comportam 20 pessoas cada e um terraço que acomoda 50. Detalhes como sofás e poltronas de couro e um lustre complementam o cenário luxuoso

— Aqui é como se fosse um clube. Há clientes que frequentam sempre e têm lounge semanal. É bem exclusivo e fechado — explica Peterson Ungaretti, que divide a sociedade da casa noturna com Rodrigo Daux.

Durante a verão, o espaço abriu às quintas-feiras. Agora, o dia de funcionamento mudou para as sextas, das 23h às 5h. Por conta do horário e da localização privilegiada, muitos frequentadores dos lounges aproveitam também para se hospedar no hotel.

O público-alvo são jovens de 25 a 35 anos. Porém, dinheiro não basta para ter acesso à casa, que foi inaugurada há seis meses. Listas são feitas durante a semana, e a preferência é dada para clientes e pessoas indicadas por eles.

Restrito no acesso, mas aberto nos gêneros musicais, o local trabalha com o conceito open format, inspirado pelo som nova-iorquino de house, deep house e hip hop, com DJs residentes e convidados especiais.

E o que se viveu por lá fica no iPhone. Em um aplicativo próprio que só frequentadores têm acesso, são disponibilizadas fotos da balada e programação. Para um futuro próximo, o objetivo é implantar um sistema de reservas de mesas e lounges por meio do smartphone.

Anexo ao The Roof, o Black Sheep, restaurante do chef Emerson Kim, traduz uma culinária japonesa com conceito da cozinha fusion, integrando elementos de outras culturas ao cardápio de peixes. Em um ambiente reservado, o salão possui oito mesas e recebe até 35 pessoas. Atualmente, para conseguir jantar ali, a lista de espera é de uma semana. Kim é mundialmente conhecido por ter sido durante seis anos head chef do Nobu, famosa cadeia de restaurante japonês.

O sistema de som e luz do The Roof foi idealizado por Lonardi Dona, responsável pela iluminação da casa noturna paulistana D. Edge

DIÁRIO CATARINENSE

O Sol Diário
Busca