Veja a programação do Festival Palco Giratório em Florianópolis de 17 a 31/8 - Diversão & Estilo - O Sol Diário

Agende-se03/08/2016 | 10h32

Veja a programação do Festival Palco Giratório em Florianópolis de 17 a 31/8

Principal circuito de teatro do Brasil traz a Santa Catarina os principais grupos do país durante todo o mês de agosto


Intervenção Urbana Experimentos Gramíneos (SE) Foto: Marcio Lima / Divulgação

17/8, às 15h, no Teatro Sesc Prainha
Espetáculo O Rato, Cia. Pivete de Arte (Curitiba/PR)
Sinopse: Em um prédio antigo da cidade de Curitiba, um bebê e um rato compartilham uma barra de chocolate. Uma trama tecida no confronto entre o grotesco e o sublime, representados na relação entre o rato e o bebê. A narrativa remete a lógica dos contos de fadas clássicos, com seus personagens assustadores de um lado, e do outro a virtude representada pela vulnerabilidade a ser superada. A peça inverte o sentido óbvio da moral das fábulas para que o espectador não tenha compaixão, mas compreenda o sentido e a necessidade da tolerância. Roteiro é inspirado em uma situação corriqueira e complexa no mundo contemporâneo: crianças em situação de perigo por descuido dos pais.         Classificação: Livre / Duração: 40 minutos / Categoria: Teatro de Animação
 
17/8, às 20h, no Teatro Álvaro de Carvalho (TAC)
Espetáculo Pois é, Vizinha, Companhia de Solos & Bem Acompanhados (RS)
Sinopse: Adaptação de Deborah Finocchiaro do texto ¿Una Donna Sola¿, de Franca Rame e Dario Fo (Prêmio Nobel de literatura 1997), conta a história de Maria, uma dona de casa trancafiada em casa pelo marido ¿gauchão¿, que é obrigada a suportar o cunhado semi-paralítico e tarado, o ¿voyeur¿ do prédio vizinho, o tarado do telefone e o apaixonado rapaz que é professor de inglês. Um dia se depara com uma vizinha do prédio em frente e desabafa. Aos poucos, o simples cotidiano revela-se patético.
Classificação: 12 anos / Duração: 70 minutos / Categoria: Comédia

REAL, do Grupo Espanca (MG)Foto: Guto Muniz / Divulgação

18/8, às 20h, no Teatro Álvaro de Carvalho (TAC)
Espetáculo de dança Dúplice, Rodrigo Cruz e Rodrigo Cunha (Goiânia/GO)
Sinopse: A cena bruta, a lida, a luta. Do encontro de um bailarino-ator com um ator-bailarino surgem dois mercadores vendendo a mesma cena, dois artistas cênicos representando uma mesma mercadoria, dois pólos antagônicos e interdependentes. Com parco aparato tecnológico, a trama se desvela sustentada pela cumplicidade e o diálogo corporal, num jogo físico e rítmico, cênico e sonoro, alternando sons e silêncios. Duas pessoas distintas, dois únicos. Frente a frente, lado a lado, ora duo ora duelo. Um e outro, você e outro você, você e você mesmo. Dobrado, fingido, forjado. Dúplice.
Classificação: Livre / Duração: 55 minutos / Categoria: Dança

19/8, às 20h, no Teatro Álvaro de Carvalho (TAC)
Espetáculo GPS Gaza, Companhia de Solos & Bem Acompanhados (RS)
Sinopse: A Faixa de Gaza é conhecida mundialmente, seu nome é uma referência. Mas, mesmo com a grande repercussão do que lá ocorre, não é, nem de longe, a mais expressiva história de desapossamento, sofrimento e violência contra homens, mulheres e crianças. Para além da conjuntura política, econômica e religiosa, o espetáculo GPS GAZA trata das questões humanas desse tipo de experiência. Países como Ruanda, Bangladesh, Brasil, Venezuela, Filipinas e povos como curdos, armênios, judeus, palestinos, japoneses, tibetanos, sírios, entre tantos outros, foram usados pela História afora, servindo a interesses que não incluem o respeito à pessoa e suas necessidades. Enquanto a geografia se altera anunciadamente pelos meios de comunicação, o flagelo dos envolvidos é citada em gráficos e percentuais que afastam a realidade da dor. São os muros - concretos ou metafóricos -, sempre construídos para afastar o que não se quer ver, sentir ou saber. Assim, GPS GAZA não se debruça sobre judeus e palestinos, percorre o mundo - em grandes guerras ou nos conflitos cotidianos da convivência - onde até Deus é vendido de acordo com interesses políticos e econômicos. A GPS GAZA procura a Faixa de Gaza existente nas sociedades contemporâneas e dentro de cada um, aqui e agora.
Classificação: 14 anos / Duração: 60 minutos / Categoria: Teatro Adulto

19/8, às 11h, na Rua Felipe Schmidt - Centro de Florianópolis
Intervenção urbana: Luto, com Maycira Leão (SE)
Sinopse: Pedalando por entre pessoas e tráfego intenso [fuligem, poluição e canos de escape: CO2] uma bicicleta branca, guiada por uma figura feminina em vestido branco, segue solitariamente enquanto o negro que brota de sua boca insiste em incomodar. A travessia é lenta e a respiração, força vital que nos faz inflar e vibrar, impulsiona o movimento que reage ao ritmo frenético de nossas grandes cidades. A ruptura aproxima singelezas que nos tornam cúmplices.        
 
20/8, às 11h, na Rua Felipe Schmidt, Centro de Florianópolis
Intervenção Urbana Experimentos Gramíneos (SE)
Sinopse: Vestida com uma roupa construída a partir de pedaços de grama artificial, a performer desloca-se por ruas de intensa circulação de pessoas, com um regador de água, realizando um trajeto modelado pela interação com o público passante. A performance parte de uma estímulo inicial bem simples, dialogando com elementos da cultura popular e pop, e alcança espaços subjetivos inusitados, ganhando intensidade por meio do atravessamento transversal conquistado pelo contato.
Classificação: Livre / Duração: 120 minutos 

20/8, 20h, no Teatro Sesc Prainha
Espetáculo de dança Yi Ocre, Corpo de Arte Contemporânea (Manaus/AM)
Sinopse: Yi, termo Saterê Mawe que significa Terra, a respiração dos organismos, a vibração das células, o pulso vital. ¿Ocre¿ quer dizer cor do barro resultante da oxidação de solos amazônicos. Yi Ocre é a simbiose do meio e o homem, o nosso ponto em comum, um só sistema inseparável.
Classificação: 18 anos / Duração: 40 minutos / Categoria: Teatro Adulto

21/8, às 18h, no Sesc Florianópolis (Prainha)
Espetáculo Coisas que fazem o coração correr mais rápido, Paula Bittencourt (Florianópolis)
Sinopse: Eu e o Público colocados frente à frente. Com o objetivo de compartilharmos afetos e experiências. O público é convidado a visitar meu mundo, um de cada vez, para um breve encontro. A casa é o lugar de acolhimento, do afeto. Do encontro, lugar de afirmação e valorização do sujeito.
Classificação: 14 anos/ Categoria: Intervenção Urbana
           
21/8, às 20h, no Teatro Sesc Prainha
Espetáculo Rec(L)usadax, Elke Siedler (Florianópolis)
Sinopse: Rec(L)usadax é um projeto de pesquisa que visa o entrelaçamento da dança com a performance, música e artes visuais (movimento New Gotic). O solo trata de um corpo-vestígio, dos rastros dos desejos interrompidos, das ruínas do afeto, dos distanciamentos e deslocamentos de experiências para outros tempos. É o contexto das dissipações, do desmanche, do desfalecimento dos planos, do corpo reclusado em pensamento, recusado pela permanência, mas nunca recuado das relações: o movimento é gerador de história e futuro.
Classificação: 18 anos / Duração: 60 minutos

23/8, às 17h, no Centro de Florianópolis
Espetáculo Discursos Paralelos, Teatro em Trâmite (Florianópolis)
Sinopse: Três pessoas, três lugares, três discursos e um ponto em comum: a reflexão sobre o ser humano. Um pastor que não reza, um político que não pede votos, um artista que não quer ser aplaudido. Cada um procurando, a seu modo, um espaço para a ação humana no mundo contemporâneo. Terceiro espetáculo do projeto "Solo Fértil", Discursos Paralelos é um espetáculo de rua fragmentado em três momentos independentes. O projeto "Solo Fértil", do Teatro em Trâmite, une monólogos diferentes enquanto estética e concepção. 
Classificação: Livre / Duração: 50 minutos / Categoria: Teatro de Rua    
 

REAL, do Grupo Espanca (MG) Foto: Guto Muniz / Divulgação

23/8, às 20h, no Teatro Sesc Prainha
Diga que você está de acordo! – Máquina Fatzer, Teatro Máquina (CE)
Sinopse: Na oportunidade de fugir da 1ª Guerra Mundial, quatro soldados alemães se veem confinados numa casa, à espera de uma possível revolução. Em meio ao conflito e às condições sigilosas de refugiados, o grupo tenta chegar a um consenso, em paródia à formação dos sovietes. Entre as figuras, Fatzer é o egoísta. Na encenação do Teatro Máquina, o grupo dá forma à narrativa com tensão, engajamento físico e construção/destituição de uma língua inventada. O espetáculo parte de fragmentos do Fatzer, escrito por Brecht entre 1926 e 1931. 
Classificação: 18 anos / Duração: 55 minutos / Categoria: Teatro Adulto

24/8, às 15h, no Teatro Sesc Prainha
Espetáculo História Horripilante, Teatro em Trâmite (Florianópolis)
Sinopse: Uma contação de histórias de terror para as crianças. Trabalhando com o universo do terror, o grupo brinca com o lúdico e conta a história de Igor, um corcunda mal-humorado e do seu melhor amigo: sua mão, chamada Igor.
Classificação: 14 anos / Duração: 50 minutos / Categoria: Infantojuvenil

24/8, às 20h, no Teatro Pedro Ivo
Espetáculo A Gigantea, Cia Les Trois Cles Brasil (RJ)
Sinopse: Em uma região desértica de um país imaginário, o menino Makou vive com sua mãe. Todos os dias ele sai à procura de água. Certa manhã Makou é sequestrado por um tirano, líder de um exército de seres híbridos (homens/bestas), que o recrutam à força e o transformam em um menino soldado. Começa, então, sua luta por sobrevivência e seu nomadismo. A inocência o abandona mas, em sonho, ele procura reconquistar a infância e reencontrar A Gigantea, a raiz que fornece água, o ouro azul.           
Classificação: 10 anos / Duração: 60 minutos / Categoria: Teatro de Animação

25/8, às 20h, no Teatro Sesc Prainha
Espetáculo A Luva e a Pedra, Teatro em Trâmite (Florianópolis)
Sinopse: A Luva e a Pedra e¿ um mono¿logo teatral original escrito pelo ator argentino que vive em Madrid, Quique¿ Ferna¿ndez. Nesta montagem, que foi dirigida e adaptada por Andre¿ Francisco, ator e diretor do grupo Teatro em Tra¿mite, a aposta e¿ sobre o trabalho do ator e a simplicidade da montagem. ¿A Luva e a Pedra¿ conta a histo¿ria de Nelson Santos e fala da sua memo¿ria de uma e¿poca passada: o interior da Franc¿a, onde viveu, seu ambiente, seus valores, anedotas sobre o que aconteceu com ele, deixando-nos conhecer uma se¿rie de personagens que influenciaram a vida do nosso protagonista. Em um momento da sua trajeto¿ria, encontramos Andre¿, que sera¿ fundamental para o futuro de Nelson e para a conclusa¿o da sua histo¿ria. A Luva e a Pedra faz uma reflexa¿o sobre destino e liberdade: no¿s escolhemos nosso futuro? 
Classificação: 18 anos / Duração: 50 minutos / Categoria: Teatro Adulto

26/8, às 20h, no Teatro Sesc Prainha
Espetáculo Benedita, Cia Sino (Salvador/BA)
Sinopse: O espetáculo traz à tona a preservação de Patrimônio Imaterial Cultural com humor e densidade quando leva o público a conhecer de perto Benedita, uma misteriosa senhora contadora de histórias. Ela carrega uma gigantesca trouxa na cabeça. Em meio aos panos que traz, existem roupas sujas de cores vivas. Benedita conta a historia dessas indumentárias especiais - peças que marcaram sua vida centenária. Sua apresentação é um ritual de passagem que passeia entre o trágico e o cômico para a construção de uma personagem genuinamente brasileira. Uma mulher-mito, contadora de histórias, lavadeira-curandeira-bruxa-feiticeira, em seu limite de vida. Com uma declarada relação com o misticismo e com o indizível ela perpassa o curandeirismo e a espiritualidade. Benedita tece destinos através dos casos que conta, relatando uma história arquetípica e mitológica.             
Classificação: 12 anos / Duração: 60 minutos / Categoria: Teatro Adulto

27/8, às 20h, no Teatro Sesc Prainha
Espetáculo Adaptação, Teatro de Açúcar (Brasília/DF)
Sinopse: O espetáculo conta a história de personagens num momento de adaptação como meio de sobrevivência: Um diretor teatral frustrado que não consegue sair de uma crise criativa e decide mudar de profissão; Uma atriz recém-chegada à cidade grande que precisa se acostumar à solidão do novo estilo de vida; Uma transexual que adaptou seu corpo para poder seguir vivendo nele; Um dinossauro que não sabe se sobreviverá às adaptações da espécie. Todos estão unidos por um drama em comum: o medo de morrer, se transformar, deixar de existir... como se um escritor escrevesse ou adaptasse suas histórias, recriando, agregando e, o mais temível, eliminando personagens. 
Classificação: 10 anos / Duração: 60 minutos / Categoria: Teatro Adulto

28/8, às 20h, no Teatro Ademir Rosa (CIC)
Espetáculo A.N.J.O.S, Cia Cênica Nau de Ícaros (SP)
Sinopse: Premiada e reconhecida pelos espetáculos infantis, a Nau de Ícaros volta a produzir um espetáculo para crianças depois de dez anos. Dessa vez, decidida a voar alto, feito A.N.J.O.S. A história de Nuno e seus amigos Ana, Nico, Jonas, Olivia e Suriá, a divertida ¿gangue¿ dos A.N.J.O.S. fala de perdas e da aventura que é crescer de maneira sutil e divertida. Uma jornada quarto adentro, de brincadeira em brincadeira, os personagens vão puxando histórias, remendando pensamentos, consertando medos, navegando pela imaginação.
Classificação: Livre / Duração: 60 minutos / Categoria: Infantojuvenil
 
29/8, às 15h, no Largo da Catedral, Centro

Espetáculo A Casatória c'a Defunta, Cia. Pão Doce de Teatro (Mossoró/RN)
Sinopse: A Casatória C'a Defunta, conta de modo lúdico e divertido as peripécias de quem já partiu desta vida para uma melhor e dos que ainda respiram por esses ares. Cinco atores em ¿pernas-de-banco¿ levam a magia para as ruas a partir da história do medroso Afrânio, que está prestes a casar-se com a romântica Maria Flor, mas acidentalmente casa-se com a fantasmagórica Moça de Branco, que o conduz para o submundo. Lá, o jovem fará valorosos amigos e aprenderá uma grande lição. O Espetáculo tem direção, cenário e figurino de Marcos Leonardo de Paula e Texto e Música originais de Romero Oliveira.          
Classificação: Livre / Duração: 50 minutos / Categoria: Teatro de Rua

30/8, às 20h, no Teatro Sesc Prainha
Espetáculo OraMortem, In-Próprio Coletivo (Cuiabá/MT)
Sinopse: OraMortem é um momento inesperado, um delírio disparado no encontro da Velha com o Menino. Dois personagens se fragmentam em reflexos e projeções para expor aquilo que não cabe, que escapa das clausuras do espaço-tempo. A proximidade da morte como sintoma de vida. O corpo dela transborda e o espaço inundado está na iminência de derramar.               
Classificação: 12 anos / Duração: 40 minutos / Categoria: Teatro Adulto

31/8, às 20h, no Teatro Sesc Prainha
Espetáculo A Outra Casa, Tempo Companhia Teatral LMPR (RJ)
Sinopse: Juliana, uma neurologista de sucesso, tem um lapso de memória numa apresentação para uma plateia de médicos. A partir deste episódio, ela vai sendo impulsionada a rastrear sua lucidez através de embates com seu marido, sua médica, com as lembranças de sua filha e consigo mesma. A Outra Casa, texto inédito no Brasil do autor norte-americano Sharr White, é um thriller emocional que nos convida a montar um quebra-cabeça acompanhando a trajetória de aceitação e transformação de Juliana ao relembrar e assimilar os acontecimentos de seu passado. Ser sujeito da própria transformação a partir da elaboração da história pessoal é o desafio proposto à protagonista, à nossa equipe de criação e a você, nosso espectador.            
Classificação: 16 anos / Duração: 90 minutos / Categoria: Teatro Adulto         

OFICINAS 
As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pessoalmente na central Relacionamento com Clientes do Sesc em Florianópolis.
 
|| 1 e 3/8, 14h às 17h, na Sala Multiuso do Sesc em Florianópolis (Prainha)
Oficina de teatro com o Grupo Espanca
Inscrições pelo link: https://goo.gl/a23axM.
 
|| 4/8, 14h às 18h, na Sala Multiuso do Sesc em Florianópolis (Prainha)
Oficina ¿O Corpo Pândego¿, com Grupo Pândega de Teatro (São Paulo/SP)

|| 6/8, 13h às 19h, na Sala Multiuso do Sesc em Florianópolis (Prainha)
Oficina ¿O Jogo do Palhaço – Técnica¿, com Grupo Trampulim (Belo Horizonte/MG)
 
|| 9/8, 15h às 19h, na Sala Multiuso
Oficina ¿Da cidade à cena: texto, vídeo e atuação a partir de elementos do real¿, com Grupo Teatro Carmin (Natal/RN)

|| 23/8, 15h às 19h, na Sala Multiuso
Oficina ¿O ator, o objeto e o boneco na cena contemporânea¿, com Cia Les Trois Cles Brasil (Rio de Janeiro/RJ)
 
|| 28/8, 10h às 13h e 14h às 17h, na Sala Multiuso
Oficina ¿Musicalização para atores e não-atores¿, com Cia. Pão Doce de Teatro (Mossoró/RN)

O Palco Giratório ocorre em quatro endereços, além dos espetáculos na rua: 

Teatro Ademir Rosa (Av. Irineu Bornhausen 5.600, Agronômica)
Teatro Álvaro de Carvalho (Rua Marechal Guilherme, 26, Centro)
Teatro Pedro Ivo (Rod. SC 401, 4.600, Saco Grande)
Teatro Sesc Prainha  (Travessa Syriaco Atherino, 100, Centro)

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioPolícia localiza carro que atropelou triatleta na SC-401 https://t.co/cVWjHO7f9Ohá 2 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioEleições 2016: RBS TV promove debate entre candidatos a prefeito de Joaçaba https://t.co/B5TbQPid4phá 2 horas Retweet
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros