Cia Mútua, de Itajaí, leva espetáculos teatrais para cidades com menos de 15 mil habitantes - Diversão & Estilo - O Sol Diário

Cultura para todos14/09/2016 | 09h04Atualizada em 14/09/2016 | 09h17

Cia Mútua, de Itajaí, leva espetáculos teatrais para cidades com menos de 15 mil habitantes

Projeto pretende levar o teatro para pessoas que, por fatores econômicos e geográficos, acabam ficando às margens do circuito cultural

Cia Mútua, de Itajaí, leva espetáculos teatrais para cidades com menos de 15 mil habitantes Divulgação/Divulgação
Teatro de animação Um Príncipe Chamado Exupéry será apresentado na sexta-feira em Canelinha Foto: Divulgação / Divulgação

Até o fim de setembro, a companhia teatral Cia Mútua, de Itajaí, leva sete espetáculos de seu repertório para sete cidades catarinenses com até 15 mil habitantes. Com programação gratuita, o projeto Circulação de Repertório: O Teatro vai ao Público pretende levar o teatro para pessoas que, por fatores econômicos e geográficos, acabam ficando às margens do circuito cultural.

Veja a programação completa do projeto O Teatro vai ao Público, que passa por sete cidades catarinenses
Feira do Livro de Rio do Sul tem mais de 50 atividades culturais gratuitas
"Sempre acreditei em Pequeno Segredo para dialogar com o Oscar", conta David Schurmann

A companhia, fundada em 1993, já colocou o pé na estrada antes, quando fez projetos de circulação pelo Estado em 2011 e 2014, com foco na região Oeste. Desta vez, o grupo visitará cidades do Sul e Norte de Santa Catarina. Na última semana, já passou por Alfredo Wagner e agora segue para Canelinha, Apiúna, Balneário Barra do Sul, Pescaria Brava, Nova Veneza e Jacinto Machado.

— São todas cidades inéditas, onde a gente nunca se apresentou. O que a gente percebe é que, justamente pela cidade ser tão pequena, menos produções circulam por ali, e a recepção é muito boa — explica Mônica Longo, uma das integrantes junto com Guilherme Peixoto e Laura Correa.

Um dos espetáculos do repertório, o premiado teatro de animação Um Príncipe Chamado Exupéry, que será apresentado na sexta-feira em Canelinha, é inspirado na vida do escritor francês Antoine de Saint-Exupéry, entre 1926 e 1944, quando, antes de se tornar famoso por seu romance O Pequeno Príncipe, trabalhou pilotando frágeis aviões postais.

Outro destaque da programação é A Caixa, um também premiado espetáculo de teatro de bonecos livremente inspirado no livro Clown, do autor inglês Quentin Blake. A peça está em cartaz em Apiúna na próxima terça-feira (20).

— Temos espetáculos adultos, de bonecos, outros mais cômicos. Em Pescaria Brava, por exemplo, vamos levar Exílio(s), que é voltado para o público feminino, então fechamos parcerias com grupos de mães e mulheres. Nós procuramos atingir a camada da população ao qual ele é destinado — explica Mônica.

Além dos espetáculos, a companhia também promove, em Canelinha e em Balneário Barra do Sul, a Oficina de Sensibilização para as Formas Animadas, que tem o objetivo de sensibilizar os participantes para a animação de objetos e é direcionada a arte-educadores ou interessados. Ministrada por Guilherme Peixoto, tem duração de três horas e as inscrições, gratuitas, podem ser feitas na secretaria de educação dos municípios.

 

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioPolícia localiza carro que atropelou triatleta na SC-401 https://t.co/cVWjHO7f9Ohá 2 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioEleições 2016: RBS TV promove debate entre candidatos a prefeito de Joaçaba https://t.co/B5TbQPid4phá 2 horas Retweet
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros