Jim Carrey é acusado de ter comprado os remédios usados no suicídio da ex-namorada - Diversão & Estilo - O Sol Diário

Gente19/09/2016 | 17h01Atualizada em 19/09/2016 | 17h01

Jim Carrey é acusado de ter comprado os remédios usados no suicídio da ex-namorada

Segundo site norte-americano, o ex-marido da maquiadora abriu o processo contra o ator, que teria adquirido os medicamentos por meio de um pseudônimo

Jim Carrey é acusado de ter comprado os remédios usados no suicídio da ex-namorada Jason Merrit - AFP/AFP
Foto: Jason Merrit - AFP / AFP

O ator Jim Carrey teria sido acusado judicialmente no caso do suicídio de sua ex-namorada, a maquiadora Cathriona White, segundo o site norte-americano TMZ. O processo é do ex-marido de Cathriona.

Em setembro de 2015, quando a jovem de 28 anos morreu, a causa foi overdose de remédios e algumas pílulas foram encontradas perto do corpo. Os medicamentos teriam sido comprados por meio de um pseudônimo do ator – as celebridades nos Estados Unidos têm o hábito de usarem outros nomes em receitas médicas por questões de privacidade. Entre os frascos, tinham pílulas para insônia, analgésicos e remédios para tratamento de problemas no coração e pressão. Todos foram prescritos pelo mesmo médico, segundo o site.

Namorada Jim Carrey teria cometido suicídio

Entre as acusações, estaria o fato de Carrey, mesmo sabendo dos problemas de depressão e tentativas de suicídio anteriores de Cathriona, ter entregue a medicação para a ex-namorada. O ator ainda não se manifestou.

Na véspera da morte, a maquiadora publicou o seu último tweet: "Deslogando do Twitter, espero que tenha sido uma luz para os meus queridos". Ela também deixou uma carta de suicídio dirigida a Carrey, referindo-se ao final do relacionamento.

 
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros