Bem Estar Global traz serviços de saúde gratuitos a Florianópolis - Diversão & Estilo - O Sol Diário

Participe24/11/2016 | 07h33Atualizada em 24/11/2016 | 09h11

Bem Estar Global traz serviços de saúde gratuitos a Florianópolis

Apresentadora do programa da Globo, Mariana Ferrão, estará na Capital nesta sexta-feira para a ação que ocorrerá na Beira-Mar Continental

Bem Estar Global traz serviços de saúde gratuitos a Florianópolis Zé Paulo Cardeal/TV Globo/Divulgação
Foto: Zé Paulo Cardeal / TV Globo/Divulgação

A partir das 8h desta sexta-feira, a Beira-Mar Continental de Florianópolis vai receber a ação "Bem Estar Global", do programa matinal da Rede Globo sobre saúde. Além de a atração ser gravada ao vivo, uma série de serviços serão disponibilizados gratuitamente para a população. A apresentadora e jornalista Mariana Ferrão também estará na área e garante que está ansiosa para reencontrar os manezinhos.

— Floripa é uma cidade linda. Combina com o Bem Estar. Você olha para todos os cantos e tem vontade de cuidar da cidade e de se cuidar — disse a jornalista. E alguém discorda?

Segundo a apresentadora, o Bem Estar Global vai seguir o mesmo estilo de quando o evento ocorreu na Beira-Mar Norte, com a presença de seu colega, o apresentador Fernando Rocha, em janeiro de 2015. A ação é uma iniciativa da Rede Globo e do Sesi e vai trazer exames de glicemia, aferição da pressão arterial e medição da circunferência abdominal gratuitos para quem estiver presente. Além de dicas de médicos sobre câncer de próstata, cuidados com incontinência urinária e doenças do coração.  

— A ideia é fornecer a maior quantidade de exames úteis à população. Ao longo desse tempo de ¿Bem Estar Global¿, a gente percebeu que as pessoas realmente precisam destes atendimentos. Muita gente não tem acesso a certos exames. A gente já mostrou no programa um caso de uma pessoa que descobriu um câncer de pele inicial durante uma ação do Bem Estar Global – relatou a apresentadora, que comandará a atração das 10h às 11h, com a parceria dos jornalistas da RBS TV Mariana Paniz e Marcelo Siqueira

A ação contará com a participação especial do grupo de pagode Só Pra Contrariar. Além da transmissão ao vivo, a programação da manhã no palco principal inclui treinamentos de primeiros socorros, alongamento, aula de zumba e um talk show com médicos especialistas.

 À tarde, o público vai curtir Dazaranha, o samba do grupo Número Baixo e o sertanejo de Dan Costa, representante de Santa Catarina no The Voice Brasil 2016.

O que vai rolar no ¿Bem Estar Global¿:

::: Dosagem de glicemia, aferição da pressão arterial e medição da circunferência abdominal;

::: Teste do olhinho e acuidade visual;

::: Orientação jurídica, educação em direitos e atendimento especializado à população vulnerável de Florianópolis sobre questões ligadas ao direito à saúde;

::: Orientações sobre a campanha Mude de Lado, de prevenção às lesões por pressão (escaras), cuidados com os pés e incontinência urinária;

::: Orientações sobre câncer de próstata, diagnóstico e tratamento pós-cirúrgico;

::: Check up vascular, ultrassom de carótidas.

Serviço:

O quê: Bem Estar Global
Quando: Sexta-feira, dia 25 de novembro, das 8h às 14h
Onde: Av. Beira-Mar Continental
Quanto: De graça, gente!

Entrevista com Mariana Ferrão

Foto: ZÉ PAULO CARDEAL / TV Globo/Divulgação

Hora — O Bem Estar é conhecido por desvendar alguns mitos da saúde. Quais foram as principais dicas que você ouviu pelo programa e adotou em sua rotina diária?

Mariana — São seis anos de programa, então muita coisa mudou. Eu tinha crises horríveis de enxaqueca e consegui controlar depois do Bem Estar. Eu tomava muitos medicamentos, chegava a ficar uma semana com dor de cabeça, daquelas horrorosas, de não ter vontade de sair do quarto escuro. Um belo dia, um neurologista foi ao programa e disse que, quando a gente toma medicamento demais, ficamos mais suscetíveis a dor. Ele me propôs fazer um teste e cortar durante uma semana todos os medicamentos que eu tomava. E o resultado agora, depois de seis anos de programa, é que posso contar nos dedos as vezes que eu tomei remédio para dor de cabeça. Eu me curei da enxaqueca com o Bem Estar.

Eu também descobri que sou intolerante a lactose. A gente fez um programa sobre o tema no primeiro ano. Eu já tinha tentado cortar algumas coisas que me faziam mal, mas eu achava que ainda tinha algo estranho. Descobri no Bem Estar que alguns adoçantes continham lactose. Era isso que estava me fazendo mal. Cortei o adoçante e melhorei para caramba.

Isso sem contar na minha vida de mãe. Acho que me tornei uma mãe, ao longo do programa, menos encanada. Realmente me preocupo com o que de fato importa. O mais importante nos primeiros mil dias do bebê é, justamente, o vínculo, o carinho, o afeto com a criança.

Hora — Na sua opinião, qual o tema que o público mais gosta no programa?

Mariana — Comida. Sem dúvida. Seja para falar de hábitos alimentares, dieta, ou até sobre intestino preso. Sempre que falamos de comida, atrai demais a atenção das pessoas. A comida está muito presente no nosso dia a dia. Sempre estamos pensando nisso. E fora que as pessoas querem perder alguns quilos.

Hora — O programa te ajudou a fazer mais exercícios e a cuidar melhor de sua alimentação?

Mariana — Mais ou menos. Eu já tinha uma alimentação equilibrada. Meus hábitos alimentares mudaram aos 15 anos, quando minha mãe descobriu que tinha pressão alta e começamos a ter alimentos mais saudáveis em casa. Até os 15, tínhamos uma alimentação bem gordurosa, com muita fritura, chocolate, sorvete. Eu fui uma criança gordinha. Mas então mudamos tudo.

Já sobre atividade física, eu mudei recentemente, mas não teve muito a ver com o programa, e mais com minha licença maternidade. Tive um desencanto pela questão tradicional do exercício mais puxado, de suar. Foi um momento que eu não podia fazer, tinha de ter certos cuidados no pós-parto. Então faço mais trabalho corporal, com dança. Mas sinto falta de malhar um pouco mais. Está faltando tempo (risos).

Hora — Quais são as dicas da Mariana do Bem Estar para uma vida mais saudável?

Mariana — Uma coisa que a gente precisa muito hoje em dia: se conectar mais com você mesmo, e menos com a, digamos assim, tecnologia a sua volta. Tentar ficar mais conectado com o seu corpo, ver o que ele precisa. Tem tanta coisa que nos distrai e que nos tira atenção, que às vezes a gente não percebe do que estamos realmente precisando. A gente precisa de um momento mais calmo para se alimentar melhor, para ir ao banheiro, para resolver seu problema de sono, e desconectar da tecnologia antes de dormir, para relaxar de fato.

Outra dica, uma coisa que eu tenho feito bastante e que tem mudado minha vida, e que temos falado no Bem Estar: meditar. E quando eu digo meditar, significa estar mais presente. Por exemplo, quando você está tomando banho, perceba que está tomando banho. Tem gente que acorda, e já está pensando na primeira reunião do dia, como vai fazer para levar o filho para escola, no marido, e não está ali tomando banho. Essa é uma dica fundamental para conseguir lidar com o estresse, que está demais nos dias atuais e para ajudar na primeira dica, que é de se conectar mais com nós mesmos. 

 
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros