Donald Trump chama Meryl Streep de "superestimada" e "puxa-saco de Hillary" após discurso no Globo de Ouro - Diversão & Estilo - O Sol Diário

Resposta09/01/2017 | 11h55Atualizada em 09/01/2017 | 11h55

Donald Trump chama Meryl Streep de "superestimada" e "puxa-saco de Hillary" após discurso no Globo de Ouro

Atriz ganhou troféu especial e fez discurso atacando o presidente americano

Donald Trump chama Meryl Streep de "superestimada" e "puxa-saco de Hillary" após discurso no Globo de Ouro Drew Angerer / Getty Images / AFP/Getty Images / AFP
Foto: Drew Angerer / Getty Images / AFP / Getty Images / AFP

O recém-eleito presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, não demorou para responder às críticas de Meryl Streep, feitas durante seu discurso na entrega do Globo de Ouro, na noite de domingo. Como de costume, o empresário milionário foi ao Twitter e chamou a atriz de "puxa-saco de Hillary" e "uma das atrizes mais superestimadas de Hollywood".

Streep, proeminente partidária de Hillary, criticou Trump por sua retórica belicosa ao receber um prêmio por sua carreira na cerimônia em Los Angeles no domingo. "Meryl Streep, uma das atrizes mais superestimadas de Hollywood, não me conhece, mas me atacou na noite passada no Globo de Ouro", tuitou Trump.

Leia mais:
Meryl Streep faz emocionado discurso anti-Trump no Globo de Ouro
Com sete prêmios, La La Land é o grande vencedor do Globo de Ouro
Globo de Ouro 2017: veja os melhores looks da noite

A veterana atriz, três vezes vencedora do Oscar, criticou algumas posições de Trump e, recordando o episódio em que o então candidato republicano zombou da condição física do repórter Serge Kovaleski, do New York Times, dirigiu-se a jornalistas para convidá-los a salvaguardar a verdade.

Em uma série de tuítes, Trump escreveu: "Ela é uma puxa-saco de Hillary que perdeu muito. Pela centésima vez, nunca 'parodiei' um repórter deficiente (nunca faria isso), mas apenas o mostrei 'rastejante' quando ele mudou totalmente uma história que tinha escrito há 16 anos, a fim de me fazer ficar mal".

Logo após o discurso de Meryl Streep, o presidente norte-americano já havia sido ouvido pelo jornal The New York Times e disse que a atriz é "apaixonada por Hillary" e que "não fica surpreso" com as críticas dos "liberais do cinema".

*Com AFP

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioMarquinhos fala da volta de Kozlinski aos titulares do Avaí: "Confiança do grupo ele tem" https://t.co/u033a8eZuzhá 1 horaRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioTécnico do Figueirense exalta grupo e diretoria: "Fizemos uma família" https://t.co/TgxY1wi2Tuhá 3 horas Retweet
O Sol Diário
Busca