Pop Gay e cantora Lexa ganham o público na terceira noite de Carnaval de Florianópolis - Diversão & Estilo - O Sol Diário

Carnaval 201727/02/2017 | 22h36Atualizada em 28/02/2017 | 11h05

Pop Gay e cantora Lexa ganham o público na terceira noite de Carnaval de Florianópolis

No concurso, foram eleitas a mais elegante Beauty Queen, Monyque Ogaua, e a mais bem caracterizada Drag Queen, Elektra

Pop Gay e cantora Lexa ganham o público na terceira noite de Carnaval de Florianópolis Charles Guerra/Agência RBS
Foto: Charles Guerra / Agência RBS

A festa da diversidade. Assim foi a 24ª edição do Pop Gay, que levou cerca de 40 mil pessoas para a terceira noite do Carnaval de rua de Florianópolis, com shows e atrações que fizeram a alegria do público no palco montado na Avenida Paulo Fontes, Centro da Capital. A cantora Lexa foi a atração principal além, claro, do Concurso Pop Gay, que elegeu Monyque Ogaua, de São paulo, como Beauty Queen, e a gaúcha Elektra, que atualmente mora na Itália, como a melhor Drag Queen. 

As duas categorias da competição tinham critérios distintos: a mais elegante Beauty Queen tinha como critérios beleza, fantasia e desfile. Já para a melhor Drag Queen, foram considerados fantasia e desfile. Cada uma foi premiada com uma faixa e R$ 2 mil reais. 

As inscrições foram feitas na hora por 25 participantes. O concurso foi apresentado por Selma Light, que anunciou os desfiles após shows de drags, aulões de dança e apresentações de grupos de DJs trans e da casa noturna Conca Club.

Foto: Charles Guerra

Entre as participantes do concurso, uma delas era a jovem Fedora. B., 18 anos, que participou pela primeira vez do evento na categoria de mais bem caracterizada drag queen. Antes do desfile, disse que iria buscar por boa classificação:

— A expectativa era ganhar, mas se não der, tenho que ficar bem classificada.

Morgana Milaze, 22 anos, também devidamente caracterizada, preferiu não participar do concurso este ano. O motivo? Disse estar "feia" para disputar o título de uma das duas premiações do Pop Gay 2017.

Mas nem só de participantes do concurso está o palco do Carnaval Skol em Florianópolis no dia do Pop Gay. Famílias inteiras também prestigiaram o evento. Foi o caso de Luciane Matos, 38 anos, que saiu de Coqueiros, no Continente, com a filha e amigas para curtir pela segunda vez o Pop Gay.

— A gente vem para curtir todas as atrações da festa — conta.

O movimento na região central de Florianópolis nesta terceira noite está menor do que nas duas noites anteriores, quando 140 mil e 170 mil pessoas passaram pela região, no sábado e domingo de Carnaval, respectivamente. Mesmo assim, milhares de pessoas voltam a circular pelas ruas do entorno das praças XV de Novembro e Fernando Machado.

Foto: Charles Guerra

Leia também:

Coloninha festeja na comunidade após anúncio da vitória

Confira como ficou a apuração das escolas de samba da Capital

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioHercílio Luz fica mais próximo do acesso e briga esquenta na outra semi https://t.co/oChe7OqIRrhá 8 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioConcórdia e Hercílio Luz ficam mais próximos do acesso à elite de SC https://t.co/KgVBHKWZmKhá 9 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros