Rei do sambalanço - Orlandivo, músico que inspirou Jorge Ben, era de Itajaí e sonhava tocar em SC - Diversão & Estilo - O Sol Diário

Luto09/02/2017 | 16h13Atualizada em 09/02/2017 | 16h13

Rei do sambalanço - Orlandivo, músico que inspirou Jorge Ben, era de Itajaí e sonhava tocar em SC

Cantor e compositor morreu na última quarta-feira, aos 79 anos. Ele ficou famoso nos anos 1950 e 1960. Produtora catarinense Novelo Filmes começaria a gravar em março um doc sobre a vida do músico

Rei do sambalanço - Orlandivo, músico que inspirou Jorge Ben, era de Itajaí e sonhava tocar em SC Michele Diniz/Divulgação
Foto de Orlandivo feita em novembro de 2016 pela equipe da produtora de Florianópolis Novelo Filmes Foto: Michele Diniz / Divulgação

Referência do sambalanço, músico que elevou um molho de chaves ao status de instrumento, Orlandivo morreu na madrugada de quarta-feira (8) no Rio de Janeiro, aos 79 anos, em decorrência de complicações de uma pneumonia. O cantor, compositor e percussionista inspirou músicos como Jorge Ben Jor, Elza Soares e Wilson Simonal. O que pouca gente sabe, no entanto, é que ele era catarinense.

Nascido em Itajaí, Orlandivo começaria a gravar em março com a produtora Novelo Filmes, de Florianópolis, um documentário sobre sua vida e obra. Com a morte inesperada, a diretora Cíntia Domit Bittar e a equipe lamentam a perda e agora estão estudando como contar a história do músico, cujo sonho era tocar, pelo menos uma vez, em Santa Catarina, sua terra natal.

O projeto de longa-metragem No (Sam)balanço de Orlandivo, da Novelo, foi contemplado com edital de baixo orçamento da Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura (SAv/MinC), em parceria com a Agência Nacional do Cinema (Ancine) de 2016 como uma das propostas mais bem pontuadas do país.

 — Fomos pegos de surpresa. O dinheiro era para ter sido depositado em março do ano passado. Em decorrência do novo governo, da extinção e depois a volta do MinC, o repasse atrasou e recebemos apenas no final de novembro. Sempre reforçamos junto à Ancine de que se tratava de um personagem já idoso — lamenta Cíntia.

As gravações com Orlandivo estavam previstas para março deste ano. Em novembro do ano passado, foi a última vez que a equipe o visitou no Rio.

— Ele estava animado. As músicas dele sempre foram cantadas pelos outros. E a proposta do filme era finalmente dar voz a ele. O mais triste é que ele não poderá assistir.

Percussionista das chaves

Nascido em Itajaí (SC), em 1937, Orlandivo Honório de Souza se mudou com a família aos 11 anos para o Rio de Janeiro, onde mais tarde seria conhecido como "o sambista da chave" e tocaria em parceria com o maestro Ed Lincoln, com quem criou o hit Palladium.

Teve pelo menos 200 músicas interpretadas e regravadas por nomes como Wilson Simonal, Dorival Caymi, Elza Soares, Jorge Ben, Os Baianos e os Novos Caetanos, Funk Como Le Gusta, Clube do Balanço.

Leia também
Filme coproduzido entre SC e Argentina terá première no Festival de Miami 
Patrimônio histórico, Cine Ritz é reformado para abrigar curso pré-vestibular 
Coletivo lança edição extraoficial do Salão Nacional Victor Meirelles

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioJustiça extingue ação do MPF contra o maior residencial do país em Balneário Camboriú https://t.co/MnhT9P1tPahá 4 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioJustiça extingue ação do MPF contra o maior residencial do país em Balneário Camboriú https://t.co/kVXdsGQUXnhá 5 horas Retweet
O Sol Diário
Busca