Cia Mafagafos dá oficina de livros-brinquedo em Joaçaba e prepara curso de contação de histórias - Diversão & Estilo - O Sol Diário

Literatura 07/03/2017 | 10h28Atualizada em 07/03/2017 | 10h28

Cia Mafagafos dá oficina de livros-brinquedo em Joaçaba e prepara curso de contação de histórias

Grupo também lança o "Livro de Brinquedo" e participa de sessão de autógrafos na quinta-feira

Cia Mafagafos dá oficina de livros-brinquedo em Joaçaba e prepara curso de contação de histórias Robson Andrade/Divulgação
Os contadores de histórias Aline Maciel e Sig Schaitel Foto: Robson Andrade / Divulgação

Contadores de histórias. É assim que a Cia Mafagafos, dos músicos Aline Maciel e Sig Schaitel, de Florianópolis, autodefine-se. A nova empreitada da dupla é a oficina Livros-brinquedo: contar e brincar, que já passou por Florianópolis e Lages e nesta terça-feira será ministrada para professores e coordenadores da educação infantil em Joaçaba.

— Trata das possibilidades de contar histórias e fazer leituras desses livros, que é bem desafiadora e diferente dos livros que a gente encontra por aí de literatura para crianças — explica Aline.

— Desde os tempos mais antigos contar histórias é uma prática social levada adiante por diversas pessoas em todas as partes do mundo. Atualmente a gente percebe que vem ganhando espaço nas escolas, bibliotecas, encontros, festivais e publicações, justamente por seus aspectos artístico, dinâmico e lúdico. A contação de histórias dialoga com diversas artes, como música, teatro, literatura, e isso desperta o interesse e a imaginação — completa.

Em Joaçaba, haverá também uma sessão de autógrafos e lançamento do Livro de Brinquedo, da Cia Mafagafos, publicação lançada em setembro de 2016 pelo Selo Armazém Letërsi, da Cultura e Barbárie Editora . O evento será na quinta-feira (9), às 18h, no Sesc Joaçaba. O livro poderá ser adquirido por R$ 30.

Um livro-brinquedo é uma obra que possui projeto gráfico e materiais diferente dos do livro convencional, podendo, por exemplo, ser lido de uma maneira mais livre. No caso do Livro de Brinquedo, a obra reúne três pequenos livros que exploram as várias potencialidades do formato com dobraduras para criar, desenvolver e desdobrar as narrativas de diferentes maneiras. O formato dos livros é criação de Aline e os textos são de Sig.

— Como contadores de histórias contemporâneos, a gente desenvolve um trabalho que envolve leitura, pesquisa, aprimoramento de técnicas, promoção e difusão da cultura e leitura, educação, cidadania. É uma atividade capaz de estabelecer com muita facilidade um vínculo afetivo entre o contador e o público — finaliza.

Para o primeiro semestre de 2017, a dupla vai relançar a segunda edição de seu primeiro livro,  Cada um conta de um jeito, também sobre contação de histórias. O lançamento será junto com um curso online sobre o assunto, que está em processo de elaboração.

Leia também
Premiada peça O Jardim, da cia. paulista Hiato, está em cartaz em Florianópolis
Agenda-se: 14 BIS toca em Floripa e Blumenau e mais 6 eventos pelo Estado

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioZé Love deve ficar de fora, e Milton Cruz não dá sinal de escalação do Figueirense https://t.co/gQdMbThdAChá 1 horaRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioPedro Castro destaca parceria com Simião no meio de campo do Avaí: "Estamos bem entrosados" https://t.co/XDRGJAyfPxhá 2 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros