Desenho e aquarela: Nestor Jr se destaca no circuito de SC e tem trabalhos expostos em Paris - Diversão & Estilo - O Sol Diário

Artes28/03/2017 | 03h00Atualizada em 28/03/2017 | 09h18

Desenho e aquarela: Nestor Jr se destaca no circuito de SC e tem trabalhos expostos em Paris

Artista de 33 anos, natural de Penha, toca em temas tabus como a nudez e o erotismo

Desenho e aquarela: Nestor Jr se destaca no circuito de SC e tem trabalhos expostos em Paris Felipe Carneiro/Agencia RBS
Foto: Felipe Carneiro / Agencia RBS

Processos criativos de artistas sempre incitam curiosidade: o que os inspira, a escolha de temas, qual o sentimento ao pintar determinada forma. Na maioria das vezes, não se separa o criador da criatura — ainda que a interpretação de quem consome uma obra seja individual. Ao levar para o papel e para telas formas fluidas (que bem lembram o movimento do mar), mulheres corpulentas, homens magros, corpos nus em proporções exageradas, Nestor Jr põe para fora seus processos caóticos.

Ele expressa vivências e interpretações subjetivas de sua história pessoal: a do garoto franzino aficionado pelo cabelo da mãe que não se reconhecia no padrão da cidade onde se criou, Penha, litoral Norte de Santa Catarina, ou a do artista que, agora mais maduro, volta-se para o passado com olhar afetuoso e de aceitação. Aos 33 anos, Nestor Jr ocupa mais e mais espaço no circuito das artes de Santa Catarina, com um trabalho consistente de desenho e aquarela.

É exatamente esse tocar sem medo em questões ainda tabu para muitas pessoas, como a nudez e o erotismo, que tem chamado atenção, inclusive, da crítica nacional e internacional. Neste mês, ele celebrou dois importantes reconhecimentos: a seleção de três obras suas para a exposição coletiva Só Cabeças, no Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA); e a exposição de seis aquarelas no 11º Drawing Now Paris – Le Salon du Dessin Contemporain (Salão do Desenho Contemporâneo, em tradução livre), na Capital francesa. Seus trabalhos foram expostos da última quinta-feira até ontem junto com 400 artistas do mundo, numa mostra que enalteceu a diversidade da produção mundial de desenho dos últimos 50 anos.

Foto: Felipe Carneiro / Agencia RBS

QUEM É NESTOR JR?

Nestor Jr foi criado em Penha. Mudou-se para Blumenau em 2002, onde atuou com ilustração para moda e publicidade e, com isso, vislumbrou uma maneira de trabalhar com o que gostava, o desenho. Graduou-se em Publicidade e, no último ano de faculdade, começou a expor seus trabalhos.

— Cresci no interior e não tinha incentivo em casa. Passei por todas as questões da adolescência, o bullying por ser gay... E naturalmente fui buscar atividades solitárias, como o desenho. Comecei a levar mais a sério aos 14 anos, quando fui ao cinema pela primeira vez. Assistia aos filmes e reproduzia as cenas — lembra.

Depois de oito anos em Blumenau, morou na França, onde estudou francês e gravura. Na volta, em 2011, desembarcou direto em Florianópolis. Foi nessa época que começou a trabalhar com a Galeria Cor – especializada em arte urbana e que fechou as portas em 2015 – e outras três galerias de arte, uma delas a baiana RV Cutura e Arte, com a qual tem parceria até hoje.

Foto: Nestor Jr / Divulgação

Mais maduro e com trabalho reconhecido pelo público, Nestor Jr hoje seleciona melhor o quê, onde e como expor seu trabalho. Desde 2013, ministra oficinas de aquarela – já ensinou em mais de 40 cidades do país. A próxima em Florianópolis será n ´O Sítio, na Lagoa da Conceição, nos dias 1º e 8 de abril.

Além de Santa Catarina, já expôs em São Paulo, Curitiba, Montes Claros (MG), Porto Alegre, Belo Horizonte e Salvador, bem como França, Portugal e Espanha. Foi destaque em publicações na Colômbia, Suíça, Estados Unidos e Itália.

Aquarela é a técnica principal do artista

Sua obra pessoal sempre foi identificada com temas do corpo e da natureza.

— Minha produção pessoal sempre foi a mesma. A profissional era outra coisa. Eu não estudei artes visuais, então meus processos são sempre caóticos. As coisas são muito orgânicas — analisa.

PARA ENTENDER O UNIVERSO CAÓTICO DE NESTOR JR 

CABELO
"Sempre tive obsessão por isso. Quando mais novo, já queria ter cabelo grande. Lembro de ficar brincando com o cabelo da minha mãe"

EROTISMO
"Desde criança me inspira curiosidade. A coisa do corpo e de naturalizar o nu. A intenção não é chocar, mas naturalizar"

Foto: Nestor Jr / Divulgação


CORPO
"Tem a ver com a coisa da negação do espaço e das pessoas. O corpo é a única coisa que pertence a cada indivíduo"

ÁGUA
"O mar... Meu pai era pescador, e a figura dele era estranha em casa, porque ele ficava muito tempo fora, em Santos. O mar tinha a metáfora de trazer o sustento, ao passo que tirava o pai de perto"


No Instagram
Ele tem 12,6 mil seguidores. Acompanhe:@nestorjrarts

No Instagram do artista, os processos de criação da série "Sambaquis" Foto: Nestor Jr Art / Reprodução

Leia também
Sesc promove sessões grátis das animações do japonês Hayao Miyazaki em SC
Fernando Lindote é finalista do prêmio Marcantonio Vilaça de Artes Plásticas

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioGrêmio larga na frente, cede empate ao São Paulo e diferença para o líder agora é de oito pontos https://t.co/xnrAeJVEBzhá 5 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioQuem são os condenados por Moro que o TRF4 absolveu https://t.co/p4ItAiYcxkhá 6 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros