"Realmente, algumas músicas não cairiam bem hoje em dia", reconhece Falcão - Diversão & Estilo - O Sol Diário

I'm Not Dog No30/03/2017 | 14h00Atualizada em 30/03/2017 | 15h40

"Realmente, algumas músicas não cairiam bem hoje em dia", reconhece Falcão

Cantor apresenta stand up musical em Santa Catarina. Ele ficou famoso pelo estilo brega e letras de duplo sentido e diz que o mundo está careta

"Realmente, algumas músicas não cairiam bem hoje em dia", reconhece Falcão Divulgação/Divulgação
Foto: Divulgação / Divulgação

Os fãs do brega podem comemorar – o cantor cearense Falcão, que nos anos 1990 ficou famoso com letras de duplo sentido e o girassol na lapela, apresenta o stand up musical Altamente Mais ou Menos pela primeira vez em Itajaí, Florianópolis e Joinville.

— Fico sentado, fico em pé, toco violão, é uma mistura de stand up com musical acústico. Apresento minhas músicas conhecidas e algumas novas, e vou contando histórias sobre as próprias canções, sobre as pessoas, ou só tiro onda mesmo, e às vezes improviso — explica Falcão em conversa com o DC por telefone.

Antes de ficar famoso com músicas bregas e cheias de trocadilhos, Falcão foi arquiteto. Como também compunha, os amigos começaram a "dar corda" e incentivá-lo a gravar. Ele começou, então, a cantar nos bares de Fortaleza (já com o visual extravagante que o deixou famoso) e em 1992 lançou seu primeiro disco, Bonito, Lindo e Joiado.

— Sempre ouvi de tudo, admirava muito os caras do brega pelo bom humor, além do sofrimento, traição e das história de chifre, tem um humor muito legal. Também ouvia muita música nordestina, rock e MPB. Quando eu vi, minhas primeiras músicas já eram nesse estilo. O pessoal começou a rotular de brega e eu achei legal.

Letras polêmicas

Há quase 30 anos, ninguém ligava, mas é só dar uma lida em algumas letras antigas de Falcão para encontrar piadinhas homofóbicas e machistas. Se algumas dessas músicas fossem lançadas hoje, elas gerariam no mínimo um bom debate nas redes sociais.

— Realmente, tem algumas músicas que tenho a impressão que hoje em dia não cairiam bem. Hoje tem uma patrulha muito maior. O mundo deu uma guinada pro lado careta da história. Mas eu acho interessante, eu acho legal, é um sinal de que o pessoal tem mais canais pra falar, e a internet é um deles. As pessoas têm o direito de esculhambar quem quiser. Mas continuo apresentando minhas músicas — defende-se.

Relembre algumas pérolas (suaves) de Falcão:

Um padre certa vez me disse:
"O que não é bom certamente é mau
O que não é doce com certeza é fel
E o que não é inferno talvez seja o céu"

Onde Houver Fé, Que Eu Leve A Dúvida

Ê meu amigo!
Chifre é como assombração
Geralmente, aparece pra quem tem medo

A Esperança É A Única Que Morre

E sendo eu um grande entendido no assunto,
eu paro e vejo como tem gente besta no mundo.
E sinto quão sábia é a vaca,
que segue cagando e andando pra não fazer ruma.

A Besteira É A Base Da Sabedoria

Se fosse fácil como realmente é
Se fosse perto todo mundo ia
Se grito resolvesse, porco não morria
É preciso que tudo mude pra que tudo continue igual

Amanhã Será Tomorrow

Agende-se
O quê: Falcão apresenta Altamente Mais ou Menos
Quando: quinta-feira (30/3) em Itajaí, sexta-feira (31/3) em Florianópolis e sábado (1/4), às 21h, em Joinville
Onde: Itajaí:Teatro Municipal (Rua Gregório Chaves, 111 - Fazenda). Florianópolis: Teatro Pedro Ivo (Rodovia SC 401, 4600 - KM 05). Joinville: Teatro Juarez Machado (Avenida José Vieira, 315, América)
Quanto: Itajaí e Florianópolis: R$70, no Blueticket. Joinville: R$70, disponível no site Ticket Center. Desconto de 40% para sócio e acompanhante do Clube do Assinante na compra do ingresso antecipado

Leia mais:

Galeria El Clandestino, de Joinville, expõe arte na nuvem e na estrada

Show de Ney Matogrosso em Florianópolis está com ingressos quase esgotados

Desenho e aquarela: Nestor Jr se destaca no circuito de SC e tem trabalhos expostos em Paris


 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioDupla é detida após assaltar padaria no Centro de Blumenau https://t.co/m4B5VLrb1Zhá 55 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioPolícia Civil vai investigar agressão contra professora em Indaial https://t.co/fy5jBPvwxfhá 1 horaRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros