Social Good Brasil Lab está com inscrições abertas até domingo - Diversão & Estilo - O Sol Diário

Empreendedorismo social24/03/2017 | 14h56Atualizada em 24/03/2017 | 18h11

Social Good Brasil Lab está com inscrições abertas até domingo

Pré-aceleradora convoca aqueles que buscam impactar a sociedade

Social Good Brasil Lab está com inscrições abertas até domingo Divulgação/Social Good Brasil
Foto: Divulgação / Social Good Brasil
Diário Catarinense
Diário Catarinense

De cada três jovens, dois desejam se tornar empreendedores. Isso é o que diz uma pesquisa realizada com 6 mil jovens ao redor do mundo pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro. Abrir o próprio negócio é uma opção cada vez mais presente na vida de quem não se identifica com as propostas oferecidas no mercado de trabalho ou para quem quer dar um novo rumo para a carreira.

O dinheiro já não é mais uma prioridade, o que importa é impactar positivamente a sociedade. O desafio do jovem empreendedor é conseguir conciliar retorno financeiro com propósito. O Social Good Brasil Lab, laboratório pioneiro no apoio a ideias de impacto, impulsionou 349 empreendedores de todo o Brasil a validarem seus modelos de negócio e está com as inscrições abertas para edição de 2017. O prazo para participar da iniciativa termina dia 26 de março, pelo site www.sgb.org.br/lab. Em 2016, foram 22 participantes de Santa Catarina. 

Um exemplo de quem encontrou no empreendedorismo social uma opção de viver num mundo mais preocupado com as questões ambientais, colaborativo e com oportunidades para todos, é o do mineiro Roberto Novaes, que busca combater o vírus da dengue, zika e chikungunya. Quando se inscreveu para o SGB Lab, já havia criado a tecnologia e validado alguns processos. No entanto, ainda não sabia como gerar impacto social. Durante o ano de 2016, ele testou o projeto em diferentes comunidades buscando apoio tanto da população quanto do governo e conseguiu impactar mais de 100 mil pessoas. 

O SGB Lab funciona como uma pré-aceleração de ideias de diferentes estágios para pessoas que querem empreender iniciativas que contribuam para resolver problemas da sociedade. A edição 2017 terá encontros online e presenciais, 96 horas de imersão na Grande Florianópolis, uma das regiões consideradas polo tecnológico do Brasil e uma das melhores para se fazer negócio. Diferente de outros modelos de aceleração, o Lab tem custos de hospedagem e alimentação incluídas nas atividades presenciais. Os encontros trazem metodologias inovadoras como Design Thinking, Startup Enxuta e Modelo de Negócio Canvas, alinhados a muitas propostas "mão na massa". 

Para os 50 selecionados, há uma taxa de participação que será revertida para fundos de investimento semente, que serão entregues ao final para três ideias de destaque. No entanto, há a possibilidade de bolsas de inscrição e auxílio viagem, que deverão ser solicitadas durante o processo seletivo mas serão analisadas após todas as etapas para os selecionados para o laboratório.

Segundo Carolina de Andrade, diretora-executiva do Social Good Brasil e mentora do laboratório, é uma oportunidade para quem deseja ter um novo olhar sobre si e as formas de empreender. 

— Construímos e validamos a metodologia do Lab ao longo de seis turmas. Participar do Lab é uma forma de ter acesso à uma rede que acredita no seu potencial e pode ajudar a alavancar a sua ideia — conta. 

Ela, que também é mãe, ressalta a importância do ambiente como um local acolhedor para as empreendedoras com filhos pequenos, que podem trazê-los para os encontros e tê-los por perto enquanto buscam empreender em algo novo que faça sentido com o seu momento de vida.

Sobre o Social Good Brasil
Organização referência em inovação social, promove o uso das tecnologias, novas mídias e do comportamento inovador para contribuir com a solução de problemas da sociedade. É liderança no país do movimento global Plus Social Good, encabeçado por um grupo de organizações como Fundação das Nações Unidas e tem como parceiros master a Fundação Telefônica Vivo e Instituto C&A, parceiros Sênior Engie e parceiros do Lab Cidade Pedra Branca, Fundação Affonso Brandão Hennel e Par Mais.

Serviço
O quê: Inscrições SGB Lab até 26 de março de 2017
Datas dos encontros presenciais:
#sejoga - 1º, 2, 3 e 4 de junho
#vaicomtudo- 3, 4, 5 e 6 de agosto
#mostrapromundo - 7, 8 e 9 e 10 de outubro
Onde: Cidade Pedra Branca, Grande Florianópolis/SC
Quanto: Inscrição gratuita. Selecionados para o Lab pagam uma taxa que será revertida 100% para os próprios participantes.
> Empreendedores e ONGs - R$ 900,00
 > Empresas (acima de 30 funcionários) e órgãos públicos - R$ 1.800,00
Mais informações e inscrições: sgb.org.br/lab

Leia também:
Diretora-executiva do Social Good Brasil dá quatro dicas para você se tornar um empreendedor social

Santa Catarina tem 140 mil pessoas envolvidas com empreendedorismo social

Festival Social Good Brasil, em Florianópolis, será um evento inclusivo

A vez das empresas que valorizam o social

Referência em empreendedorismo online, Neil Patel dá cinco dicas para criar um negócio na internet

Profissões criativas ganham espaço no mercado informal

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioGrêmio larga na frente, cede empate ao São Paulo e diferença para o líder agora é de oito pontos https://t.co/xnrAeJVEBzhá 1 horaRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioQuem são os condenados por Moro que o TRF4 absolveu https://t.co/p4ItAiYcxkhá 2 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros