Viagem da Família Schurmann para a Ásia é tema da série Expedição Oriente, da National Geographic  - Diversão & Estilo - O Sol Diário

Aventura no oceano12/04/2017 | 11h00Atualizada em 12/04/2017 | 11h00

Viagem da Família Schurmann para a Ásia é tema da série Expedição Oriente, da National Geographic 

Produção dirigida pelo cineasta David Schurmann estreia no dia 25 de abril e terá 11 episódios

Viagem da Família Schurmann para a Ásia é tema da série Expedição Oriente, da National Geographic  Família Schurmann/Divulgação
Foto: Família Schurmann / Divulgação
Diário Catarinense
Diário Catarinense

A série Expedição Oriente, que vai mostrar a viagem da Família Schurmann até a Ásia em busca de informações sobre a teoria de que os exploradores chineses teriam sido os primeiros a navegar ao redor do mundo, conhecendo lugares como Caribe, América do Sul e Antártica décadas antes dos europeus, estreia no dia 25 de abril, às 22h30, no National Geographic. A produção, com 11 episódios de uma hora cada, é dirigida pelo cineasta David Schurmann, filho de Vilfredo e Heloísa. 

A bordo do veleiro sustentável Kat - que, além de homenagear a caçula da família que faleceu em 2006, tem sistema de geração de energia limpa por meio de eólicos, painéis solares e hidro geradores, compactador de lixo reciclável, sistema de tratamento de esgoto, reaproveitamento de lixo orgânico e até uma horta orgânica a bordo -, a família atravessou os mares durante dois anos. A expedição nasceu após o estudo da história do navegador português Fernão de Magalhães, conhecido por idealizar, no século XVI, a primeira viagem ao redor do globo. Ele afirmava ter dados sobre diferentes rotas marítimas que não constavam nos documentos oficiais da época. 

Gavin Menzies, um oficial da Marinha inglesa, em seu livro 1421: o ano em que a China descobriu o mundo, apresenta pesquisas que o levaram à origem desses mapas e expõe a teoria de que os chineses foram os precursores das viagens de descobrimentos. Segundo a tese, em 1421, uma esquadra zarpou da China para uma jornada de dois anos. Os navios chineses teriam aportado na América 70 anos antes de Colombo, viajada pelo mundo um século antes de Magalhães, descoberto a Antártica, chegado à Austrália 320 anos antes de Cook e descoberto a longitude 300 anos antes dos europeus. 

Foto: Família Schurmann / Divulgação

Para tentar desvendar essa teoria, a Família Schurmann viajou por 812 dias no mar e quase 50 escalas feitas até o retorno ao ponto de partida, em Itajaí. Ao todo, o veleiro Kat navegou cerca de 50 mil quilômetros, passando pelos quatro oceanos.

Outra produção do cineasta catarinense David Schurmann é uma websérie com as atrizes Paloma Bernardi, Carolina Oliveira e Rhaisa Batista, que vão passar duas semanas num barco e mostrar a rotina nas redes sociais. 

Leia mais:

Trabalho de David Schurmann, diretor de Pequeno Segredo, repercute na imprensa internacional

Família Schurmann volta para casa após 812 dias de Expedição Oriente



 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioSC tem 35% das obras de escolas e creches financiadas com verba federal paralisadas ou em atraso https://t.co/GySWzIBGThhá 1 horaRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioTécnico da Chapecoense lamenta gol no final mas elogia time https://t.co/fG3RWfc6pWhá 8 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros