Com pré-estreia de "Peixonauta - O Filme", Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis começa neste sábado - Diversão & Estilo - O Sol Diário

vamos?30/06/2017 | 04h00Atualizada em 30/06/2017 | 04h00

Com pré-estreia de "Peixonauta - O Filme", Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis começa neste sábado

Tradicional mostra voltada às crianças terá 70 filmes exibidos gratuitamente e 80% da programação formada por animações

Com pré-estreia de "Peixonauta - O Filme", Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis começa neste sábado Peixonauta/Reprodução
Série de TV Peixonauta vira longa e terá pré-estreia no sábado Foto: Peixonauta / Reprodução

Importante para a formação de público e na promoção de diferentes culturas e pontos de vista por meio da sétima arte, a Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis chega a 16ª edição neste sábado, no Teatro Pedro Ivo, na Capital e vai até o dia 9 de julho. Totalmente gratuito – inclusive a pipoca –, o evento vai exibir cerca de 70 filmes do Brasil e do mundo. Aos fins de semana, tem uma programação intensa aberta ao público. De segunda a sexta, a Sessão Escola vai levar 6 mil crianças para assistir aos filmes – 3 mil delas de escolas públicas e com transporte pago pela Mostra. São esperadas 15 mil pessoas, 5 mil a mais do que o ano passado.

— A maioria das crianças nunca nem foi ao cinema. O cinema é proibitivo, é caro. Então é um convite para todos. E o Teatro Pedro Ivo fica com um ambiente muito agradável durante os fins de semana do evento. Tem biblioteca, livraria, lojinha, café no jardim — conta Luiza Lins, diretora geral da Mostra.

No primeiro dia, ocorre a pré-estreia nacional da animação Peixonauta – O Filme, com a presença da diretora Célia Catunda para uma conversa após a sessão. O longa é inspirado na série infantil homônima, que estreou no Discovery Kids, em 2009. Peixonauta é um agente secreto, que vive incríveis aventuras para proteger o meio ambiente.

— A Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis é o lugar ideal para a pré-estreia do filme. Além de formar público, levanta várias discussões importantes, como as dificuldades específicas de financiamento e distribuição que estas produções encontram — comenta Célia. Leia a entrevista completa com a diretora

O Escaravelho do Diabo é baseado no famoso filme infantil  Foto: Aline Arruda / Divulgação

O primeiro fim de semana ainda terá exibição de outros dois longas nacionais, Jonas e o Circo Sem Lona, de Paula Gomes, e O Escaravelho do Diabo, de Carlo Milani. Também faz parte da programação uma sessão Anima Mundi, com animações produzidas no Brasil e em países como República Tcheca, Alemanha e Reino Unido. Cerca de 80% dos filmes selecionados neste ano são animação, um recorde.

— É atípico. Acho que tem a ver com o investimento em animação no país. Os filmes brasileiros, aliás, são destaque este ano. Mas vale também citar as sessões de longas internacionais. O longa alemão Fiddlesticks, de Veit Helmer, foi dublado especialmente para a Mostra. O diretor queria tanto trazer o filme que fez a dublagem lá na Alemanha. Dá para perceber as crianças falando português com sotaque alemão. Isso mostra o carinho que quem trabalha com crianças tem — empolga-se Luiza.

A Mostra é a única voltada ao público infantil no país que dá prêmios em dinheiro para os filmes brasileiros vencedores – são quatro categorias, no valor de R$ 5 mil. No último dia, serão anunciados os contemplados, um deles escolhido por um júri formado por crianças. Além disso, haverá pela primeira vez uma sessão especial de curtas para jovens na Fiesc (quinta-feira, às 9h), uma mostra itinerante que vai passar por escolas do Norte da Ilha e pela Serte (entidade que atende crianças e idosos), oficinas de cinema para crianças, sessões com legendas para surdos aos fins de semana e uma sessão de curtas com libras e audiodescrição ao vivo neste sábado, às 16h30min.

A programação completa pode ser vista no site da Mostra

Para os grandes

O Encontro Nacional do Cinema Infantil ocorre neste sábado, no Cinema do CIC, com a participação de representantes da Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura e Agência Nacional do Cinema (Ancine). No sábado e domingo, haverá também uma oficina de roteiro audiovisual voltado à infância, com Gabriella Mancini, coordenadora de roteiros da Conspiração Filmes.

— A gente já pode começar a pensar em um polo de produção de cinema infantil aqui, pois Santa Catarina sempre se destaca. Nossa ideia é fomentar o mercado audiovisual. Na oficina, participarão 20 realizadores do Estado. Vendo toda a situação do país, sinto que a gente está num momento de dar um passo para trás e começar a cuidar mais das crianças — comemora Luiza.

Integra ainda a programação adulta o Fórum de Cinema e Educação para professores da rede municipal, que vai abordar A Cor da Cultura, projeto do Canal Futura voltado à valorização dos saberes afro-brasileiros. O evento começou na quinta-feira e termina nesta sexta.

Agende-se
Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis
Quando: de sábado (1º) até 9 de julho
Onde: Teatro Pedro Ivo (Rodovia SC 401, Km 15, n° 4600, Saco Grande, Florianópolis)
Quanto: gratuito

Leia mais:

Cigana milagreira: documentário desvenda os mistérios da cigana Sebinca Christo, de Lages

Andrey Lehnemann: uma indicação de filme nacional e a escassez no Netflix

"Ele tem uma vontade imensa de viver aquilo que não viveu", diz Dan Stulbach sobre Eugênio 

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioIncêndios no Rio Vermelho e Moçambique são controlados, mas áreas ainda exigem atenção https://t.co/iPphkmqD72há 12 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioJoinville e Florianópolis fazem a final do basquete em cadeira de rodas https://t.co/zIdKUhhpBkhá 12 minutosRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros