Festival Itajaí em Cartaz terá apresentações de 16 grupos de teatro, exposições e sarau - Diversão & Estilo - O Sol Diário

Agende-se02/06/2017 | 03h10Atualizada em 02/06/2017 | 03h10

Festival Itajaí em Cartaz terá apresentações de 16 grupos de teatro, exposições e sarau

Tradicional festival chega à 11ª edição e mostra um panorama da consolidada produção da região

Festival Itajaí em Cartaz terá apresentações de 16 grupos de teatro, exposições e sarau Espetáculo Mergulho/Divulgação
Espetáculo "#Mergulho", da Eranos Círculo de Arte, leva projeções audiovisuais para o palco Foto: Espetáculo Mergulho / Divulgação

Itajaí é a cidade de Santa Catarina com o maior número de companhias de teatro profissionais. Se foi a arte que estimulou o público ou o público que criou seus artistas, ninguém tem a resposta. Fato é que em mais uma edição, a 11º, o festival Itajaí em Cartaz demonstra o potencial dessa arte na região. O evento começa amanhã e segue até a próxima sexta com 23 atrações.

O festival é promovido pela Rede Itajaiense de Teatro, entidade formada por oito grupos, que este ano inovou ao convidar outras companhias, coletivos e artistas da própria cidade a participar. O Itajaí em Cartaz, portanto, mostrará um panorama da produção da região —  criação pautada pelas experimentações cênicas e dramaturgia contemporânea.

— Na cidade, temos grupos com mais de 20 anos de trajetória, outros ainda bem jovens. Mas são artistas que trabalham com estéticas e linguagens bem diferentes — diz a atriz Andrea Rosa, da Cia Experimentus — grupo formado há 18 anos.

No total, Itajaí conta com 16 grupos que trabalham profissionalmente com teatro, um número expressivo se considerar a população de 209 mil habitantes. E o trânsito de artistas em diferentes companhias permite diálogo de ideias e conceitos.

O espetáculo #Mergulho, da Eranos Círculo de Arte, em cartaz na próxima quinta-feira, é um exemplo. A montagem indicada para crianças de um a seis anos trabalha com elementos audiovisuais e contou com a direção de Max Reinert, ator, diretor e dramaturgo que integra a Téspis, companhia que está há mais de 20 anos na estrada e é uma das mais respeitadas em Santa Catarina.

Homenagem a Mauro Caelum

O Itajaí em Cartaz deste ano homenageia o poeta e artista plástico Mauro Caelum. Sempre presente nas plateias do festival, ele morreu em setembro do ano passado, aos 57 anos, e deixou um legado artístico reconhecido pela cidade.

— Teremos rodas de conversa — e uma delas será na casa-ateliê onde ele morava, além de exposição, sarau e outras homenagens — adianta o ator Charles Augusto, um dos coordenadores do evento.

AGENDE-SE

Das 23 atrações, selecionamos 4 espetáculos que são destaque na programação. 

Primeiro Milagre, 
do Grupo Risco de Teatro

Foto: Cláudia Sachs / Divulgação

Baseada em obra de Dario Fo, toca em temas como segregação racial, fome e diferença de classes . Narra os primeiros anos da vida de Jesus. O Grupo Risco existe há quatro anos e tem pesquisa consistente na linguagem cômica  e contemporânea. Espetáculo da noite de abertura. Classificação: 12 anos
|| Sábado, às 20h, no Teatro Sesc Itajaí 

Dois Amores e um bicho, 
da Cia Experimentus

Foto: Zé Paiva / Divulgação

O grupo tem 18 anos de história, um dos mais antigos de Itajaí. Neste espetáculo, revisita obra do venezuelano Gustavo Ott e conta história de uma família às voltas com o passado e o presente. Em jogo perverso, eles encenam e reencenam incidentes que melhor seriam se ficassem esquecidos. Classificação: 14 anos
|| Terça, às 20h, na Casa da Cultura Dide Brandão

Como Apavorar Monstros,
do Coletivo Sem Título

Foto: Ruca Souza¿ / Divulgação


A peça revisita o mito da inocência infantil para investigar os jogos de poder que dão condições ao processo de monstrificação do outro, o estrangeiro. Um texto que toca em feridas contemporâneas e é bem executada pela companhia que existe há apenas quatro anos. Classificação: 14 anos
|| Quarta, às 20h, na Casa da Cultura Dide Brandão 

#Mergulho,
da Eranos Círculo de Arte

Foto: Max Reinert / Divulgação


Espetáculo para crianças de 1 a 6 anos conta a história de duas pessoas que vivem em universos diferentes, ele na terra e ela no mar. Elogiado pela crítica, tem projeções audiovisuais e mostra o trabalho da Eranos, grupo que pesquisa teatro de rua, animação, performance e poesia.
|| Quinta, às 14h, na Casa da Cultura Dide Brandão

Leia também
Programação completa do 11º Itajaí em Cartaz 

Um roteiro por 20 pontos culturais de Itajaí

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioGrávida de 37 semanas é morta a facadas em Palhoça https://t.co/8lI0Wf18hIhá 6 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioPrefeitura de Itajaí vai comprar vagas em creches particulares https://t.co/lC91PRDyzyhá 7 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros