Com 175 projetos contemplados, Edital Elisabete Anderle vai renovar a cena artística em Santa Catarina - Diversão & Estilo - O Sol Diário

Política Cultural08/08/2017 | 10h16Atualizada em 08/08/2017 | 10h16

Com 175 projetos contemplados, Edital Elisabete Anderle vai renovar a cena artística em Santa Catarina

Grupos como o Cena 11 Cia de Dança, o festival Ri Catarina ou o Museu Anita Garibaldi, em Laguna, terão recursos para executar obras guardadas na gaveta

Com 175 projetos contemplados, Edital Elisabete Anderle vai renovar a cena artística em Santa Catarina Cristiano Prim/Divulgação
Cena de Protocolo Elefante, do Cena 11. O grupo foi contemplado com R$ 100 mil na categoria Dança Foto: Cristiano Prim / Divulgação

É hora dos artistas desengavetarem projetos e do público se preparar para consumir cultura. Com a divulgação dos contemplados no edital Elisabete Anderle na última semana, aquelas ideias guardadas há tempos e só esperando a oportunidade financeira para viabilizá-las começam a ocupar as agendas artísticas em todo o Estado. O edital é a principal ferramenta de estímulo e fomento à cultura de Santa Catarina. Serão distribuídos R$ 5,6 milhões de recursos do Governo do Estado para os 175 selecionados em 11 modalidades.

Uma das surpresas desta edição foram as poucas inscrições na categoria Dança, modalidade artística que é vocação do Estado e que, no entanto,  teve apenas 148 inscrições.

— Foi a categoria com menos projetos inscritos — afirma Ivan Carlos Schmidt Filho, Gerente de Projetos Culturais da FCC e coordenador da Comissão de Organização e Acompanhamento (COA) do edital.

Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, em Joinville, foi contemplado também na categoria Dança Foto: Julio Cavalheiro / Agencia RBS

Companhias tradicionais foram contempladas, caso do Cena 11, um dos mais importantes grupos de dança contemporânea do Brasil, que receberá o maior prêmio da categoria, no valor de R$ 100 mil. E até a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, já mantida com ajuda do Governo do Estado, foi contemplada com o projeto Experiências Catarinenses, no valor de R$ 20 mil.

Na modalidade Teatro, grupos de relevância histórica ficaram como suplentes, como Téspis Cia de Teatro e a La Vaca. Abrem espaço, no entanto, para novidades. 

A coordenação da COA ressalta que os jurados são especialistas convidados de outros estados e desconhecem a origem e os autores de cada projeto.

Outra surpresa em 2017 é a categoria Arte e Cultura Negra e Indígena, criada na edição passada (2014) e que esse ano teve alto número de inscritos, o que demonstra anseios da classe em produzir e divulgar a cultura ancestral catarinense. São projetos como a história em quadrinhos O Povo Laklãnõ/Xokleng, sobre os únicos remanescentes dessa etnia no mundo e habitante do Vale do Itajaí, ou a publicação da cartilha de mapeamento dos povos de terreiro de Lages, por exemplo.

— Demonstra a importância de se ter uma categoria para essa área. É um estímulo para que sejam feitos novos projetos para as próximas edições — avalia o Presidente da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), Rodolfo Pinto da Luz.

Festival Ri Catarina também foi contemplado Foto: Artur Ferrão / Artur Ferrão

Ainda é preciso descentralizar

Embora este ano o Prêmio Elisabete Anderle tenha recebido recorde de inscritos, 1803 no total, a maioria dos projetos ainda é de Florianópolis e região. Na categoria Artes Visuais, por exemplo, todos os selecionados são da Capital.O presidente da FCC, Rodolfo Pinto da Luz, lembra que foram feitas caravanas para divulgar e ampliar o número de participantes de outras regiões de Santa Catarina.

Museu Anita Garibaldi, em Laguna, passará por atualização Foto: Marco Favero / Agencia RBS

— Esperamos que com a continuidade (a ideia é realizá-lo anualmente e, se possível, aumentar o valor) mais pessoas tenham oportunidade de participar — diz.

Essa é a quarta edição do Edital, criado em 2009 e previsto em lei para ser realizado anualmente. Na última edição (2014), os recursos foram de R$ 7 milhões.

As 11 categorias

¿ Culturas Populares
¿ Arte e Cultura Negra e Indígena
¿ Artes Visuais
¿ Dança
¿ Literatura
¿ Música
¿ Patrimônio Material e Imaterial
¿ Museus
¿ Teatro e Circo
¿ Apoio a Eventos Artísticos e Culturais
¿ Bolsa de Trabalho, Intercâmbio e Residência

Filarmônica de Jaraguá do Sul foi selecionada na categoria Música Foto: Divulgação / Divulgação

Leia também
Hermeto Pascoal e seu quinteto lançam disco "No Mundo dos Sons"
Festival de Jazz em Itajaí, feira do livro em Jaraguá do sul e a agenda em SC

O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros