Lei que exige a inclusão de sistema de captação de água pluvial em edifícios novos está perto de virar realidade - Economia - O Sol Diário
 
 

Sustentabilidade04/09/2013 | 11h03Atualizada em 04/09/2013 | 11h03

Lei que exige a inclusão de sistema de captação de água pluvial em edifícios novos está perto de virar realidade

A Comissão de Minas e Energia aprovou na semana passada o projeto de Lei no 4.109/12

Lei que exige a inclusão de sistema de captação de água pluvial em edifícios novos está perto de virar realidade  Alvarélio Kurossu/Agencia RBS
A Dígitro Tecnologia economiza até 70% no consumo de água tratada com o sistema Foto: Alvarélio Kurossu / Agencia RBS

Os novos empreendimentos imobiliários investem cada vez mais em alternativas sustentáveis. Uma delas é a reutilização da água da chuva em jardins e vasos sanitários. O que antes era visto como um diferencial dos imóveis, agora pode passar a ser um item obrigatório.

A Comissão de Minas e Energia aprovou na semana passada o projeto de Lei no 4.109/12, o qual prevê que novas edificações residenciais e comerciais serão obrigadas a ter sistema integrado de captação e reutilização de águas pluviais.

Em Florianópolis, o edifício-sede da Dígitro Tecnologia, construído no Bairro Capoeiras há quatro anos, tem um sistema de captação com capacidade para armazenar 60 mil litros de água para fins não potáveis, como descargas de sanitários e irrigação dos jardins da empresa.

O diretor administrativo e de qualidade da empresa, Luiz Aurélio Baptista, diz que uma chuva de intensidade média de duas horas é suficiente para encher o reservatório.

— O sistema nos proporcionou uma economia maior do que esperávamos — avalia.

Baptista diz que a economia na conta de água da Dígitro foi de 60% a 70%, o que paga o investimento realizado em curto prazo. Mas não é apenas em Florianópolis que o sistema ganha adeptos.

O presidente do Sindicato das Indústrias da Construção Civil (Sinduscon) de Chapecó, José Brill Wolff, informa que há uma lei municipal (Lei Complementar no 387) em vigor desde 2009, que obriga os novos empreendimentos a terem um sistema de coleta da água pluvial. Segundo ele, a iniciativa compensa.

- Ajuda ao meio ambiente e também não sobrecarrega a drenagem pluvial, evitando problemas quando ocorre chuva intensa - defende Wolff.

Construtoras de Chapecó e Criciúma apostam na ideia

A Catarinense Construções, que atua em Chapecó, tem dois empreendimentos prontos com o sistema, um em fase de conclusão e outro em fase de pré-lançamento. O engenheiro civil da construtora Conrado Macarello afirma que o sistema é simples e não requer muito investimento.

Além disso proporciona economia aos moradores. A Criciúma Construções, que atua no Sul do Estado, também tem dois empreendimentos em seu portfólio com o sistema de aproveitamento de água da chuva.

Um deles, o Residencial Vivendas de Espanha, foi lançado em 2006. Em ambos, o sistema prevê o aproveitamento para uso na parte térrea do empreendimento, ou seja, em garagens, calçadas e jardins.

:::Fique por dentro

>>A Comissão de Minas e Energia aprovou na semana passada o Projeto de Lei 4.109/12, que institui o Programa Nacional de Conservação, Uso Racional e Reaproveitamento das Águas

>>O projeto prevê que novas edificações residenciais e comerciais serão obrigadas a ter sistema integrado de captação e reutilização de águas pluviais l As águas das chuvas servirão para lavagem de roupas, vidros, calçadas, pisos, veículos e para a irrigação de hortas e jardins 

>>Por outro lado, as águas escoadas de tanques, pias, máquinas de lavar, bidês, chuveiros e banheiras serão reaproveitadas no abastecimento de descargas de vasos sanitários ou de mictórios

>> A proposta será analisada pelas comissões de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e de Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, em caráter conclusivo

DIÁRIO CATARINENSE

Notícias Relacionadas

Garage Band 23/08/2013 | 17h32

Construtoras apostam em espaços alternativos para ensaios e apresentações musicais nos condomínios de alto padrão

O ambiente evita desentendimentos entre vizinhos e é um atrativo a mais nos prédios de SC

Mercado imobiliário 20/08/2013 | 15h51

Construtora lança prédio residencial mais alto da Grande Florianópolis, com 25 pavimentos e 82 metros de altura

O ranking brasileiro é liderado por um empreendimento de 164 metros, da cidade de Balneário Camboriú

Mercado imobiliário 18/08/2013 | 09h02

Salão do Imóvel começa na terça-feira em Florianópolis e expectativa é movimentar R$ 80 milhões em quatro dias

Construfair-SC, Expo Condomínio e Expo Decor Móveis acontecem simultaneamente ao evento

Mercado imobiliário 09/08/2013 | 15h56

Prédio em Florianópolis será o primeiro de SC a contar com carregador para bicicletas e carros elétricos

Vitoria Eco Office deve ser entregue em junho de 2015, em Florianópolis, e 47% das unidades já foram comercializadas

Mercado imobiliário 03/08/2013 | 15h07

Construtoras investem em empreendimentos mais sustentáveis

Em Florianópolis, condomínio foi construído com geração de energia eólica e solar e sistema de reaproveitamento de água

Mercado imobiliário 17/07/2013 | 06h01

Apartamentos com garagem extra podem custar até 37% a mais em Santa Catarina

Levantamento do Portal Pense Imóveis constatou ainda que o preço médio do box adicional é de R$ 45 mil no Estado

Setor imobiliário 13/07/2013 | 06h05

Clientes valorizam cada vez mais o lugar onde o empreendimento foi construído para decidir pela compra do imóvel

Depois da localização, o preço e os atributos como academia e espaço gourmet são os aspectos mais valorizados na hora da compra de um apartamento

Venda de apartamentos 28/06/2013 | 15h03

Pesquisa revela que elevador e churrasqueira são itens mais valorizados na hora de procurar imóveis

Levantamento feito pelo portal imobiliário VivaReal também traz os bairros mais buscados na Capital catarinense

Mais sobre

O Sol Diário
Busca