Ministério Público aponta ligação entre empresa de radares e vereador Zé Ferreira - Economia - O Sol Diário
 
 

Parada Obrigatória24/09/2015 | 10h40Atualizada em 24/09/2015 | 13h04

Ministério Público aponta ligação entre empresa de radares e vereador Zé Ferreira

Dois presos em investigação são da companhia que administrava fiscalização eletrônica em Itajaí quando Zé comandava a Codetran

Francisco Renato Lobo de Macedo e Luiz Ledoux Ramos, detidos em Itajaí terça-feira a pedido do Ministério Público pela Operação Parada Obrigatória 1, eram, respectivamente, gestor e funcionário da empresa Trana, que manteve contrato de prestação de serviços de fiscalização eletrônica de trânsito com a prefeitura de Itajaí de 2006 a 2012.

De acordo com as investigações, entre 2009 e 2013 a Trana teria feito sucessivos depósitos na conta da empresa TWL Construções e Serviços Ltda., que, segundo o que foi apurado pela 8ª Promotoria de Justiça de Itajaí, teria como real proprietário o vereador licenciado José Alvercino Ferreira (PP), o Zé, e é registrada em nome de terceiros.

No despacho do mandado de prisão, a juíza Sônia Moroso Terres afirma que “ao que tudo indica, (a empresa) é utilizada para movimentar dinheiro de origem ilícita”. A descoberta dos repasses veio após a quebra de sigilo bancário da TWL. As investigações revelaram que, entre 25 de março de 2011 e 23 de novembro de 2012, os depósitos efetuados pela Trana na conta da TWL ultrapassaram R$ 386 mil – coincidentemente, o valor corresponde a 5% dos valores pagos pela prefeitura de Itajaí à Trana no mesmo período.

Na época, Zé Ferreira era coordenador de trânsito e a empresa prestava serviço na instalação e manutenção de radares e lombadas eletrônicas. Os repasses, segundo o relato da magistrada, só terminaram no início de 2013, quando Zé deixou a Codetran para ser vereador.

Leia mais:
Prefeitura decide exonerar servidoras denunciadas em operação do Gaeco
Duas servidoras da prefeitura estão entre os nove denunciados pelo MP
Justiça aceita denúncia contra dois empresários em Itajaí
Prefeitura vai abrir sindicância para apurar supostos crimes na Codetran

A juíza afirma ainda, para justificar as prisões, que as provas apresentadas levam a crer que Macedo, Ledoux Ramos e Marcus Pinto Rola (sócio da Trana que também teve a prisão decretada, mas não havia sido detido até o fechamento desta edição), associaram-se a Zé Ferreira “para praticar crimes contra a administração pública e lavagem de dinheiro”.

Os mandados de prisão temporária contra os dois empresários e o gestor da empresa foram emitidos para que eles sejam ouvidos e auxiliem no andamento das investigações.

Alvo de denúncias

No período em que atuou em Itajaí, a empresa Trana foi acusada pelo vereador Luiz Carlos Pissetti (DEM) de promover “indústria da multa” em Itajaí. O parlamentar afirmava que a manutenção do sistema consumia quase todo o recurso arrecadado com as multas aplicadas, sobrando cerca de 20% apenas para o município.

Em 2009 a empresa chegou a fechar acordo com a prefeitura, reduzindo o percentual que recebia sobre as multas emitidas para não perder o contrato.


Contraponto:

O advogado Felipe Navas Próspero, que representa Francisco Renato Lobo de Macedo e Luiz Ledoux Ramos, entrou em contato com a reportagem na manhã desta quinta-feira para dizer que seus clientes não têm conhecimento sobre as razões da prisão.

Segundo ele, Macedo, que vive em São Paulo (SP), havia sido chamado a depor pelo Ministério Público e foi surpreendido com a detenção logo após ser ouvido. A única participação dele no contrato com a prefeitura de Itajaí foi acompanhando a licitação, afirma o advogado.

Em relação a Ramos, a defesa diz que ele foi desligado da empresa assim que cessou o contrato da Trana com a prefeitura de Itajaí e que ele não tem conhecimento sobre os supostos depósitos à empresa de Zé Ferreira. Ramos já havia prestado depoimento e foi chamado pelo Gaeco para assinar documentos _ momento em que foi preso.

A defesa de Marcus Pinto Rola não foi localizada.

O advogado do vereador Zé Ferreira, Marlon Bertol, foi procurado por telefone e por e-mail e não foi localizado.

Leia mais:
Prefeitura decide exonerar servidoras denunciadas em operação do Gaeco
Duas servidoras da prefeitura estão entre os nove denunciados pelo MP
Justiça aceita denúncia contra dois empresários em Itajaí
Prefeitura vai abrir sindicância para apurar supostos crimes na Codetran

Veja outras matérias sobre a operação:
O esquema que envolveria a imprensa de Itajaí
Vereador preso ajudaria motoristas a anular multas e liberar carros
Influência de Zé Ferreira se estenderia além da Codetran
Inquérito revela suposto furto de 715 motos e metas de apreensões

O SOL DIÁRIO

Notícias Relacionadas

Voltaram atrás 20/08/2015 | 20h54

Em sessão conturbada, Câmara de Itajaí aprova CPI da Codetran

Comunidade marcou presença para cobrar a aprovação da comissão

Operação Parada Obrigatória 19/08/2015 | 18h43

Prefeitura de Itajaí decide exonerar servidoras denunciadas pelo Ministério Público

As duas funcionárias teriam sido cúmplices do vereador José Alvercino Ferreira

Operação Parada Obrigatória 19/08/2015 | 15h16

Justiça determina afastamento de Willian Gervasi da Codetran em Itajaí

Consultor técnico do órgão deve ser suspenso da função até a sentença

Operação Parada Obrigatória 19/08/2015 | 15h01

Justiça aceita denúncia contra dois empresários em Itajaí

Rudimar Dickel Correa e Jefferson Alvercino Ferreira vão responder criminalmente

Operação Parada Obrigatória 19/08/2015 | 07h07

Duas servidoras da prefeitura de Itajaí estão entre os nove denunciados pelo MP

Juíza responsável pelo caso deve decidir nesta terça-feira de acata a denúncia

Parada Obrigatória 18/08/2015 | 16h24

Ministério Público denuncia nove pessoas por envolvimento com crimes investigados pelo Gaeco

Promotor Luiz Eduardo de Oliveira Souto apresentou denúncia à Justiça na segunda-feira

Reflexo da operação 10/08/2015 | 20h48

Prefeitura de Itajaí vai abrir sindicância para apurar esquema de corrupção revelado pela Parada Obrigatória

Prefeito Jandir Bellini já teria solicitado abertura de procedimento à Procuradoria-Geral do município

Processo 07/08/2015 | 21h07

Parada Obrigatória: MP decide se apresenta denúncia em duas semanas

Como se trata de uma investigação considerada complexa, o promotor ainda está tomando conhecimento dos fatos

Operação Parada Obrigatória 07/08/2015 | 20h58

PM de Itajaí tenta evitar transferência de Zé Ferreira para batalhão

Documento foi entregue nesta sexta-feira à tarde na 1ª Vara Criminal

Política 07/08/2015 | 07h07

Vereador preso ajudaria motoristas a anular multas e liberar carros apreendidos

Ligações revelam pedidos de favores de empresários, funcionários públicos, comerciantes e cidadãos comuns a Zé Ferreira

Parada obrigatória 06/08/2015 | 07h21

Influência de Zé Ferreira se estenderia além da Codetran

Vereador teria agilizado alvarás para evento mediante suposto pagamento de propina

Parada obrigatória 06/08/2015 | 07h11

Inquérito revela suposto furto de 715 motos e metas de apreensões de veículos em Itajaí

Documento de 600 páginas entregue à Justiça detalha como o vereador Zé Ferreira teria liderado esquema de corrupção ligado ao Codetran de Itajaí

O Sol Diário
Busca