Grupo Busscar vai a leilão pela metade do preço no mês de junho - Economia - O Sol Diário

Falência28/04/2016 | 16h51Atualizada em 29/04/2016 | 10h53

Grupo Busscar vai a leilão pela metade do preço no mês de junho

Esta será a terceira e última tentativa de vender a operação completa. Se não der certo, as máquinas serão colocadas à venda no mesmo dia

Grupo Busscar vai a leilão pela metade do preço no mês de junho Leo Munhoz/Agencia RBS
Fábrica de carrocerias em Joinville está com as portas fechadas desde 2012 Foto: Leo Munhoz / Agencia RBS

Correção: O novo titular da 5ª Vara Cível de Joinville é Walter Santin Júnior. O juiz anterior, Luís Canever, não está mais envolvido com o caso Busscar, ao contrário do que foi informado no dia 28 de abril, às 16h51. E a equipe do leilão destacou que o lance mínimo será precisamente 49%, e não 50% como havia informado ao jornal anteriormente. O texto abaixo está corrigido.

A Busscar ganhou a terceira e última chance de ser adquirida como uma operação completa, o que possibilitaria eventual retorno à atividade. O edital ainda não foi publicado, mas a leiloeira Tatiane Duarte antecipou que o leilão acontecerá no mês de junho, com lance mínimo de 49% do valor. A data do certame em Joinville será marcada.

:: Segundo leilão termina sem interessados

Este foi o resultado da reunião entre ela, o administrador judicial, Rainoldo Uessler, e o juiz da 5ª Vara Cível, Walter Santin Júnior. Esta nova chance não estava prevista no plano de vendas original e a ideia surgiu após o segundo leilão no dia 29 de março, quando as três fábricas do grupo Busscar foram oferecidas por 60% do valor de avaliação, que é de R$ 369,3 milhões no total, sendo R$ 249,8 milhões somente a fábrica de carrocerias. 

:: Leia mais sobre Joinville e região em A Notícia

Naquele dia, a tentativa terminou frustrada, contudo, a equipe responsável pelo leilão contabilizou quatro interessados em adquirir o negócio e que querem propor valores menores do que o ofertado no último leilão.

A expectativa é evoluir com as negociações em dois segmentos, operacional e imobiliário. Quem pensa em comprar a operação, está de olho apenas na fábrica de carrocerias, já as outras duas unidades de peças são observadas mais pelo mercado imobiliário e que teria que adquirir os equipamentos também.

— Quem comprar, estará comprando tudo o que tiver dentro — destaca a leiloeira.

O plano revisado prevê duas etapas para o leilão. A primeira é dedicada à venda do conjunto das três fábricas (uma de carrocerias, em Joinville, e duas de peças, em Pirabeiraba e em Rio Negrinho) ou a venda de cada unidade separadamente, incluindo todos os equipamentos.

Não havendo interessados, encerram-se as tentativas de venda da operação. No mesmo dia, inicia-se a segunda etapa, que é o leilão para venda de lotes de peças. 

Com dívidas superiores a R$ 1 bilhão, o grupo Busscar teve a falência confirmada em dezembro de 2013 e não produz desde setembro de 2012.

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Falência 29/03/2016 | 17h41

Leilão para vender a Busscar por 60% do valor termina sem interessados

Reunião nesta semana discutirá prolongamento do prazo para negociações

Livre Mercado 12/01/2016 | 07h35

Claudio Loetz: Definido o plano de venda da Busscar

O leilão dos bens operacionais da empresa vai acontecer no dia 15 de março (primeira praça) e em 29 de março (segunda data), na Acij

Falência 08/10/2015 | 14h28

Justiça vai leiloar principal terreno da Busscar por R$ 9 milhões em Joinville

Terreno possui cerca de 115.400m²

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioMárcio Araújo chega à Chape e diz não se irritar com críticas: "Nunca tirou a minha paz" https://t.co/oFSRq9pJ67há 3 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioConcórdia anuncia dois reforços para sequência do Catarinense https://t.co/0JxOnLei7whá 3 horas Retweet
O Sol Diário
Busca