Marcos Alves Soares: Novidade como munição - Economia - O Sol Diário

Eleições 201626/08/2016 | 21h18

Marcos Alves Soares: Novidade como munição

Ser um rosto semidesconhecido para os eleitores pode se converter em vantagem nestas eleições para o candidato Marcos Soares, o professor Marcos

Marcos Alves Soares: Novidade como munição Divulgação/Divulgação
"O eleitor brasileiro está ansioso por novos nomes, novos rostos e nós representamos isso." Foto: Divulgação / Divulgação

É bem possível que a grande maioria dos eleitores de Joinville nunca tenha ouvido falar em Marcos Alves Soares, ou, na melhor das hipóteses, tenham uma vaga lembrança do nome, graças às duas eleições recentes das quais ele participou. De fato, perto de seus concorrentes à Prefeitura, o candidato do Partido Ecológico Nacional (PEN) é um quase desconhecido. Mas é também uma cara nova em meio a políticos tarimbados, e, na atual conjuntura brasileira, isso pode se reverter em vantagem, na avaliação de Soares.

Confira o perfil dos outros candidatos a prefeito

Mesmo a vida e a carreira do candidato de 47 anos em Joinville são recentes. Engenheiro, trabalhava em Guarulhos (SP) quando veio à cidade para conhecer uma unidade da Ford. As visitas se sucederam, um relacionamento foi iniciado, o lugar agradou e passou a ser a residência dele há 11 anos. Aqui, ingressou no magistério, dando aulas de matemática e física na rede pública – atualmente, é professor em uma escola do bairro Jardim Paraíso, além de concluir a graduação em direito.

O que não é recente é o envolvimento dele com a política. Essa relação foi reativada quando ele se tornou trabalhador da educação. Não só na teoria, mas na prática. Em 2012, Marcos candidatou-se a vereador pelo PSOL e foi o mais votado da legenda na cidade. Dois anos depois, já pelo Partido Verde, disputou o cargo de deputado estadual, sendo o terceiro mais votado da legenda no Estado.

– Estava na coligação do governador Raimundo Colombo, tive mais recursos a minha disposição e consegui projetar o meu nome, principalmente na região de Joinville – lembra.

De lá para cá, engatou uma nova mudança na carreira política: deixou o PV para ingressar, já como presidente do diretório local, no Partido Ecológico Nacional, o PEN, partido com registro há apenas três anos e que disputa eleições municipais pela primeira vez. É nessa posição de novidade, de rosto semidesconhecido, que o professor Marcos tenta arrebanhar os votos dos joinvilenses.

– Acho isso favorável, porque o eleitor brasileiro está ansioso por novos nomes, novos rostos e nós representamos isso. E a nossa proposta também é de renovação, de inovação – esclarece.

* O perfil de Marcos Soares não tem o mesmo tamanho e produção fotográfica dos demais candidatos porque ele não estava em Joinville nesta semana. Assim, por causa dessa indisponibilidade, a entrevista foi realizada por telefone e não pessoalmente.

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Propaganda eleitoral 25/08/2016 | 22h

O que os candidatos a prefeito de Joinville vão mostrar no rádio e na TV

A partir desta sexta-feira, disputa pela Prefeitura será mais divulgada pelos meios de comunicação

Eleições 2016 04/08/2016 | 11h31

Saiba onde fica a Joinville que nem todos conhecem

Programas sociais destinados à população mais carente da periferia amenizam a situação de muitas famílias, mas não resolvem todos os problemas

Eleições 2016 28/07/2016 | 07h36

Saiba qual é o peso da saúde nas contas de Joinville

Melhorar o atendimento é promessa comum de candidatos, mas a solução não é tão simples assim

Eleições 2016 21/07/2016 | 11h39

Educação infantil é um dos principais desafios para gestão de Joinville

Na cidade, a falta de vagas em Ceis e a inclusão de destacam

Eleições 2016 14/07/2016 | 07h02

Ações preventivas e de educação são desafios para a segurança em Joinville

A segurança pública é dever do Estado e da União, mas cresce cobrança por maior contribuição do município

Eleições 2016 07/07/2016 | 07h01

Saiba como Joinville pode ser uma cidade com mais apelo turístico

Criação de espaços estruturados e aposta em uma marca que venda a cidade no plano turístico estão entre os desafios apontados por especialistas

Eleições 2016 30/06/2016 | 07h32

Espaços e projetos da área cultural contam com menos recursos do que o necessário em Joinville

Presidente da Fundação Cultural diz que o repasse feito pela Prefeitura tem sido inferior ao previsto no orçamento anual

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioIvo Müller comemora prêmio de Melhor Vilão e interpreta médico em seriado sobre saúde pública https://t.co/Zhj0yZqkO0há 6 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioJosé Aldo fala em aposentadoria e desce a lenha sobre tratamento do UFC https://t.co/YcTf4i0O5mhá 8 horas Retweet
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros