STF dá aval para apuração preliminar de citação a Temer - Economia - O Sol Diário

Investigação23/09/2016 | 20h22Atualizada em 24/09/2016 | 10h12

STF dá aval para apuração preliminar de citação a Temer

Com a decisão, caberá ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deliberar se novas investigações serão abertas em separado

STF dá aval para apuração preliminar de citação a Temer Agência Petrobras/Divulgação
O ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado Foto: Agência Petrobras / Divulgação
Agência Brasil
Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki decidiu, nesta sexta-feira, fatiar a delação premiada do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado. Com a decisão, caberá ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, decidir se novas investigações serão abertas em separado, a partir das declarações de Machado. Os termos do acordo foram homologados em junho.

As novas frentes da primeira fase da investigação, se solicitadas por Janot e autorizadas pelo ministro, deverão tratar sobre o suposto "acordão" para barrar as investigações da Lava-Jato, uma doação de R$ 40 milhões do Grupo JBS para o PMDB, um suposto repasse ao senador Aécio Neves (PSDB-MG) de recursos para viabilizar a candidatura dele à presidência da Câmara dos Deputados em 1998 e o suposto pedido do presidente Michel Temer de ajuda de recursos para a campanha do ex-candidato à prefeitura de São Paulo, Gabriel Chalita.

Leia mais
Okamotto pede novo habeas corpus para trancar ação da Lava-Jato
Moro autoriza e STF vai receber informações dos arquivos do celular de Odebrecht
Depoimentos de presos pela Arquivo X ocorrem nesta sexta-feira em Curitiba

A partir da decisão de Zavascki, o procurador-geral também deverá avaliar como será apresentada ao Supremo a investigação contra mais 20 políticos citados pelo ex-diretor acusados de receber propina.

Na mesma decisão, o ministro decidiu que somente citados que tem foro privilegiado, como os deputados e senadores, vão responder às acusações na Corte. Os demais serão enviados para julgamento pelo juiz federal Sérgio Moro, responsável pelas investigações da Lava-Jato na primeira instância da Justiça Federal em Curitiba.

Leia as últimas notícias sobre a Operação Lava-Jato

*Agência Brasil


 
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros