Promessas para cobrar ao longo dos próximos quatro anos - Economia - O Sol Diário

Eleições 201631/10/2016 | 01h07

Promessas para cobrar ao longo dos próximos quatro anos

Prefeito eleito define cinco áreas como prioridades. Veja quais são para você acompanhar e exigir nos próximos quatro anos

Com a reeleição alcançada ontem, Napoleão Bernardes (PSDB) pavimenta o caminho para a continuidade de ações dos primeiros quatro anos de governo – muitas delas bastante exploradas ao longo dos dois meses e meio de campanha eleitoral. A vitória chega depois de um primeiro mandato marcado pela crise no transporte coletivo e contrato emergencial para operação do serviço, que certamente aumentaram os cabelos brancos do ainda jovem prefeito.

Ao mesmo tempo, um trabalho que se destacou também pelo encaminhamento do novo edital e por iniciativas que alargaram ainda mais o famoso sorriso do agora prefeito reeleito, como o estímulo ao turismo e ao empreendedorismo. Napoleão afirma que o segundo tempo da gestão terá ao menos cinco temas como prioridades: transporte coletivo, obras, saúde, vagas em creches e desenvolvimento econômico. Confira a seguir:

 

Desenvolvimento econômico

• Desenvolver ações e estratégias para os cinco eixos definidos como setores prioritários no Plano Municipal de Desenvolvimento Econômico (Pedem): têxtil, saúde, tecnologia de informação e comunicação, eletrometalmecânica e comércio.

• Execução das metas definidas no Plano Municipal de Turismo.

• Qualificação de recursos humanos e investimento em infraestrutura.

• Desburocratização e simplificação de processos, em especial na área de licenciamento ambiental, e evolução do trabalho de estímulo à abertura de empresas por meio de órgãos como a Praça do Empreendedor.


Creches

• Construção de sete creches, que já têm recursos garantidos e serão custeadas em parceria entre governo federal e municipal. Juntas, segundo o prefeito reeleito, elas resultariam em 1,3 mil novas vagas. Três delas já tiveram o contrato assinado ainda neste mandato.

• Ampliar as creches próprias com medidas como construção ou aluguel de espaços.

• Manutenção de atendimentos das nove creches domiciliares, que hoje atendem 119 crianças, e, dentro da legalidade, ampliar as vagas nessa modalidade.

• Fortalecer as parcerias e buscar aumento de vagas nas ONGs que oferecem ensino infantil. Hoje, seis delas atendem 742 crianças. As vagas são subsidiadas pela prefeitura para as famílias.


Obras

• Conclusão do prolongamento da Rua Humberto de Campos.

• Construção de dois terminais de ônibus, nos bairros Água Verde e Itoupava Central.

• Urbanização da Margem Esquerda, com ciclovia e espaço para caminhadas.

• Conclusão da primeira fase do Parque das Itoupavas e construção de um novo parque no Garcia.

• Execução de obras dos corredores estruturais Norte, Sul e Oeste e sequência dos trabalhos no corredor Leste. Atualmente, todos estão em fase de finalização dos projetos de engenharia. Os estudos preveem novas faixas exclusivas para ônibus, ligação entre a Rua Humberto de Campos e o Complexo do Badenfurt, binário nas ruas República Argentina e Chile, novas pontes no Centro, entre outras intervenções.


Saúde

• Ampliação de horário à noite nos dias de semana e também aos fins de semana nos ambulatórios gerais. Quatro dos sete existentes hoje já atendem das 7h à meia-noite de segunda a sexta.

• Conclusão de implantação de um novo sistema de informática nos postos de saúde e, com isso, oferecer a marcação de consultas por telefone ou por aplicativo de celular.

• Criação de um ambulatório infantil e de um centro de saúde para idosos, aproveitando parcialmente estruturas físicas e de pessoal que já integram a prefeitura e buscando recursos em outras esferas.


Transporte coletivo

• Concluir a nova licitação, que vai definir a empresa responsável pelo serviço durante as próximas duas décadas. O documento está em fase final de elaboração e deve
ser lançado até o fim do ano, com a definição do vencedor ficando para 2017.

• Garantir junto ao vencedor da nova licitação avanços como 40% da frota – ou cerca de 100 ônibus – zero quilômetro já na largada, renovação total em até três anos e GPS nos veículos para maior fiscalização de horários e acompanhamento dos usuários
via celular.

• Realizar o controle do contrato e do serviço com apoio de uma agência reguladora e não apenas pela prefeitura.

JORNAL DE SANTA CATARINA - Blumenau

 
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros