Reeleito em Chapecó, Luciano Buligon (PSB) quer aeroporto administrado pelo Estado - Economia - O Sol Diário

Eleições 201603/10/2016 | 22h16Atualizada em 03/10/2016 | 22h19

Reeleito em Chapecó, Luciano Buligon (PSB) quer aeroporto administrado pelo Estado

Maratona de entrevistas começou às 5h30min desta segunda-feira

Reeleito em Chapecó, Luciano Buligon (PSB) quer aeroporto administrado pelo Estado Sirli Freitas/Especial
Prefeito reeleito atendeu o DC no gabinete Foto: Sirli Freitas / Especial
darci debona

Reeleito prefeito de Chapecó com a maior votação da história do município, 66.107 votos (61,74%), Luciano Buligon (PSB) começou a maratona de entrevistas às 5h30min de segunda-feira. Passou o dia indo de uma rádio para uma televisão, recebendo um jornal ou atendendo ligações no telefone, que não parava de tocar. Na prefeitura, alguns funcionários usavam uma camiseta com o símbolo da Chapecoense e o nome de Buligon e o número 40, do partido, nas costas.

Luciano Buligon (PSB) é eleito prefeito de Chapecó

Buligon recebeu o DC no gabinete e aproveitou para tomar um chimarrão. Disse que viaja nesta terça para Florianópolis para tratar da questão do aeroporto municipal Serafim Enoss Bertaso. Ele quer passar a administração para o Estado ou para a iniciativa privada.

Também pretende que a Chapecoense assuma a Arena Condá. Com isso, quer se dedicar principalmente a asfaltar os bairros. Pretende ainda ir a Barueri (SP), conhecer experiências na área de educação, e a Maringá (PR), de administração. De férias, prevê 15 dias com a família em dezembro. A equipe trabalha em uma reforma administrativa, extinguindo secretarias e avalia composição de governo.

Entrevista: "Pretendo tirar o barro e o pó da frente da casa das pessoas"

O que representa a vitória com 61,74% dos votos?
Foi um reconhecimento do nosso trabalho. Consolidou o que fizemos com o projeto Ouvindo nosso bairro, ouvindo a população. Só perdemos em duas urnas, o que significa que vencemos em 99,48% delas.

Quais as primeiras ações?
Vou a Florianópolis para tratar do aeroporto. Pedi para o governador que assumisse a administração ou então vamos implantar uma parceria público privada. O aeroporto me dá um prejuízo de R$ 380 mil por mês. Minha equipe também está trabalhando no projeto para enxugar a máquina pública. Vou reduzir secretarias, superintendências e cargos comissionados.

Como vai compor o secretariado?
Será conforme a geografia das urnas. Não tenho veto a nenhum vereador. Vai depender dos partidos.

Quais os principais problemas de Chapecó?
Temos que encarar as mudanças no trânsito, a regularização fundiária, fazer funcionar nossa usina do asfalto, fazer a praça da família e oportunizar o lazer comunitário. Devo lançar o edital para o projeto da praça, no bairro São Pedro, ainda neste ano.

Qual marca terá seu governo?
Pretendo tirar o barro e o pó da frente da casa das pessoas. Para isso vou investir no asfalto comunitário, com a nossa usina de asfalto.

 
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros