Saiba como foi o  último debate entre os candidatos a prefeito de Florianópolis - Economia - O Sol Diário

Eleições 201628/10/2016 | 23h39Atualizada em 29/10/2016 | 00h13

Saiba como foi o  último debate entre os candidatos a prefeito de Florianópolis

Angela Amin (PP) e Gean Loureiro (PMDB) se encontraram nos estúdios da RBS TV, no Morro da Cruz

Saiba como foi o  último debate entre os candidatos a prefeito de Florianópolis Charles Guerra/Agencia RBS
Foto: Charles Guerra / Agencia RBS

Os candidatos Gean Loureiro (PMDB) e Angela Amin (PP) se enfrentaram na noite desta sexta-feira no último debate antes da eleição para a prefeitura de Florianópolis. Ambos estiveram no estúdio da RBS TV, no Morro da Cruz, para discutir propostas para o futuro da capital catarinense. Também houve espaço para a troca de críticas. Confira abaixo o resumo de cada um dos três blocos do debate.

Diminui diferença entre Gean Loureiro e Angela Amin em Florianópolis
João Batista, vice de Gean, terá direito de resposta contra Angela
Veja os números das campanhas nas três maiores cidades de SC

Primeiro bloco

Angela começou a rodada de perguntas questionando Gean sobre o que ele fez, quando presidente da Fatma, em relação ao saneamento básico de Florianópolis, especialmente do Rio do Braz. Na resposta, o peemedebista destacou que cabe à Fatma a análise da balneabilidade e afirmou que a atual gestão, que apoia Angela, não assumiu a frente da fiscalização, que é responsabilidade da prefeitura. Na réplica e tréplica, começaram as trocas de farpas sobre responsabilidade de cada órgão no trabalho de saneamento e balneabilidade. 

Na pergunta inicial de Gean, o peemedebista perguntou sobre acessibilidade. Angela respondeu que dará continuidade a todas as ações, de qualquer governo, garantindo acessibilidade e atendimento a todos os cidadãos, mencionando também o transporte público.

Na segunda pergunta, Angela questionou sobre como Gean vai abrigar tantos partidos que apoiam sua candidatura na composição do eventual futuro governo. O peemedebista rebateu afirmando que não tem compromisso com sigla partidária e que terá uma administração enxuta, além de citar que a atual gestão teria 700 cargos comissionados. A réplica trouxe críticas de Angela a Gean sobre a quantidade de cargos nos governos de Dario Berger (PMDB), dos quais o peemedebista participou ativamente. A tréplica não ficou por menos, com Gean comentando sobre o aumento salarial dos deputados federais aprovado pelos parlamentares quando Angela estava na Câmara em Brasília.

Na última pergunta do primeiro bloco, Gean perguntou sobre obras e conclusão de ruas e rodovias. Angela, na resposta, acabou falando sobre mobilidade de forma mais geral, citando a integração do transporte coletivo e o Plamus. O peemedebista respondeu questionando a utilidade dos dois terminais de ônibus do Continente, construídos por Angela, citando discussões ainda do primeiro turno e afirmando que a localização das estruturas inviabilizaria o uso delas atualmente.

Foto: Victor Pereira / Agência RBS

Segundo bloco

No segundo bloco, os candidatos responderam perguntas de temas determinados previamente por sorteio. Gean questionou Angela sobre o que a candidata pretende fazer para melhorar o saneamento básico da cidade. Angela disse que cobrará da Casan a ampliação das estações de tratamento e a fiscalização das ligações irregulares, bem como executará obras de macrodrenagem. Na réplica, Gean criticou o ex-prefeito e ex-governador Esperidião Amin, na mesma linha que Angela adotou na tréplica, ao criticar a presidência da Casan, exercida por Valter Gallina, do PMDB.

Em seguida, a candidata perguntou como Gean faria para administrar o orçamento municipal diante da atual crise financeira nacional. O peemedebista afirmou que fará tudo diferente da atual administração, e prometeu reduzir o custeio da máquina pública, arrecadando mais sem aumentar impostos e avançando nos processos administrativos. Angela rebateu, repetindo que Gean, quando presidente da Câmara de Vereadores, teria criado 20 cargos comissionados, o que representaria uma despesa mensal de R$ 66 mil mensais. Criticou Gean ao dizer que o PMDB tem assento na atual administração. Garantiu que fará gestão com eficiência para controlar o orçamento.

A aprovação do Plano Diretor de Florianópolis foi o tema da terceira pergunta endereçada por Gean a Angela, questionando-a sobre quando e como aprovar o documento e colocá-lo em prática. Angela disse que a aprovação do plano deve partir da Câmara, e que na administração Dário Berger (PMDB) – entre 2005 e 2012 – não houve consulta popular para aprovar o texto do Plano Diretor. Afirmou ainda que a administração Cesar Souza Junior fez um processo participativo que está em andamento. Gean, na réplica, garantiu que fará um processo participativo, em que as ideias serão discutidas, decididas e realizadas.

A última pergunta do segundo bloco foi feita por Angela a Gean, com o tema mobilidade urbana e a desativação no governo Dário de três terminais de integração e bicicletários nos terminais. Gean respondeu que não houve continuidade aos terminais porque eles não funcionavam, e provocou a candidata dizendo que a atual administração transformou um dos terminais, o do Jardim Atlântico, em mercado público. Angela rebateu e prometeu implantar transporte coletivo de qualidade, com ar-condicionado, e no qual as pessoas passem menos tempo dentro dos ônibus. Na tréplica, Gean afirmou que Angela estava prometendo o que a atual administração já poderia ter feito, e citou o apoio de Cesar Souza Junior à pepista.

Foto: Charles Guerra / Agencia RBS

Terceiro bloco

O último bloco teve novamente perguntas de temas livres. Angela começou perguntando sobre propostas para a educação. Gean disse que discutirá o tema em cada bairro, inclusive definindo com as comunidades locais as ações no contra-turno escolar. Também afirmou que aumentará o valor investido em educação, afirmando que ele vem diminuindo ao longo da atual administração. Na réplica, Angela comentou sobre obras dessa área viabilizadas no governo de Cesar Souza Junior e garantiu que educação será a grande bandeira da futura gestão. Na treplica, Gean disse que nas gestões de Angela, o profissional da educação não era valorizado. 

Na sua primeira pergunta, Gean trouxe para o debate o elevado do Rio Tavares. Angela reafirmou, como tem feito na campanha, que qualquer prefeito eleito concluirá essa obra, com apoio do governo do Estado. Gean rebateu afirmando que o elevado será prioridade do governo e disse que nos últimos quatro anos houve pouco avanço na região. Angela, na treplica, ressaltou que é o governo do Estado o grande responsável pela obra do elevado e que negar isso seria um deboche com os moradores do Sul da Ilha.

Na segunda pergunta, Angela questionou Gean sobre a saúde da Capital. O peemedebista respondeu que vai ampliar os investimentos e o número de profissionais, destacando também obras feitas nos governos de Dário Berger. Na replica Angela falou sobre projetos do programa de governo voltados a essa área, priorizando o atendimento humanizado.

Na última pergunta, Gean questionou sobre a central de inteligência para o trânsito de Florianópolis, que seria uma das principais promessas da campanha do atual prefeito, perguntando sobre propostas da candidata para a situação dos semáforos e do tráfego na Capital. Angela respondeu que a central existia no governo dela e que foi desmontado pelo governo de Dário Berger. Afirmou que vai reativar a central e organizar o trânsito. Gean rebateu dizendo que Angela é continuidade do atual governo e prometeu ações para resolver os problemas com semáforos e congestionamentos. Na replica e treplica, troca de farpas sobre a central de trânsito e sobre investimentos na área.

Foto: Charles Guerra / Agencia RBS

Considerações finais

Gean Loureiro

Agradeceu a candidata Angela Amin e os demais candidatos que disputaram o pleito. Relacionou a vida de um prefeito a vida de um pescador. Falou que a campanha foi alegre e bonita, e que seu jingle conquistou as pessoas. Afirmou que essa é a campanha de sua vida, e disse ter se preparado para ser prefeito de Florianópolis. Agradeceu a família, e pediu o voto dos telespectadores no domingo.

Angela Amin

Agradeceu sua equipe, eleitores, simpatizantes e apoiadores, inclusive o PV, partido do vice do candidato Élson Pereira (PSOL). Destacou os abraços, sorrisos e apoio que conquistou ao longo da campanha. Criticou novamente o governo que a sucedeu na prefeitura de Florianópolis, do colega de partido de Gean. Disse que deseja voltar a administrar Florianópolis, oferecendo à população equipamentos sociais e a retomada de crescimento da cidade.

 
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros