Raimundo Colombo encaminha mudanças no primeiro escalão - Economia - O Sol Diário

Coalizão09/12/2016 | 11h19Atualizada em 09/12/2016 | 11h19

Raimundo Colombo encaminha mudanças no primeiro escalão

Governador espera definir até a próxima semana mudanças em nomes do PMDB no secretariado e adesão do PSDB à administração

upiara boschi
upiara boschi

O governador Raimundo Colombo (PSD) deve completar até a próxima semana as mudanças em pelo menos cinco nomes do secretariado do governo estadual. Já estão praticamente definidas as alterações envolvendo as pastas comandadas pelo PMDB, mas ainda estão em andamento as negociações envolvendo a adesão do PSDB à administração.

As conversas com os tucanos estão sendo conduzidas pelo próprio governador com o presidente estadual da sigla, o deputado estadual Marcos Vieira (PSDB). Pelo menos duas conversas aconteceram esta semana. Não há consenso entre as lideranças do PSDB em relação à adesão - a simpatia é maior na bancada estadual, mas há resistência do deputado federal Marco Tebaldi e do senador Paulo Bauer, que enfrentou Colombo nas eleições de 2014. As vagas oferecidas aos tucanos seriam as pastas de Turismo, Cultura e Esporte (SOL) e de Saúde. Marcos Vieira evita antecipar o andamento da negociação.

_ Estamos conversando. Tanto lá quanto internamente. Até a semana que vem devemos estar bem encaminhados sobre ir ou sobre não ir. O mais importante é a unidade partidária.

As vagas oferecidas ao PSDB foram abertas pela saída do PR da base governista, completada pela exoneração de Filipe Mello do comando da Sol no dia 1º, e a disposição de João Paulo Kleinübing (PSD), da Saúde, de retomar o mandato de deputado federal em 2017.

Se entre os tucanos ainda há articulações, o PMDB praticamente já definiu sua dança de cadeiras particular. Três nomes já foram convidados por Colombo esta semana. Dois deles, para retornar ao governo. Acélio Casagrande reassumirá a Secretaria Executiva de Articulação Nacional, cargo que deixou para concorrer a vice-prefeito de Criciúma na chapa de Márcio Búrigo (PP) nas eleições de outubro. Na Administração, após o secretário João Matos pedir para deixar o governo, está acertado o retorno de Milton Martini - que comandou a pasta em 2011, primeiro ano de mandato de Colombo.

A maior incógnita ainda é a substituição de João Carlos Ecker na Secretaria de Infraestrutura. A intenção é colocar um nome de maior peso político e ligado à bancada estadual do partido. O deputado estadual Luis Fernando Cardoso, o Vampiro, foi recebido na tarde de ontem por Colombo para tratar do assunto. Ligado ao vice-governador Eduardo Pinho Moreira (PMDB), Vampiro hoje é o primeiro suplente na Assembleia e se tornará deputado titular com a renúncia de Gean Loureiro para assumir a prefeitura de Florianópolis.  

O que deve mudar:

Administração
Sai: João Matos (PMDB)
Convidado: Milton Martini (PMDB)

Articulação Nacional
Sai: Lourdes Martini
Convidado: Acélio Casagrande (PMDB)

Infraestrutura
Deve sair: João Carlos Ecker (PMDB)
Convidado: Luiz Fernando Vampiro (PMDB)

Saúde
Sai: João Paulo Kleinübung (PSD)
Cotado: Vicente Caropreso (PSDB)

Turismo, Cultura e Esporte
Saiu: Filipe Mello (PR)
Deve entrar: Leonel Pavan (PSDB)



 
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros