Mercado reduz projeções para inflação e taxa de juros em 2017 - Economia - O Sol Diário

Banco Central23/01/2017 | 09h03Atualizada em 23/01/2017 | 09h09

Mercado reduz projeções para inflação e taxa de juros em 2017

Previsão de crescimento do PIB foi mantida em 0,5% pela quarta semana seguida

Mercado reduz projeções para inflação e taxa de juros em 2017 Ronald Mendes/Agencia RBS
Foto: Ronald Mendes / Agencia RBS
Zero Hora
Zero Hora

Instituições financeiras e economistas consultados pelo relatório Focus voltaram a reduzir as projeções para a inflação e a taxa básica de juros em 2017. De acordo com a pesquisa semanal, divulgada pelo Banco Central (BC) nesta segunda-feira, a expectativa do mercado é de que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) encerre o ano em 4,71%. A previsão anterior indicava a inflação um pouco acima, em 4,8%. É o terceiro corte semanal consecutivo.

Para 2018, a projeção para a inflação permanece em 4,5% — centro da meta do BC para o indicador.

Leia mais
Veja os municípios do RS que mais criaram e perderam empregos em 2016
País perde 1,32 milhão de empregos formais em 2016 e RS corta 54,3 mil vagas
Prévia da inflação sobe 0,31% em janeiro, aponta IBGE

Após o corte de 0,75 ponto percentual da Selic, anunciado no dia 11, o mercado voltou a demonstrar otimismo. Agora, a tendência apontada pelos especialistas é de que a taxa básica de juros chegue a 9,5% ao ano (a.a.) no final de 2017, contra 9,75% a.a. da previsão divulgada há uma semana. Um mês atrás, a projeção era de que a Selic ficasse em 10,5% a.a. 

Para o próximo ano, a taxa também foi revisada para baixo, de 9,5% a.a. para 9,38% a.a. Há quatro semanas, a Selic era prevista em 9,75% a.a.

PIB deverá crescer 0,5% em 2017, aponta mercado

Pela quarta vez seguida, o mercado manteve a previsão de crescimento de 0,5% para a atividade econômica brasileira neste ano. A expectativa do mercado para o Produto Interno Bruto (PIB) vem permanecendo no mesmo patamar há um mês, contrariando a tendência do final de 2016, quando as previsões para o indicador sofreram uma série de cortes consecutivos

Em 2018, o PIB é projetado com uma recuperação de 2,2%. O número é um pouco menor do divulgado na semana passada, quando o relatório Focus apontava para um avanço de 2,25% no próximo ano.

Para o câmbio, as projeções foram mantidas em relação a 2017 e 2018. O mercado espera que o dólar esteja cotado a R$ 3,40 no final deste ano. Para o próximo, a expectativa é de que a moeda norte-americana esteja em R$ 3,50.

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioJBS doou R$ 12 milhões a candidatos de Santa Catarina em 2014  https://t.co/H3R3b49nIHhá 2 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioMorre Zbigniew Brzezinski, ex-conselheiro de Jimy Carter https://t.co/88ZpVXhZzmhá 2 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros