Napoleão Bernardes, vice-prefeito e vereadores eleitos tomam posse em Blumenau - Economia - O Sol Diário

Novos mandatos01/01/2017 | 20h30

Napoleão Bernardes, vice-prefeito e vereadores eleitos tomam posse em Blumenau

Cerimônia lotou auditório principal do Teatro Carlos Gomes no fim da tarde deste domingo

Napoleão Bernardes, vice-prefeito e vereadores eleitos tomam posse em Blumenau Karolina Bonin/Divulgação
Foto: Karolina Bonin / Divulgação

O imponente palco do Teatro Carlos Gomes ganhou ares de plenário no fim da tarde deste domingo. O local foi escolhido para receber a cerimônia de posse do prefeito reeleito de Blumenau, Napoleão Bernardes (PSDB), do vice Mário Hildebrandt (PSB) e dos 15 vereadores eleitos em outubro. Com pouco mais de meia hora de atraso, a sessão solene começou com a entrada individual dos novos integrantes da Câmara. A cerimônia durou cerca de três horas e contou com áudio descrição e apresentação em libras para os presentes.

Um a um, os 15 representantes subiram sob aplausos ao palco moldurado por flores, sem desalinhar os passos nem mesmo nas duas gafes em que os partidos foram trocados no cerimonial. Todos de terno preto, perfilados em cadeiras acolchoadas marrons e diante da mesa com 10 autoridades fizeram lembrar as tradicionais formaturas universitárias já celebradas no palco do Carlos Gomes. Clima que continuou com a chamada nominal e o hino nacional, em que os vereadores se dividiram entre mirar o público e a bandeira. A parte musical ficou por conta de um grupo típico italiano que mostrou que a cultura da Festitália também tem vez em terra de Oktoberfest.

(Foto: Karolina Bonin/Divulgação)

A cerimônia aproximou política e religião com o já tradicional momento bíblico e com os três pastores e um bispo que participaram da seção de bênção ecumênica, intercalando falas sobre prudência, transparência e ética na administração pública com salmos sobre justiça e confiança em Deus.

Em seguida, num dos momentos-chave da cerimônia, o juramento – mais um rito que remontou às colações de grau –, em que os eleitos se comprometem a respeitar às constituições da República e do Estado e a Lei Orgânica do Município, além de trabalhar pelo engrandecimento do município. Compromisso firmado de pé – exceto por Zeca Bombeiro (SD), que estava com o pé direito imobilizado –, com a mão direita estendida e concluída com o epílogo: “assim o prometo”.

As luzes e o clima de janeiro cobravam o preço em forma de brilho na testa de alguns dos eleitos – um suor que precisará ser mantido se quiserem que a aprovação popular de outubro se mantenha em alta até 2020. Nos discursos, os vereadores eleitos lembraram da família – Alexandre Caminha (PROS) chorou ao lembrar do pai, já falecido –, dos apoiadores de campanha e citaram frases de inspiração de nomes como Nietzsche, Ayrton Senna e Mario Covas. Bruno Cunha (PSB) recitou versos rimados feitos por ele mesmo sobre sua trajetória pessoal e política. Jovino Cardoso Neto (PSD) se disse perseguido nos últimos quatro anos e prometeu trabalhar ao lado da comunidade. Oldemar Becker (DEM) recorreu a um filme fictício como Três Homens e um Destino para agradecer os colegas de partido Alemão da Alumetal e Paulo Gouvêa.

(Foto: Karolina Bonin/Divulgação)

Com a esposa Maria Augusta, a primeira-dama, na primeira fila, o prefeito eleito Napoleão assinou o termo de posse e em seguida cumprimentou todos da mesa com o firme e já conhecido aperto de mão. No discurso de 16 minutos, feito após a recondução ao cargo de prefeito, Napoleão falou em mistura de sentimentos, ao encerrar uma jornada administrativa e inaugurar outra, agradeceu o apoio da população nas eleições que disputou e da família – foi às lágrimas ao dedicar a posse ao irmão Caio Vinícius, morto em acidente de trânsito em 2014. Ele destacou as ações de redução de gastos tomadas no início do primeiro mandato e prometeu entusiasmo para a segunda gestão.

— Muitas serão as dificuldades, mas Blumenau tem uma série de valores. O valor da fé, do empreendedorismo, do associativismo, Portanto, diante dos desafios que se avizinham, se na primeira gestão conduzimos Blumenau numa travessia segura, seguramente renovados de esperança, fé e coragem haveremos de vencer um a um esses desafios — discursou.

Secretariado mantido em janeiro
Apesar de dar início ao segundo mandato com o termo de posse, a administração Napoleão Bernardes terá os mesmos secretários ao longo do mês de janeiro. Uma reunião com o atual colegiado já está marcada para a manhã desta segunda-feira para discutir sobre medidas de contenção. A definição de quem estará na nova equipe de governo ocorre ao longo deste mês e deve ser anunciada somente em 1º de fevereiro. Até lá, segundo Napoleão, os atuais titulares das pastas seguem com o compromisso da cidade e o governo, com “gás total”. Na quinta-feira, o prefeito Napoleão sai de férias de 17 dias o vice Hildebrandt assume a prefeitura até o dia 22.

 

Empossados
Prefeito: Napoleão Bernardes (PSDB)
Vice-prefeito: Mário Hildebrandt (PSB)

Vereadores:
Adriano Pereira (PT)
Ailton de Souza - Ito (PR)
Alexandre Matias (PSDB)
Almir Vieira (PP)
Bruno Cunha (PSB)
Caminha (PROS)
Jens Mantau (PSDB)
Jovino Cardoso (PSD)
Marcelo Lanzarin (PMDB)
Marcos da Rosa (DEM)
Oldemar Becker (DEM)
Professor Gilson (PSD)
Ricardo Alba (PP)
Sylvio Zimmermann (PSDB)
Zeca Bombeiro (Solidariedade)

JORNAL DE SANTA CATARINA - Blumenau

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioFigueirense apresenta atacante João Antônio e lateral Iago https://t.co/1BDgOSEdl7há 59 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioMEC prorroga até 31 de maio prazo para renovação de contratos do Fies https://t.co/1ztO3WlSkFhá 1 horaRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros