Preço médio da gasolina tem queda em 20 Estados, mas se mantém em Santa Catarina - Economia - O Sol Diário

Nas bombas07/02/2017 | 18h03Atualizada em 07/02/2017 | 21h41

Preço médio da gasolina tem queda em 20 Estados, mas se mantém em Santa Catarina

Levantamento da Agência Nacional do Petróleo (ANP) aponta que preço no Estado segue em R$ 3,71

Preço médio da gasolina tem queda em 20 Estados, mas se mantém em Santa Catarina Patrick Rodrigues/Agencia RBS
Foto: Patrick Rodrigues / Agencia RBS

O último levantamento da Agência Nacional do Petróleo (ANP) mostra o que muitos catarinenses já perceberam na prática ao abastecer: o preço da gasolina se manteve, apesar das reduções no combustível anunciadas pela Petrobras. O último anúncio aconteceu no dia 26 de janeiro, quando a companhia reduziu 5,1% o valor do diesel nas refinarias e 1,4% da gasolina

Em Santa Catarina, no dia 28 de janeiro, o preço médio da gasolina era de R$ 3,714 e depois, em 4 de fevereiro, passou para R$ 3,717. Em 20 Estados, no mesmo período, o preço caiu, segundo a ANP. 

O presidente do Sincombustíveis, Giovani Testoni, que responde pela região litorânea do Estado, afirma que é normal no mercado a oscilação de preços para cima e para baixo e que são diversas variáveis que impactam no preço nas bombas:

— Depende do governo, das questões da safra de etanol, de pauta de ICMS, todas são variáveis do preço.  

Em SC, o que se percebe é que os preços subiram gradativamente no último mês. Em 14 de janeiro, o preço médio era de R$ 3,702, na outra semana passou para R$ 3,713. Já no dia 28 de janeiro, o preço médio da gasolina era de R$ 3,714 e depois, em 4 de fevereiro, passou para R$ 3,717.

Além de SC, Alagoas, Bahia, Distrito Federa, Paraná, Piauí e São Paulo tiveram aumento ou ficaram estáveis nos dois últimos levantamentos. O restante dos Estado apresentaram queda no preço médio da gasolina. No país, o preço médio é de R$ 3,796.  

Nos dois últimos levantamentos da ANP, dos 20 municípios catarinenses pesquisados, oito baixaram o preço médio da gasolina, dois mantiveram e 10 tiveram alta. Florianópolis foi uma das cidades que apresentaram alta, de R$ 3,945 foi para R$ 3,951. A Capital apresenta o preço médio mais elevado de SC.

O diretor do Sindicato de Revendedores Varejistas de Combustíveis da Grande Florianópolis, Joel Fernandes, diz que há uma expectativa do setor de que as distribuidoras reduzam o preço do combustível já que houve baixa do preço do etanol anidro - que responde por 27% da composição da gasolina. 

— Nossa expectativa é que as distribuidoras baixem para que possamos baixar. Mas até agora não houve nada de redução — destaca.  

Leia também:

Da Petrobras aos postos: entenda a dinâmica do preço da gasolina

Petrobras reduz preço do diesel em 5,1% e da gasolina em 1,4%


Sindicatos dos postos de combustíveis em SC confirmam reajuste

Preço da gasolina sobe em quase todas as regiões de Santa Catarina

Gasolina no Brasil é R$ 0,48 mais cara do que a média global

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioBaleia que morreu em Barra Velha vai integrar acervo do Museu Oceanográfico da Univali https://t.co/ova0wTXP2yhá 1 diaRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioReunião que irá definir fórmula do Catarinense de 2018 está marcada para o dia 6 https://t.co/8hx11OaZTchá 1 diaRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros