A dez dias do fim do prazo, apenas metade dos catarinenses declarou o Imposto de Renda 2017 - Economia - O Sol Diário

De olho no Leão18/04/2017 | 12h29Atualizada em 18/04/2017 | 15h41

A dez dias do fim do prazo, apenas metade dos catarinenses declarou o Imposto de Renda 2017

Até terça-feira, a Receita Federal havia recebido 593.965 declarações de Santa Catarina, de onde são esperados 1,2 milhão de envios

A dez dias do fim do prazo, apenas metade dos catarinenses declarou o Imposto de Renda 2017 Lívia Stumpf/Agencia RBS
Contribuintes devem enviar declaração até as 23h59min do dia 28 de abril Foto: Lívia Stumpf / Agencia RBS
Diário Catarinense
Diário Catarinense

O prazo para envio das declarações do Imposto de Renda 2017, referente à movimentação financeira de 2016, termina dentro de dez dias, em 28 de abril. Apesar do prazo apertado, metade dos catarinenses ainda deve acertar as contas com o Leão. A média de envio do documento em Santa Catarina é, até o momento, 4,32% superior à nacional

No Estado, são esperadas 1,2 milhão de declarações. Até o momento, foram enviadas as de 593.965 contribuintes, ou seja, 49,49% da expectativa. No país, foram entregues 12.784.736 declarações de um total de 28,3 milhões aguardadas. 

O prazo de entrega começou em 2 de março e vai até as 23h59min do próximo dia 28. O programa gerador da declaração está disponível no site da Receita Federal. A declaração do Imposto de Renda é obrigatória para quem recebeu rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no ano passado.

Mudanças

Neste ano, a declaração do Imposto de Renda teve uma série de mudanças. As principais são a redução da idade mínima, de 14 para 12 anos, na apresentação do CPF de dependentes e a incorporação do Receitanet, programa usado para transmitir a declaração, ao programa gerador do documento.

Precisa ainda declarar o Imposto de Renda quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil; quem obteve, em qualquer mês de 2016, ganho de capital na alienação de bens ou direitos sujeito à incidência do imposto ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias e de futuros.

Restituição

Quando se trata de atividade rural, é obrigado a declarar o contribuinte com renda bruta superior a R$ 142.798,50; quem pretende compensar prejuízos do ano-calendário 2016 ou posteriores ou quem teve, em 31 de dezembro do ano passado, a posse ou propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, com valor total superior a R$ 300 mil.

A Receita Federal pagará a restituição do IRPF em sete lotes, entre junho e dezembro deste ano. O primeiro lote será pago em 16 de junho, o segundo em 17 de julho e o terceiro em 15 de agosto. O quarto, quinto e sexto lotes serão pagos, respectivamente, em 15 de setembro, 16 de outubro e 16 de novembro. O sétimo e último lote está previsto para ser pago em dezembro.

Ao fazer a declaração, o contribuinte deve indicar a agência e a conta bancária na qual deseja receber a restituição. Idosos, pessoas com deficiência física, mental ou doença grave têm prioridade para receber a restituição.

Leia também:
Confira o calendário de restituição do Imposto de Renda 2017

Confira as 3 principais alterações para a declaração do IR 2017

Saiba como doar parte do imposto de renda para projetos sociais ou culturais

Nova regra do Imposto de Renda exige CPF de dependentes a partir de 12 anos

Imposto de Renda 2017: passo a passo, veja como preencher a declaração

Imposto de Renda 2017: como o microempreendedor individual deve declarar

Como declarar o Imposto de Renda 2017 se você perdeu o emprego no ano passado

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioSemana começa com chance de geada, maré alta e temperaturas próximas de 0°C em Santa Catarina https://t.co/RSIDcAG0Dvhá 1 horaRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioSérie B tem vitórias de Concórdia, Hercílio, Guarani e Marcílio Dias https://t.co/b1toat1xFfhá 2 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros