Dalirio Beber aparece como suspeito de intermediar pagamento à campanha do PSDB  - Economia - O Sol Diário

Lista de Fachin12/04/2017 | 07h58Atualizada em 12/04/2017 | 12h09

Dalirio Beber aparece como suspeito de intermediar pagamento à campanha do PSDB 

Senador é citado em delação da Odebrecht que aponta pagamento feito ao prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes

Dalirio Beber aparece como suspeito de intermediar pagamento à campanha do PSDB  Lucas Correia/Agencia RBS
Foto: Lucas Correia / Agencia RBS
Jornal de Santa Catarina
Jornal de Santa Catarina

Um dos principais nomes do PSDB em Santa Catarina e integrante da alta cúpula do partido em Blumenau, o senador Dalirio Beber aparece como suspeito de intermediar um pagamento de R$ 500 mil em 2012 à campanha a prefeito do também tucano Napoleão Bernardes. Nas cinco páginas do inquérito de número 4.457, o relator ministro Edson Fachin o aponta como suposto articulador para o recebimento do dinheiro que seria, segundo o documento do Supremo Tribunal Federal (STF), "com o objetivo de buscar apoio à manutenção dos contratos de saneamento de água e esgoto" da empresa Foz do Brasil – hoje Odebrecht Ambiental.

Na cidade, Beber é tido como o mentor intelectual, padrinho político e principal referência do atual prefeito. Mesmo que nunca tenha sido eleito – já que assumiu o Senado Federal por ser primeiro suplente de Luiz Henrique da Silveira (PMDB), falecido em 2015 –, o senador vem em uma carreira ascendente em Brasília. Embora sempre tenha dito que não é candidato à reeleição, nos bastidores a possibilidade de que Beber concorresse, sim, ao cargo em 2018 era sólida.

Último colocado nas eleições de 1996 para a prefeitura de Blumenau – com 11,2% dos votos válidos –, Dalirio Beber historicamente teve a característica de ser o articulador político do PSDB, e não a principal figura para o público. Esse contexto, inclusive, foi o fator determinante para o convite de Luiz Henrique para que Beber fosse seu suplente, em 2010, já que quatro anos antes ambos haviam sido os cabeças na composição da chamada "tríplice aliança", que levou o peemedebista pela primeira vez ao governo do Estado. Politicamente, o atual senador chegou a estar à frente do Badesc e da Casan e em 2003 foi presidente estadual de sua sigla.

Por ter sido primeiro suplente de Luiz Henrique, as contas da campanha de 2010 de ambos foram feitas em conjunto. O total arrecadado pelo então senador eleito foi de R$ 3,16 milhões – englobando grandes repasses lícitos feitos por empresas como Votorantim (R$ 500 mil) e até mesmo pelo empresário preso Eike Batista (R$ 200 mil).

A reportagem tentou contato com o senador Dalirio Beber durante a tarde desta terça-feira, porém sua secretária disse que ele estava em plenário e que, na sequência, retornaria a ligação. O tucano não entrou em contato e se manifestou através da nota abaixo:

O que diz Dalirio Beber (PSDB):

Recebo com surpresa a inserção do meu nome no rol dos investigados. Não tive, até o presente momento, qualquer acesso ao processo para conhecer o conteúdo do que me é atribuído. Rechaço com veemência toda e qualquer denúncia de prática de ilícitos.Estou indignado, mas absolutamente tranquilo, pois minha consciência em nada me acusa.Digo à sociedade brasileira, em especial aos catarinenses, que sempre confiaram em mim, que espero que rapidamente a verdade seja restabelecida.Neste momento, coloco-me inteiramente à disposição da Justiça.

Leia mais notícias:
Lista de Fachin: confira os nomes de quem será investigado

Delações sobre Lula, Dilma e FHC vão para outros tribunais

Senador Dalirio Beber teria intermediado o pagamento ao PSDB

Décio Lima teria pedido vantagens para a esposa em 2012, diz inquérito

Segundo delações, Ana Paula Lima teria recebido R$ 500 mil da Odebrecht

Em 2012, Odebrecht teria repassado R$ 500 mil a Napoleão Bernardes

Jean Kuhlmann é citado em outra lista da Operação Lava-Jato

Navegantes: Roberto Carlos teria recebido R$ 500 mil, aponta delator

Imbituba: ex-prefeito teria recebido dinheiro para a eleição de 2012

Ideli Salvatti teria recebido R$ 300 mil da Odebrecht a pedido de Carlito Merss

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioTribunal Regional do Trabalho de SC abre concurso público com salários que chegam a R$ 12 mil https://t.co/nZnG3lswAehá 1 horaRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioMoradores da Vila União protestam após noite tensa com tiroteio e morte no Norte da llha https://t.co/jKxjyMChNphá 2 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros