Dobra o valor pago em diárias na Câmara de Vereadores de Itajaí - Economia - O Sol Diário

Política30/10/2017 | 10h36Atualizada em 30/10/2017 | 10h36

Dobra o valor pago em diárias na Câmara de Vereadores de Itajaí

Já são R$ 20 mil, contra R$ 9,3 mil em todo o ano de 2016

Dobra o valor pago em diárias na Câmara de Vereadores de Itajaí Luiz Carlos de Souza / Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
Foto: Luiz Carlos de Souza / Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

O valor gasto em diárias na Câmara de Vereadores de Itajaí, desde janeiro, já é mais que o dobro do que foi gasto em todo o ano passado. A despesa chegou a R$ 20,7 mil em 10 meses, contra R$ 9,3 mil gastos de janeiro a dezembro de 2016.

Paul Benedict Estanislau, controlador do Legislativo, afirma que o aumento se deve à aposta na formação dos servidores. A maior parte das viagens registradas este ano é de funcionários concursados, para cursos de capacitação.

Mas o que chama atenção são os critérios legais para autorização das diárias. O decreto que regulamenta essa liberação prevê, por exemplo, que se recebam diárias por viagens que duraram menos do que o período de expediente.

Em abril, o vereador Carlos Augusto da Rosa (PP) recebeu R$ 334 de diária por uma viagem a Florianópolis para uma reunião com diretores do Departamento Estadual de Transportes e Terminais (Deter). Foi usado o carro oficial da Câmara, das 11h às 18h _ sete horas de viagem. O motorista também teve direito à diária, que ficou em R$ 122. 

Os valores não são irregulares, mas cabe ao vereador decidir se vai cobrar as diárias da Câmara ou não. Uma viagem a São Paulo, por exemplo, como a que foi feita pela vereadora Dulce Amaral (PR) em agosto para representar Itajaí num encontro de “prefeitas, governadoras e primeiras-damas”, custou R$ 2,2 mil para um dia e meio de ausência.

Alteração

O valor das diárias este ano é elevado se comparado ao ano passado, mas não chega nem perto dos R$ 45 mil gastos pela Câmara em 2015. Naquele ano, a maior parte das viagens foi feita por vereadores.

A inversão da lógica, com a prioridade para os cursos de formação dos servidores concursados, é uma boa notícia. Mas parece que o momento é propício para a discussão de novos critérios.

Um projeto de resolução apresentado pelo vereador Rubens Angioletti (PSB) propõe o fim das diárias quando a viagem for de menos de 24 horas, em carro oficial e em cidades próximas. Nesse caso, o parlamentar teria direito apenas ao reembolso de alimentação.

Economia

O pagamento de diárias na Câmara de Vereadores de Itajai é previsto em dois decretos legislativos. De acordo com a Controladoria, os decretos são considerados “plausíveis” e “de acordo com as atividades da Casa”.

O órgão afirma que a política da gestão, este ano, é de austeridade. Estão em tramitação projetos que reduzem as funções gratificadas e outro que retira do quadro funcional mais de 20 áreas. A ideia da presidência é terceirizar o que for possível, para reduzir custos. Segundo dados do Legislativo, o número de propostas de redução de gastos este ano já chega a 57.

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioFigueirense faz promoção de ingresso para despedida da temporada https://t.co/dBc8O6rWl7há 3 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioFigueirense faz promoção de ingresso para despedida da Série B https://t.co/o6LhPdZ4FJhá 4 horas Retweet
O Sol Diário
Busca