Brusque, Balneário Camboriú e Itajaí representam o Vale do Itajaí na Paralimpíada - Esporte - O Sol Diário

Rio 201605/09/2016 | 10h02

Brusque, Balneário Camboriú e Itajaí representam o Vale do Itajaí na Paralimpíada

Quatro atletas da região disputam a partir de quarta-feira as competições do paradesporto

Brusque, Balneário Camboriú e Itajaí representam o Vale do Itajaí na Paralimpíada Patrick Rodrigues/Agencia RBS
O nadador Matheus Rheine é um dos representantes do Vale do Itajaí nos Jogos Paralímpicos Rio 2016 Foto: Patrick Rodrigues / Agencia RBS

Os sentimentos são diferentes. Uns estão nervosos, outros nem tanto. Uns esperam ansiosamente pelo dia das competições, outros tratam a participação na Paralimpíada com calma, sem criar muita expectativa. Quatro representantes do Vale do Itajaí estarão em cena a partir de quarta-feira na maior competição mundial do paradesporto.

Do ciclismo à natação, do basquete sobre cadeira de rodas ao salto em altura, Matheus Rheine e Soelito Gohr, de Brusque, Paulo Roberto Dauinheimer, de Balneário Camboriú, e Flávio Reitz, de Itajaí, pisarão no Rio de Janeiro com o objetivo de conseguir o melhor resultado para o Brasil na história.

Sétimo colocado no quadro de medalhas em Londres-2012, com 21 ouros, 14 pratas e oito bronzes, o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) traçou uma meta ousada: chegar ao quinto lugar. Para isso acontecer precisaria subir pelo menos uma dúzia de vezes ao lugar mais alto do pódio a mais do que quatro anos atrás. Na comparação com a última paralimpíada, se esse fato ocorresse, o Brasil ultrapassaria Estados Unidos e Austrália e ficaria entre os cinco melhores no ranking.

Confiando em atletas como Alan Fonteles – o brasileiro que derrotou Oscar Pistorius em 2012 –, dos 100 metros rasos, Antônio Tenório, do judô, e Terezinha Guilhermina, também no atletismo, a esperança de melhorar os números de Londres está depositada também nas potenciais surpresas. Na natação, por exemplo, além de Daniel Dias e Clodoaldo Silva, considerados medalhistas certos, aparece o brusquense Matheus Rheine, 23 anos. Ouro no Parapan de Toronto em 2015 ele corre por fora e sonha com o pódio paralímpico. Mesmo com toda a pressão e expectativa criada, ele diz estar tranquilo.

— Estou supercalmo, conseguindo administrar bem a ansiedade. Sei que é a maior competição do planeta, mas para mim é só mais uma. Não vou fazer nada mirabolante, só o que sempre faço, melhorando meus tempos e, como consequência, conquistando medalhas — disse, por telefone, o nadador durante a reta final da preparação em São Paulo.

E de Brusque não vem somente Rheine, mas também um ciclista. Aliás, se Murilo Fischer – que também é da cidade berço da fiação catarinense – com cinco participações entende de Jogos Olímpicos, Soelito Gohr não fica para trás. O paraciclista vai disputar a sua terceira paralimpíada dia 14, justamente na data de seu aniversário de 43 anos. Motivo para comemorar? Só se a medalha vier.

— Quero trazer o fato de competir em casa como um benefício para, quem sabe, desencantar dessa vez e subir ao pódio – afirma Soelito, que disputará provas de ciclismo de estrada e no estilo contrarrelógio, dentro do velódromo carioca.

CONHEÇA OS ATLETAS


Foto: Patrick Rodrigues, 23/7/2015

Matheus Rheine Corrêa de Souza

- Nascimento:
10/12/1992
- Cidade: Brusque
- Modalidade: Natação, Classe S11 (100% deficiente visual)
- Principal conquista: Ouro no Parapan de Toronto (2015) nos 50m livres



Foto: Divulgação

Soelito Gohr

- Nascimento: 14/9/1973
- Cidade: Brusque
- Modalidade: Ciclismo de estrada e contrarrelógio, C5 (deficiência leve nos membros superiores)
- Principal conquista: Bicampeão mundial de ciclismo de estrada (2009 e 2010)


Balneário Camboriú e Itajaí também estarão em cena

A parte litorânea do Vale do Itajaí ingressa nos Jogos Paralímpicos. Bicampeão sul-americano com a Seleção Brasileira de basquete em cadeira de rodas, Paulo Roberto Dauinheimer representará Balneário Camboriú. Na modalidade, os maiores campeões são o Canadá, Austrália, Israel e, claro, os Estados Unidos. O Brasil nunca conseguiu uma medalha na história e surpreender é a palavra do momento para a delegação. Paulo conta que a convocação foi um choque e que até pouco tempo atrás não tinha imaginado chegar à Rio 2016 como atleta:

— A ficha nem tinha caído até semana passada, só caiu quando cheguei na Vila Olímpica. Estou muito ansioso, até porque é minha primeira participação, mas acredito que podemos surpreender.

De Itajaí, Flávio Reitz é uma das esperanças de medalha no salto em altura. Nascido em Francisco Beltrão (PR) e morando em Santa Catarina desde 2009, ele já se considera um “peixeiro” pelas oportunidades que teve ao se mudar para cá. Reitz, hoje, tem a quarta melhor marca na classe F42 – que envolve atletas com a perna esquerda amputada – e não fica em cima do muro: quer ganhar a uma medalha.

— Para isso acontecer estou trabalhando arduamente, evoluindo a cada treino e competição. Chego aos Jogos com uma excelente marca e com uma boa margem para crescer. E é isso que nos dá a esperança de uma conquista inédita para o Brasil – conta o saltador, que teve de amputar a perna aos 16 anos, após um câncer.


Foto: Washington Alves, MPIX, CPB

Flávio Reitz

- Nascimento: 11/10/1986
- Cidade: Itajaí
- Modalidade: Salto em altura, Classe F42 (amputação perna esquerda)
- Principal conquista: Prata no Parapan de Toronto (2015), F42/44/47


Foto: Divulgação

Paulo Roberto Barcelos Dauinheimer

- Nascimento: 22/2/1984
- Cidade: Balneário Camboriú
- Modalidade: Basquete em cadeira de rodas
- Principal conquista: Bicampeão sul-americano (2012e 2016)

JORNAL DE SANTA CATARINA

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioSC mantém liderança na produção de ostras, vieiras e mexilhões https://t.co/cG170FNLBKhá 13 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioDeslizamentos deixam 33 pessoas desaparecidas na China https://t.co/j3kcwfi7wLhá 14 horas Retweet
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros