Chapecoense ganha novo motivo para sonhar com a Libertadores - Esporte - O Sol Diário

Contra o Vitória01/10/2016 | 07h18Atualizada em 01/10/2016 | 07h18

Chapecoense ganha novo motivo para sonhar com a Libertadores

Verdão recebe a equipe baiana neste sábado na Arena Condá

Chapecoense ganha novo motivo para sonhar com a Libertadores Arte/DC
Foto: Arte / DC
darci debona

A torcida da Chapecoense já teria, ao natural, fortes motivos para lotar a Arena Condá neste sábado, às 16h, no jogo contra o Vitória. Afinal, o time tem dado muitas alegrias aos fãs do Verdão, principalmente com a classificação às quartas de final da Sul-Americana. A motivação foi, contudo, turbinada: as vagas na Libertadores 2017 vão aumentar e a CBF confirmou que o G-4 da Série A vai virar, no mínimo, G-5. Eis que o time do Oeste entra mais forte, portanto, na briga por vaga na principal competição da América do Sul.

Leia mais sobre a Chapecoense
Confira a tabela da Série A

Com o atual regulamento, os quatro primeiros colocados garantem vaga na Libertadores, exceto se um brasileiro conquistar a Copa Sul-Americana. E justamente a Chapecoense, além do Coritiba, tem chances de buscar este título. Se o time de SC ou do PR consegue o feito, no quadro atual apenas os três primeiros colocados iriam para a Libertadores, além do campeão da Copa do Brasil (a menos que o campeão estivesse entre os três primeiros, o que ampliaria para o quarto colocado novamente o direito de ir à pré-Libertadores).

No novo cenário divulgado pela Conmebol, o atual G-4, com as exceções citadas acima, passaria a variar de quatro até seis times. Quatro pela Série A, em caso de sucesso da Chape ou do Coxa na Copa Sul-Americana. Do contrário, os cinco primeiros iriam para a Libertadores, o que já coloca o representante catarinense de olho no G-5, a apenas cinco pontos do Fluminense.

A situação pode melhorar. Em caso de título da Copa do Brasil de um dos cinco primeiros, teríamos um G-6. E aí a diferença de pontos em relação ao sexto colocado, o Atlético-PR, cai para quatro pontos.

O vice-presidente da Chapecoense, Mauro Stumpf, vibra com o atual momento do time:

– A classificação na Copa Sul-Americana é motivo de orgulho para a região. Foi um jogo épico. Nossa torcida ajudou muito. Estamos sendo taxados como time copeiro. Isso mostra a força dentro da Arena Condá.

E garante que o clube não vai direcionar o foco somente para a competição internacional:

– Pretendemos dar atenção total para as duas competições, mesmo tendo um grupo pequeno. Nosso principal objetivo é a permanência na Série A. O foco é total nos próximos dois jogos do Brasileirão. Depois podemos ir com tudo na Sul-Americana também.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE: Marcelo Boeck; Gimenez, Filipe Machado, Willian Thiego e Dener; Matheus Biteco, Cleber Santana e Rafael Bastos; Lourency, Tiaguinho e Bruno Rangel. Técnico: Caio Júnior.

VITÓRIA:
Fernando Miguel; Diogo Mateus, Ramon, Kanu e Diego Renan; Willian Farias, Marcelo e Cárdenas; Kieza, Marinho e Zé Love. Técnico: Argel Fucks.

Arbitragem:
Pablo dos Santos Alves, auxiliado por Luís Filipe Gonçalves Correia e Oberto Santos da Silva (trio da PB).
Local: Arena Condá, em Chapecó.
Ingressos: R$ 20 (Geral), R$ 40 (Social) e R$ 100 (Cadeiras). Sócio compra ingresso para acompanhante pela metade do preço, exceto cadeiras.

 
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros