Grêmio sai na frente, mas fica no empate em 1 a 1 com o Santos na Vila Belmiro - Esporte - O Sol Diário

Tudo igual16/10/2016 | 21h25Atualizada em 16/10/2016 | 21h25

Grêmio sai na frente, mas fica no empate em 1 a 1 com o Santos na Vila Belmiro

Pensando na Copa do Brasil, Tricolor foi com time reserva para jogo válido pela 31ª rodada do Brasileirão

Grêmio sai na frente, mas fica no empate em 1 a 1 com o Santos na Vila Belmiro Ricardo Moreira/Fotoarena,Lancepress
Foto: Ricardo Moreira / Fotoarena,Lancepress
Luís Henrique Benfica
Luís Henrique Benfica

luis.benfica@zerohora.com.br

De olho na Copa do Brasil, Renato Portaluppi lançou os meninos no alçapão da Vila Belmiro na noite deste domingo. Com um time formado por reservas, o Grêmio foi pressionado boa parte do tempo, mas seguoru o empate em 1 a 1. Os titulares foram preservados para a partida contra o Palmeiras, quarta-feira, em São Paulo. O time só precisa de um empate para avançar às semifinais da Copa do Brasil e seguir sonhando com um título.

Sem demonstrar temor, os guris do Grêmio até incomodaram no início. A cinco minutos, Everton partiu do próprio campo, mas demorou a chutar e permitiu a recuperação de David Braz. Era um bom cartão de apresentação. Melhor ainda foi a jogada ocorrida aos nove minutos. Kaio, repetindo uma movimentação que Ramiro costuma fazer, iniciou a jogada pela direita e deu a Everton. No bico da área, desmarcado, o atacante dominou a bola, girou e acertou um chute rasteiro, fora do alcance de Vanderlei.

Ficava claro que se tratava de uma situação de exceção. Jovens e desentrosados, os meninos do Grêmio passaram a sentir a pressão de enfrentar um adversário disposto a avançar às primeiras posições da tabela. O gol de empate não demorou a sair. A 20 minutos, em escanteio da esquerda, Fred foi encoberto e permitiu que o argentino Fabián Noguera empatasse de cabeça.

O jogo tornou-se desigual. Iago passou a ser envolvido com facilidade por Vitor Ferraz e Lucas Lima. Na frente da área, Jaílson e Guilherme Amorim sofriam com a velocidade de Copete. Para aliviar a pressão, o goleiro Bruno Grassi tratava de retardar as reposições, o que lhe valeria um cartão amarelo no segundo tempo. Com Lincoln desligado, o Grêmio não tinha articulação. Guilherme e Everton apenas corriam de um lado a outro, a espera de um bom passe que insistia em não vir.

O Santos acumulava chances para marcar. A 21 minutos, Bruno Grassi fez boa defesa em chute de Vitor Ferraz. Aos 28, Rafael Thyere salvou em conclusão de de Vitor Ferraz , com Grassi já batido. Aos 31, Ricardo Oliveira girou dentro da área, mas errou o chute. Só ao final do primeiro tempo houve um esboço de reação. Iago conseguiu avançar e exigiu defesa difícil de Vanderlei com um chute de fora da área.

Mais eficaz na marcação, exercida ainda no campo do Santos, o Grêmio conseguiu diminuir a pressão. Foi um período em que o jogo tornou-se morno e desinteressante, como se nenhuma das duas equipes pensasse em vencê-lo. Mas não durou muito. Lucas Lima aparou cruzamento de Copete e quase marcou, aos 18 minutos. Pouco depois, Kannemann, que havia entrado no lugar de Fred, lesionado, afastou para trás e Copete chutou por cima, dentro da área. A essa altura, Renato já havia trocado Guilherme por Bolaños. Minutos mais tarde, chamou Maicon para reforçar a marcação. Mas o Santos já tinha Vitor Bueno, que forçou Bruno Grassi a nova defesa difícil a 35 minutos. Mas foi o Grêmio quem desperdiçou a chance mais clara da vitória. Em passe de Bolaños, Everton avançou área adentro e concluiu errado duas vezes, tendo somente o goleiro pela frente.

BRASILEIRÃO — 31ª RODADA — 16/10/2016

SANTOS
Vanderlei; Vitor Ferraz, Fabián Noguera, David Braz (Yuri, 39'/2º) e Zeca; Renato e Thiago Maia (Paulinho, 19'/2º); Jean Mota (Vitor Bueno, 33'/2º), Lucas Lima e Copete; Ricardo Oliveira.
Técnico: Dorival Jr.

GRÊMIO
Bruno Grassi; Wallace Oliveira, Fred (Kannemann, 14'/2º), Thyere e Iago; Jaílson e Guilherme Amorim; Kaio (Maicon, 31'/2º), Lincoln e Guilherme (Bolaños, 19'/2º); Everton.
Técnico: Renato Portaluppi

Gols: Everton (G), a nove e Fabián Noguera (S), a 20 do primeiro tempo
Cartões amarelos: Lincoln, Guilherme Amorim, Bruno Grassi, Kanneman, Maicon e Thyere (G), Lucas Lima (S)
Arbitragem: Pablo dos Santos Alves, auxiliado por Oberto Santos da Silva e Tomaz Diniz de Araújo (trio paraibano) Renda: R$ 230.510,00 / Público: 7.969
Local: Vila Belmiro, em Santos-SP

PRÓXIMO JOGO — COPA DO BRASIL
19/10/2016, 4ª FEIRA, 21H45MIN
PALMEIRAS X GRÊMIO

Acompanhe o Grêmio através do Gremista ZH. Baixe o aplicativo:

App Store

Google Play

*ZHESPORTES


 
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros