Itajaí e Blumenau ganham ginástica artística dos Joguinhos Abertos - Esporte - O Sol Diário

Em Caçador10/10/2016 | 17h25Atualizada em 10/10/2016 | 17h25

Itajaí e Blumenau ganham ginástica artística dos Joguinhos Abertos

Itajaienses levam naipe masculino, blumenauenses dominam entre as meninas nas disputas da modalidade que encerraram nesta segunda

Itajaí e Blumenau ganham ginástica artística dos Joguinhos Abertos antonio prado,fesporte/Divulgação
Robert WillianDutra, de Itajaí, melhor atleta no masculino Foto: antonio prado,fesporte / Divulgação

A ginástica artística dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina finalizou nesta segunda-feira, 10, em Caçador, dando a lógica quanto aos campeões gerais da modalidade. 

No masculino, Itajaí confirmou o favoritismo faturando o troféu de campeão com 211, 937 pontos. Blumenau, que somou 141,337 pontos, foi o campeão entre as mulheres. É o nono título de Itajaí na história dos Joguinhos e vigésimo de Blumenau e o quarto consecutivo de ambos.

Meninas de Blumenau dominaram o naipe feminino Foto: antonio prado,fesporte / Divulgação

No cômputo geral, no masculino, Blumenau ficou com a segunda colocação com 197,336 pontos, seguido de Joinville, em terceiro lugar, com 161,169 pontos.

Entre as mulheres o troféu de vice-campeão geral ficou com Criciúma com 136, 470 pontos e Florianópolis fechou sua participação em terceiro lugar com 125, 871 pontos.

Robert WillianDutra, de Itajaí, e Jamile Bloedorn, de Blumenau, foram medalha de ouro no individual geral e se consagraram como melhores atletas dos Joguinhos 2016 da modalidade.

Equipe masculina de Itajaí mostrou sua força na modalidade Foto: antonio prado,fesporte / Divulgação

Além de ser ouro no individual geral o ginasta itajaiense foi medalha de ouro nos aparelhos solo, argolas, salto, barra e por equipe e medalha de prata nas paralelas.

Já Jamile foi ouro no individual geral, salto, paralela assimétrica, trave e equipe, além de medalha de prata no solo. ¿Acredito que meu desempenho poderia ser melhor, pois errei em algumas apresentações como a trave, por exemplo, em que errei logo no início da apresentação, mas de um modo geral gostei de minha participação aqui em Caçador¿, disse Jamile ao final da competição.

Jamile Bloedorn, de Blumenau, melhor atleta feminina Foto: antonio prado,fesporte / Divulgação

Para Robert Willian, que agora é bicampeão dos Joguinhos, além de campeão sul-americano, disse que vencer a competição é sempre bom, pois, segundo ele, o evento permite mostrar a capacidade técnica do atleta e ferir se os treinamentos deram resultados. ¿Agora pretendo me preparar mais para disputar pela primeira vez os Jogos Abertos de Santa Catarina¿, destacou.

A segunda-feira, último dia de competição da ginástica artística, foi marcada pela distribuição de medalhas nos aparelhos solo, cavalo com alças, salto, argolas, paralelas e barra fixa no masculino; e salto, paralelas, trave e solo no feminino.

Os Joguinhos Abertos prosseguem até sábado com extensa programação. Cerca de 3.800 atletas com idades entre 13 a 17 anos de 62 municípios lutam por medalhas do atletismo, basquetebol, ciclismo, futebol, futsal, ginástica rítmica, handebol, judô, tênis, tênis de mesa, voleibol, vôlei de praia e xadrez no masculino e feminino.

 
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros