Rodrigo Faraco: erros e pobreza técnica no Figueira, que vai ter que corrigir muita coisa - Esporte - O Sol Diário

Ruim03/10/2016 | 06h23Atualizada em 03/10/2016 | 06h23

Rodrigo Faraco: erros e pobreza técnica no Figueira, que vai ter que corrigir muita coisa

Desempenho do Furacão no Beira-Rio foi abaixo da crítica

Rodrigo Faraco: erros e pobreza técnica no Figueira, que vai ter que corrigir muita coisa Charles Guerra/Agencia RBS
Foto: Charles Guerra / Agencia RBS

Escrevi aqui no final de semana que Internacional e Figueirense fariam um jogo de erros, mas não imaginava que seria tão pobre a disputa do sábado à noite. Foram apenas cinco finalizações no gol: quatro do Inter e uma do Figueirense, e todas no primeiro tempo. Na segunda etapa ninguém acertou a meta contrária. O Colorado matava todas as jogadas do Figueira no meio de campo. E o Alvinegro não soube nem se aproveitar dessa bola parada.

Figueirense toma gol cedo, perde para Internacional e volta para o Z-4

Foi terrível o jogo, com cara mesmo de duas equipes que vão lutar para ficar na elite. O Inter, vergonhosamente, aos 42 minutos do segundo tempo, mandou Fenando Bob voltar ao gramado, sem condições, só pra que ele pudesse cair no gramado e parar o jogo. Aliás, o Inter foi gigante na arquibancada e pequeno em campo, mas o Figueira foi pior.

É preciso corrigir mais

A escalação de Marquinhos Santos não funcionou novamente, principalmente a saída de bola, os volantes Jefferson e Renato erraram tudo que tinham direito. Agora é ajustar pra domingo, contra o Botafogo, principalmente a saída de bola e a proteção à defesa.

Talvez Marquinhos ainda esteja confuso com o desconhecimento dos jogadores e tanta gente que o Figueirense tem na comissão técnica. Seria melhor ele se isolar de conselhos, afinal quem trabalhou até agora não o fez nada bem. Que o novo treinador procure soluções por ele mesmo.

 
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros