Chapecoense vence São Paulo e mira Libertadores via Série A - Esporte - O Sol Diário

Ninguém segura20/11/2016 | 21h28Atualizada em 21/11/2016 | 08h20

Chapecoense vence São Paulo e mira Libertadores via Série A

Verdão conseguiu resultado de 2 a 0 na Arena Condá

Chapecoense vence São Paulo e mira Libertadores via Série A Sirli Freitas/Especial
Mais uma jornada vitoriosa do Verdão na Arena Condá Foto: Sirli Freitas / Especial
darci debona

No aperitivo do jogo de quarta-feira diante o San Lorenzo pela semifinal da Copa Sul-Americana, a Chapecoense não poupou o time titular e venceu o São Paulo por 2 a 0, neste domingo, na Arena Condá. Mesmo garantido na Série A do ano que vem, o Verdão não tirou o pé do acelerador e foi a 52 pontos, a três do G6, que garante vaga na Libertadores.

Na partida deste domingo, o São Paulo começou melhor e, em 10 minutos, já tinha finalizado quatro vezes, duas com Thiago Mendes, uma com Robson e outra com David Neres.

A Chapecoense só foi levar perigo aos 12 minutos, quando Lucas Gomes foi ao fundo e cruzou para Bruno Rangel que cabeceou para fora.

O time visitante continuou pressionando. Aos 30 minutos Danilo fez boa defesa em chute de David Neres, de dentro da área. No minuto seguinte espalmou um chute cruzado de Buffarini.

A Chapecoense quase não chegava no ataque. Tanto que o São Paulo teve 61% de posse de bola na etapa inicial. Mas quando chegou, foi cirúrgica.

Aos 39 minutos, Dener recebeu livre na esquerda e chutou cruzado, rasteiro, no canto do goleiro Denis, fazendo 1 a 0.

O Verdão ainda ampliou no primeiro tempo, num chute forte de fora da área de Tiaguinho. O jogador comemorou muito com seus companheiros do banco de reservas.

O segundo tempo começou como o primeiro: o São Paulo chutando e Danilo defendendo.

A Chapecoense começou a explorar os contra-ataques. Lucas Gomes entrou na área, driblou Maicon e tocou para Tiaguinho, que só não marcou pois a zaga do São Paulo conseguiu desviar a bola para escanteio.

Na metade do segundo tempo, o técnico Caio Jr resolveu poupar Tiaguinho e Cleber Santana, que foram substituídos por Ananias e Gil.

O time da casa então diminuiu o ritmo e o São Paulo teve chance de marcar, mas Willian Thiego salvou em cima da linha e Danilo também fez mais uma defesa para garantir o placar.

Agora o pensamento é total na Copa Sul-Americana. Afinal, outro caminho para a Libertadores é o título da competição internacional, onde quarta-feira a Chapecoense pode garantir uma vaga na final com empate sem gols. Está perto a quarta-feira que, para o torcedor, parece não chegar nunca.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE-2: Danilo, Caramelo, Willian Thiego, Neto e Dener; Josimar, Matheus Biteco (Arthur Maia) e Cleber Santana (Gil); Tiaguinho (Ananias), Lucas Gomes e Bruno Rangel. Técnico: Caio Jr.

SÃO PAULO-0: Denis, Buffarini, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; João Schmidt, Thiago Mendes, David Neres (Daniel), Cueva e Robson (Jean Carlos); Pedro (Gilberto). Técnico: Ricardo Gomes.

Gols: Dener (C) aos 39 minutos , e Tiaguinho, aos 46 do primeiro tempo.

Arbitragem: Jean Pierre Gonçalves Lima, auxiliado por Leirson Peng Martins e Maurício Coelho Silva Pena (trio do RS).

Cartões amarelos: Neto (C); João Schmidt (SP)

Local: Arena Condá, em Chapecó.

Público: 8.162

Renda: R$ 122.910

 
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros