VÍDEO: as primeiras informações da reportagem do DC direto da Colômbia - Esporte - O Sol Diário

Enviado especial30/11/2016 | 02h49Atualizada em 30/11/2016 | 03h29

VÍDEO: as primeiras informações da reportagem do DC direto da Colômbia

Editor enviado à cidade colombiana conta como está funcionando o atendimento no aeroporto aos familiares das vítimas

VÍDEO: as primeiras informações da reportagem do DC direto da Colômbia Diorgenes Pandini/Agência RBS
Cartaz para informações a familiares está fixado em aeroporto na Colômbia Foto: Diorgenes Pandini / Agência RBS

Basta chegar a Medellín para perceber que a cidade está vivendo intensa e sofridamente o desastre aéreo com  a empresa Lamia, que matou 71 pessoas abalando Santa Catarina.

 Assim que ocorre o desembarque no aeroporto Jose Maria Cordova, no departamento de Antioquia, uma placa com os dizeres "Informações voo Chapecoense a familiares" é imediatamente visto.

Ali, voluntários estão a postos para ajudar qualquer brasileiro que chegue, prontos para encaminhar para uma sala de situação criada no próprio aeroporto. São psicólogos, assistentes sociais, tradutores, religiosos e pessoas ligadas à prefeitura. São tantos voluntários entre brasileiros e colombianos, que muitos foram temporariamente dispensados.


Religiosos auxiliam no atendimento a familiares das vítimas Foto: Diorgenes Pandini / Agência RBS

Uma centena deles está à disposição por toda a madrugada. Um deles é a psicóloga Sibylla Jockymann, gaúcha, professora universitária, que conta:

— Medellín está totalmente de luto.

Ela informa que esta é uma situação nova para a cidade e que começaram a chegar ao aeroporto centenas de voluntários:

— Nos temos treinamento para situações de emergência, estamos mobilizados.

Apesar da boa vontade, confessa:

— Sobra solidariedade em Medellín, mas falta organização.

São 76 duplas de psicólogos entre brasileiros e colombianos prontos para agir. O primeiro secretário da embaixada brasileira é um dos que coordena o local, que no momento serve como centro de mobilização de imprensa também. No local, o primeiro-secretário da embaixada brasileira, Franklin Hoyer, organiza os voluntários. Ele informa:

— A aeronáutica montou uma célula de crise para o momento.

Hoyer avisa que os colombianos estão planejando um evento no estádio Atanásio Girardot, nesta quarta-feira, as 18h15min. A ideia é encher o estádio, todos de branco, com velas, avisa.

* Enviado especial a Medellín

Cenário da tragédia da Chape: destroços, lama e objetos pessoais
VÍDEO: um resumo do dia marcado pelo desastre
AO VIVO: As informações da tragédia da Chape
Torcida do Atlético Nacional adapta cântico tradicional em homenagem a Chapecoense


 
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros