Joinville ainda busca dois laterais para fechar ciclo de contratações - Esporte - O Sol Diário

Elenco para 201724/12/2016 | 08h31Atualizada em 24/12/2016 | 08h31

Joinville ainda busca dois laterais para fechar ciclo de contratações

Meia Lúcio Flávio, de 37 anos, será a referência do time que inicia a temporada dentro de dez dias

Joinville ainda busca dois laterais para fechar ciclo de contratações Frankie Marcone/Novo Jornal
Lúcio Flávio estava no ABC-RN e vai reforçar o JEC em 2017 Foto: Frankie Marcone / Novo Jornal

Se a torcida do JEC esperava por um presente de Natal para tentar esquecer os fracassos do time em 2016, vai ter de se contentar com o que já recebeu. A menos de dez dias do início da temporada 2017, o Joinville está com boa parte do elenco definido. A rigor, o clube ainda busca dois reforços para as laterais.

Seis atletas foram contratados até o momento: o lateral direito Caíque, que vem do Confiança-SE; os zagueiros Max, ex-Remo-PA, e Henrique Mattos, que estava no Sport-PE; o meia Lúcio Flávio, ex-ABC-RN; e os atacantes Ciro, também ex-Remo, e Fabinho Alves, que estava no Paysandu-PA.

Destes, Lúcio Flávio é de longe o mais conhecido. Defendeu times como o Botafogo e agora, aos 37 anos, tem a missão de dar segurança aos mais jovens. Até porque entre seis e sete atletas das categorias de base, que disputarão a Copa São Paulo de Futebol Júnior, serão promovidos ao profissional.

Do elenco que encerrou o ano rebaixado para a Série C do Brasileiro, apenas nove continuarão na Arena, sendo três deles goleiros: Jhonatan, Matheus Albino e Felipe. Os outros remanescentes são o lateral esquerdo Fernandinho, os volantes Naldo e Kadu, os meias Juninho e Matheus Silva e os atacantes Aldair e Adriano. O artilheiro Jael também pode continuar, mas a sua situação continua indefinida.

Vinte e um atletas tiveram seus contratos não renovados ou foram devolvidos aos clubes de origem. Conforme o presidente Jony Stassun, a ideia é formar uma equipe que mescle juventude e experiência e possa brigar por títulos.

– Fiquei marcado pela queda para a Serie C e agora preciso reconquistar a confiança do torcedor – admitiu Jony, em entrevista dada ao “AN” na última semana.

O que parece bem claro é que diferentemente do ano passado, quando fez contratações sem muito critério e trocou de técnico quatro vezes, na próxima temporada, a diretoria adotará uma postura mais controlada. A efetivação de Fabinho Santos no comando do profissional já foi um sinal de mudança.

Leia as últimas notícias de Joinville e região

Treinador jovem – tem 43 anos –, Fabinho conhece bem o Tricolor. Foi jogador do clube no final da década de 1990 e trabalhou um bom tempo nas categorias de base, levando o time sub-20 às semifinais da Copa Brasil da categoria em 2015.

– O JEC está mudando. Fizemos contratações pontuais e trouxemos atletas experientes para fazer um mix com os mais jovens. O objetivo é montar um time competitivo e aguerrido – destacou o presidente.

Vale lembrar que além do Estadual, o JEC disputará a Primeira Liga e a Copa do Brasil no primeiro semestre de 2017, competições que podem reforçar o caixa do clube se o time avançar fases.


Quem fica para 2017
GOLEIROS
— Jhonatan, Matheus Albino e Felipe.

LATERAIS
— Caíque e Fernandinho.

ZAGUEIROS
— Danrlei, Max e Henrique Mattos.

VOLANTES
— Naldo e Kadu.

MEIAS
— Lúcio Flávio, Juninho e Matheus Silva.

ATACANTES
— Aldair, Adriano, Ciro e Fabinho Alves.


Quem deixa o clube
GOLEIRO

— Samuel Pires.

LATERAIS
— Reginaldo, Robertinho, Everton Silva e Diego (deve ser emprestado para o futebol japonês).

ZAGUEIROS
— Jaime, Ligger e Rafael Donato.

VOLANTES
— Diones, Bertotto, Paulinho Dias e Tinga.

MEIAS
— Bruno Farias, Bruno Ribeiro, Carlos Alberto e Thomás.

ATACANTES
— Claudinho, Erick Luís, Fernando Viana, Giva e Heliardo.

* Seis ou sete jogadores que disputarão a Copa São Paulo de Futebol Júnior serão incorporados ao time principal. Além deles, o JEC quer contratar mais dois laterais (um direito e um esquerdo).

A NOTÍCIA

O Sol Diário
Busca