Rodrigo Faraco: Chapecoense campeã Sul-Americana e o novo departamento de futebol - Esporte - O Sol Diário

Força06/12/2016 | 10h18Atualizada em 06/12/2016 | 10h18

Rodrigo Faraco: Chapecoense campeã Sul-Americana e o novo departamento de futebol

Rodrigo Faraco: Chapecoense campeã Sul-Americana e o novo departamento de futebol Charles Guerra/Agencia RBS
Foto: Charles Guerra / Agencia RBS

A Chapecoense foi declarada e oficializada campeã da Copa Sul-americana 2016. É mais uma homenagem, mas é também algo que alcança a justiça desportiva. Com toda honra e todo o mérito, este time entra para a história não só pela tragédia, mas também esportivamente. A atitude do Atlético Nacional de abrir mão da conquista é algo de uma grandeza jamais vista.

A Conmebol acerta em cheio ao oficializar a conquista da Chape. Agora já podemos falar da maior conquista do futebol catarinense. E logo uma competição do tamanho da Sul-americana. Não da forma que todos desejavam, mas também não sem méritos.

Serenidade

O presidente Ivan Tozzo mostrou muita serenidade ao tratar dos assuntos sobre o futuro da Chapecoense. Não vê como correta a barreira, a imunidade, contra o rebaixamento. O clube também pretende seguir sua linha nas contratações, com a escolha de atletas com qualidade e compromisso, sem que haja necessidade de empréstimos ou doações de jogadores.

Sobre os desafios, a Chapecoense parece estar pronta para encarar, pelo menos pela postura que tem mostrado. A forma como a sua diretoria se portou e se posicionou não surpreende ninguém que acompanhe o que é feito e foi feito lá nos últimos cinco, seis anos.


Departamento de futebol

Todo mundo vê em Nivaldo uma espécie de Cadú Gaúcho, ou a repetição do que foi feito com o ex-volante ao encerrar a carreira logo depois do primeiro acesso da Chapecoense em 2010. De capitão a gerente de futebol, Cadú se tornou uma referência no que a Chapecoense transformou em seu DNA: descobrir bons jogadores, comprometidos, mas que estavam renegados pelos seus clubes.

Nivaldo trabalhou com Cadú, dentro e fora de campo. Conhece o método e estava sendo preparado pra isto. Além disso, tem esta identificação de sempre com o Verdão. É o primeiro nome anunciado no Departamento de Futebol e uma ótima escolha.Depois de tudo que vi neste final de semana, a certeza aumentou: a Chape


Leia também
Chapecoense fica com 11 jogadores no grupo após tragédia na Colômbia
Figueirense vai entrar em campo com camisa em homenagem à Chapecoense
Atlético Nacional, um time forjado na solidariedade


 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioDiversidade musical marca o sábado de Carnaval em Laguna, no Sul de SC https://t.co/Uw5f2d7x5Vhá 1 horaRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioMenino de seis anos morre em acidente na BR-282, em Rancho Queimado https://t.co/OTDcMK9Hl7há 2 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros