"O Figueira não pode cair numa Copa do Brasil como caiu", diz Márcio Goiano - Esporte - O Sol Diário

Figueirense16/02/2017 | 10h31Atualizada em 16/02/2017 | 14h28

"O Figueira não pode cair numa Copa do Brasil como caiu", diz Márcio Goiano

Treinador volta ao comando do time depois de cinco anos e diz em entrevista ao DC que jamais recusaria um convite do Alvinegro

"O Figueira não pode cair numa Copa do Brasil como caiu", diz Márcio Goiano Flávio Neves/Agencia RBS
Treinador passou pelo clube duas vezes entre 2010 e 2012 Foto: Flávio Neves / Agencia RBS

Sem clube desde a metade do ano passado, Márcio Goiano volta a trabalhar no Figueirense, justamente o clube onde começou a carreira de treinador e teve sua melhor trajetória na profissão, entre 2010 2011. Em entrevista ao DC na manhã desta quinta-feira, o ex-zagueiro Alvinegro disse que quer comandar o clube na beira do gramado já no fim de semana, contra a Chapecoense fora de casa pelo Campeonato Catarinense.

Goiano admitiu que o acerto foi emergencial diante da demissão de Marquinhos Santos, na madrugada desta quinta-feira. Além disso, lamentou a eliminação do clube na Copa do Brasil. Leia a entrevista completa abaixo:

Como foi o acerto com o Figueira. Um chamado relâmpago?
Sim, foi em caráter emergencial, tanto que ainda não definimos toda a logística para o começo do meu trabalho. Minha ideia já seria estar com o grupo na sexta-feira, se possível, mas de certeza quero estar em Chapecó já unido no esforço para recuperar o Figueirense (time encara a Chapecoense no final de semana). Não é algo que eu pensei muito, um chamado do Figueirense é sempre um desafio que eu nunca vou negar.

O grupo foi montado por outro técnico, qual sua estratégia para conseguir resultados imediados que permitam tranquilidade para seu trabalho?
Estou sempre atento ao que acontece e, em relação ao Figueirense, até por uma questão de identidade. Muitos atletas que estão no grupo eu já trabalhei com eles, outros conheço de ter enfrentado na Série B e em outros times. Portanto, desconhecimento do grupo não há, um ou outro atleta vou precisar ainda conhecer. A maior dificuldade será conseguir implantar meu estilo, vou fazer ajustes de acordo com a individualidade dos atletas, mas o momento é de trabalho mais psicológico.

Como assim psicológico?
Os atletas e a torcida estão abalados. O Figueirense ganha muito quando tem o torcedor ao seu lado. Eu sei muito bem disso. Não se trata de não ter cobrança, pelo contrário, ela precisa existir, o problema é quando ela vem e o atleta não sente a cobrança. Tem que encarar a pressão e dar a resposta dentro de campo. Este é o ponto que eu vou trabalhar, não há tempo para lamentar, quero um grupo que reconquiste a torcida e esta venha junto nos ajudar.

Você se sente pronto para mudar a sequência de trabalhos no comando técnico do Figueira que não têm sucesso?
Tenho meu jeito de trabalhar, conheço o clube, já tive sucesso aqui como jogador e como técnico. Então tenho confiança no trabalho que vou implantar, com dificuldades, é claro. Com certeza sentarei com os homens do futebol para identificar tudo que ocorre, porque o Figueira não pode cair numa Copa do Brasil como caiu. Entendo que a competição mudou, muita gente boa está sendo surpreendida, mas não é natural esta eliminação. O que for preciso fazer para recuperar o Figueira será feito.

Um recado para o torcedor Alvinegro?
Precisamos da torcida ao lado dos jogadores, não contra eles. Repito, não é questão de não cobrar, pelo contrário. Atleta tem que ter hombridade, contato com a realidade, saber que não rendeu e responder com trabalho, dedicação. O torcedor saberá responder a isso e aí todos vão sair ganhando.

Leia também:
Márcio Goiano é o novo técnico do Figueirense
Marquinhos Santos não é mais o técnico do Figueirense
Figueirense perde para o Rio Branco e é eliminado da Copa do Brasil
Leia todas as notícias do Figueirense

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioBaleia que morreu em Barra Velha vai integrar acervo do Museu Oceanográfico da Univali https://t.co/ova0wTXP2yhá 8 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioReunião que irá definir fórmula do Catarinense de 2018 está marcada para o dia 6 https://t.co/8hx11OaZTchá 10 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros