JEC perde para o Gurupi, mas garante vaga na próxima fase da Copa do Brasil - Esporte - O Sol Diário
 
 

Futebol15/03/2017 | 22h33

JEC perde para o Gurupi, mas garante vaga na próxima fase da Copa do Brasil

Tricolor foi derrotado por 1 a 0 em Tocantins. Vantagem conquistada na Arena garantiu a vaga

JEC perde para o Gurupi, mas garante vaga na próxima fase da Copa do Brasil Elias Oliveira/Jornal do Tocantins,Divulgação
Foto: Elias Oliveira / Jornal do Tocantins,Divulgação

Com muito sofrimento, o Joinville conseguiu a inédita classificação à quarta fase da Copa do Brasil. O Tricolor perdeu o jogo por 1 a 0 para o Gurupi-TO, mas o resultado foi insuficiente para os donos da casa, derrotados no duelo de ida por 3 a 1. Na soma dos placares, o JEC terminou com 3 a 2 e garantiu a vaga. Agora, o Joinville aguarda o adversário da próxima fase. A definição sairá a partir de sorteio, que ocorrerá nesta sexta-feira, na sede da CBF.

Leia as últimas notícias sobre o Joinville Esporte Clube no AN.com.br
Confira a tabela completa e a classificação do Campeonato Catarinense

Os confrontos ocorrerão nos dias 5 e 12 de abril e seguirão o mesmo padrão da terceira fase – sorteio de mando de campo e gol fora de casa como critério de desempate. A classificação também rendeu R$ 750 mil ao JEC – valor bruto. Ao todo, o clube já faturou cerca de R$ 2 milhões em premiações no torneio nacional.

Como era previsto, diante da necessidade, o Gurupi-TO tomou as iniciativas do jogo. Aos 14 minutos, os donos da casa deram o primeiro susto no JEC. Ederson cobrou escanteio e Alan Kardec cabeceou a bola na trave.

A resposta do Tricolor poderia ter acontecido aos 22. Breno caiu na área e o árbitro marcou o pênalti. No entanto, em conversa com o auxiliar, voltou atrás e deu cartão amarelo para o meia Breno. O JEC teve outra grande chance aos 39 minutos. Bruno Batata bateu cruzado, mas o goleiro Mateus fez boa defesa.

No segundo tempo, o técnico Roberto Andrade, do Gurupi, lançou Daylson no lugar de Lucas Mineiro. E o próprio Daylson chegou cara a cara com Matheus, mas isolou no primeiro minuto após o intervalo. Matheus, no entanto, não teve chances aos 12 minutos. Ederson recebeu pela esquerda, finalizou de canhota e superou o goleiro tricolor: 1 a 0.

O gol no começo da etapa final aumentou a dramaticidade da partida. Aos 22, em novo disparo de Ederson, Matheus deu rebote e Patrick quase fez o segundo gol. A resposta do JEC sempre vinha nos contra-ataques.  Em duas ocasiões, Bruno Batata teve a oportunidade de igualar o placar, mas perdeu. O atacante deu lugar a Marlyson, mas ele a sua chance e desperdiçou.

No fim, Luiz Gustavo, de cabeça, quase acabou com a festa do Joinville. Para a sorte do Tricolor, Matheus estava atento e garantiu a vaga joinvilense.

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Futebol 14/03/2017 | 20h37

JEC desafia a zebra do Tocantins na Copa do Brasil

Em vantagem no duelo, Tricolor pode até perder por um gol de diferença para avançar diante do Gurupi

Futebol 21/02/2017 | 21h19

Pelo fim da insatisfação no JEC

Nono colocado, Tricolor tenta vencer o Inter de Lages para deixar a zona de rebaixamento do Campeonato Catarinense

Futebol 05/02/2017 | 19h06

Mais eficiente, Criciúma derrota o JEC

Clássico no Estádio Heriberto Hülse contou com gol solitário de Jheimy, no primeiro tempo

O Sol Diário
Busca