Técnico do Avaí reclama de pênalti não marcado e diz estar preocupado com credibilidade do Catarinense - Esporte - O Sol Diário

Catarinense30/03/2017 | 23h30Atualizada em 30/03/2017 | 23h30

Técnico do Avaí reclama de pênalti não marcado e diz estar preocupado com credibilidade do Catarinense

Claudinei Oliveira criticou atuação de Celio Amorim na vitória do Leão sobre o Joinville

Técnico do Avaí reclama de pênalti não marcado e diz estar preocupado com credibilidade do Catarinense Marco Favero/Agencia RBS
Foto: Marco Favero / Agencia RBS
DC Esportes
DC Esportes

O pênalti não marcado para o Avaí no segundo tempo da partida com o Joinville, quinta-feira, na Ressacada, rendeu após o duelo. Em entrevista coletiva, o técnico Claudinei Oliveira criticou a atuação do árbitro Celio Amorim. Apesar de sair de campo vitorioso, o técnico do Leão disse estar preocupado com a credibilidade do Campeonato Catarinense, por causa dos recorrentes erros de arbitragem nos últimos jogos.

- Temos que tomar cuidado para que a credibilidade do campeonato não seja colocada à prova. Até que ponto a questão do Avaí ter chances de ganhar o título direto do campeonato está incomodando? Erros acontecem, impedimentos, auxiliares erram no Brasil inteiro, mas tem lance que não dá para errar - ponderou Claudinei.

Foto: Marco Favero / Agencia RBS

O comandante também citou o fato de Celio Amorim ter apitado o final do primeiro tempo antes dos 45 minutos.

- Ele apitou com 44 minutos e 50 segundos do primeiro tempo. Coisas estranhas. O lateral-direito deles (Caíque) fez uma falta, tomou amarelo, depois fez a segunda falta que era para amarelo e nada. Então, a gente questiona algumas coisas. Temos que tomar cuidado, o Avaí não tem culpa de poder vencer o segundo e não ter final - disse.

Claudinei Oliveira completou dizendo que o Catarinense é um dos melhores campeonatos estaduais e pediu que a Federação tome mais cuidado na hora de escalar um árbitro para atuar em clássicos.

- Do nada esse árbitro vem apitar um clássico, num jogo com time que está brigando pela liderança. Aí temos Braulio (da Silva Machado), Heber (Roberto Lopes), Sandro (Meira Ricci), tem árbitros à frente para apitar um tipo de jogo desse. O campeonato é muito bom, e tem esses detalhes, as coisas tem que ser decididas dentro do campo, de forma justa. A gente pede um pouco de cuidado para quem se coloca para apitar os jogos - considerou.

No final, o técnico do Avaí minimizou um pouco as críticas e valorizou o resultado conquistado com um gol aos 45 minutos marcado por Denilson.

- É chato ficar falando nessas coisas, estamos falando de vitória. O Celio tem sua carreira, está buscando seu espaço, assim como eu, tem família. É ruim ficar falando das pessoas. Desculpa se exagerei um pouco, mas a gente sente as coisas estranhas. Pênalti é pênalti, e ele não apitou - concluiu.

Leia mais notícias do Avaí

Acesse a tabela do Campeonato Catarinense

Avaí vence o Joinville na Ressacada e segue vivo na briga pelo returno


 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol Diário"São infelizes coincidências", diz secretário sobre ataques a agentes prisionais em SC https://t.co/XC5gH8Lpydhá 7 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioEpagri/Ciram alerta para risco de ressaca e alagamentos no domingo e na segunda-feira em SC https://t.co/Db3SdIzdlwhá 9 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros