Atleta de strongman de São José pode se tornar o homem mais forte do Brasil no Arnold Classic - Esporte - O Sol Diário

Halterofilismo21/04/2017 | 08h05Atualizada em 21/04/2017 | 08h05

Atleta de strongman de São José pode se tornar o homem mais forte do Brasil no Arnold Classic

Carlos Chociai ingere 7 mil calorias por dia e queima tudo levantando pesos, pneus e toras de madeira treinando para disputar o campeonato de halterofilismo promovido por Arnold Schwartznegger 

Atleta de strongman de São José pode se tornar o homem mais forte do Brasil no Arnold Classic Marco Favero/Agencia RBS
Foto: Marco Favero / Agencia RBS

O cara quase não passa pela porta da academia DuCorpo em Potecas, São José. Aos 26 anos, 136 kg e 1,84 metro de altura, Carlos Chociai, o Carlão, terá a chance de se tornar o homem mais forte do Brasil neste final de semana em São Paulo. Ele foi convocado para o Arnold Classic South America, evento criado por Arnold Schwartznegger que reúne diversas competições de halterofilismo. E a que mais chama atenção – até pelo tamanho dos atletas – é o strongman – esporte que o Carlão está atualmente em 3º no Brasil.

Também conhecido como atletismo de força, o strongman é um desafio que testa o atleta ao extremo. São provas como levantar carros, toras de madeira, tombar objetos, ou correr com pedras. Explosão muscular, técnica e respiração são determinantes. As origens do esporte remontam à antiguidade e às tradições vikings. Tanto que os islandeses dominam os pódios e o atleta mais famoso dessa categoria é o islandês Hafthor Bjornsson – o homem mais forte da Europa e que interpreta o gigante Gregor Clegane em Game of Thrones.

No Brasil, o esporte ainda está engatinhando. A União Brasileira de Strongman foi fundada somente em 2011, e temos poucos atletas. O sonho de Carlão, além de ficar em 1º no Arnold Classic, é que ainda vire um esporte conhecido e acessível a todos no País.

— Eu comecei no levantamento de peso, foi onde eu descobri que tinha uma força física fora do comum. Vi que eu levantava objetos com muita facilidade. Me destaquei em 2014 entre os três homens mais forte do Brasil. E agora vou poder participar de uma competição de nível sul-americano. Estou muito contente e confiante, sou um atleta bem ranqueado e tenho muito potencial para ficar entre os melhores ou até o melhor — deseja o atleta que detém o recorde brasileiro de levantamento terra, com 355 kg.

A força vem do mel

Carlão é natural de Prudentópolis, no interior do Paraná. A família é de apicultores. Ele inclusive tem um tio homônimo conhecido como o rei do mel do Brasil. Apesar de ter uma dieta é focada em castanhas, carboidratos e carnes vermelhas, brinca:

— Na verdade, dizem que a minha força vem do mel.

Mas aos 19 anos, Carlão abandonou as abelhas e veio para Santa Catarina atrás de uma garota. Em São José, foi descoberto pelo personal trainer Paulo Silvy, que já foi tema de reportagem do Hora de SC. O Paulinho também é bastante forte: já foi campeão mundial e sul-americano de powerlifting (supino, agachamento e levantamento terra). Mesmo assim, o treinador quase desaparece ao lado do aluno.

Paulinho fica pequeno perto do Carlão Foto: Marco Favero / Agencia RBS

— Se ele ficar entre os três primeiros no Arnold Classic, conquista uma vaga para o mundial em Ohio (EUA). E nessa competição ele tem a oportunidade de ganhar uma bolsa. Eu estou trabalhando para ele ir para os Estados Unidos, e ele vai conseguir — garante o professor.

— Eu aumento muito o peso corporal, tudo para suprir a necessidade do strongman. Faço uma ingestão de aproximadamente 7 mil calorias por dia, porque o desgaste em força física é muito maior do que em treinamentos convencionais. Exige muito do atleta. É quando acontece sangramento do nariz ou da gengiva — revela Chociai.

Mesmo com toda essa dedicação, o Carlão está sem patrocínio. Tudo é custeado com o trabalho de educador físico e o amor ao esporte. A viagem para São Paulo é nesta sexta-feira à tarde. A prova de Carlão acontece no domingo.

Carlão consegue levantar até 160 kg no ar Foto: Marco Favero / Agencia RBS


Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioAfastado do grupo principal do Figueira, Juliano diz: "Esforcei 110%" https://t.co/dCryN9TZc0há 3 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioCBF adia instalação do árbitro de vídeo e fará treinamentos com juízes e assistentes https://t.co/1FkKUfcKfnhá 4 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros